Arquivo

Março 2011

Posts em Março 2011.

Widget novo no We Heart It

Widget novo no We Heart It

Lembram quando escrevi sobre o We Heart It que é um site muito legal de banco de imagens e que você pode adicionar várias fotos no seu perfil e tals? Pois é, desde então, a única coisa que eu sempre super lamentava é o fato deles (até então) nunca terem desenvolvido um Widget para blogs, como o Twitpic fez (eu AMO) que por sinal já tem aqui… De uns tempos pra cá o site deu uma melhorada: tem botões para curtir no FB, outro pra twuitar, feeds na página principal e inclusive está mais rápido!

Mas acho que essa lamentação pela falta do widget não era só minha e finalmente We Heart criou um super bonitinho, eficiente e dhygno. Atualiza mesmo as fotos em tempo real, conforme você “heart” e dá pra adicionar no blog:


Pra adicionar é suuuuuuper fácil: é só clicar em Edit Profile depois Widget, copiar o código e colar aonde desejar. O único probleminha (é bem inha) é que só tem em um tamanho de formato disponível com opção de display em 6 imagens, mas pelo menos aqui no blog se adequou muito bem, eu adorei!! ♥

Brigadeiro de copo (com morangos)

Brigadeiro de copo (com morangos)

Morango por si só já é uma fruta muito, muito gostosa! Melhor ainda se você pode então misturar com outras coisas tão gostosas quanto, como por exemplo, o chocolate!!! Essa receita eu peguei no site da Ana Maria, é brigadeiro de copo com morangos (e chantilly) e já fiz umas três vezes, a ultima vez que fiz foi há duas semanas quando dois amigos foram jantar em casa, não sobrou nem pro cheiro! Segue aí pra vocês se esbaldarem de tanto comer, #vaigordinha:

INGREDIENTES
600g de morangos cortados em cubos
1/3 xícara (chá) de aceto balsâmico
½ xícara (chá) de açúcar
2 latas de leite condensado
2 colheres (sopa) de manteiga
150g de chocolate meio amargo picado
200ml de creme de leite fresco batido em ponto de chantilly

MODO DE PREPARO
Numa tigela coloque os morangos, o aceto balsâmico e o açúcar, misture e deixe marinando por cerca de 1h. Em seguida escorra os morangos numa peneira e reserve a marinada. Coloque numa panela o leite condensado, a manteiga e leve ao fogo baixo, mexendo sempre por cerca de 8 minutos. Desligue o fogo e adicione o chocolate misturando bem até derreter. Acrescente ao chocolate a marinada do morango (reservada acima) e misture. Retire a mistura de chocolate e adicione o creme de leite fresco batido em ponto de chantilly e misture bem. Em 8 taças distribua os morangos marinados (reservados acima). Coloque uma camada de chocolate com a marinada de aceto balsâmico e em seguida uma camada de chocolate com chantilly. Leve à geladeira para gelar. Sirva em seguida.


Gente, é sério… Eu sou uma formiga pra doces, mas não gosto de nada enjoativo e esse posso garantir que fica uma delícia, o fato de adicionar o aceto balsâmico nos morangos e depois no brigadeiro é o que dá o truque a receita e fica um gosto super diferente, tipo sobremesa de gente rhyca ahahahaha! =D

The Sims

The Sims

Quem diria que eu, Juliana, que nunca fui ligada em nenhum tipo de game, muito menos em jogos de computador me rendi totalmente ao The Sims.


Julis, versão Sims

Muita gente sempre me falou de The Sims. Que The Sims é legal, é divertido, dá pra criar um monte de coisas, blábláblá e, é uma delícia jogar. Mesmo assim não me empolguei, tinha muita preguicinha uma vez que, como disse, nunca gostei de jogos. Até que um belo dia o Rick baixou o Ambitions que é uma das versões do jogo no meu IPhone sem pretensão nenhuma, como quem não quer nada mesmo… Aí eu, só pra ver como é que era sem pretensão alguma também, criei um personagem, escolhi uma roupinha bonitinha, arrumei um emprego e comecei a jogar.

Gostei.

Na verdade eu gostei muito pra caramba e aí o Rick comprou o jogo (The Sims 3), algumas extensões (que estão dando pau quando instalamos, nota mental: preciso ver isso) e instalou no notebook. Pronto! Foi o suficiente pra eu viciar e passar horas e horas jogando! Genthy, é sério: eu me apeguei tanto em The Sims que agora por questões de bom senso do tipo “não vire uma escrava de games” eu cronômetro o meu tempo pra não esquecer da minha vida real e só viver dentro do jogo AHAUAHAUAUHAUHAUHA.

No jogo eu sou uma jornalista super trabalhadora que adora escrever romances e resenhas sobre restaurantes, tenho alguns bons amigos, sou uma romântica incorrigível, carismática e adoro ler e cozinhar. Recentemente Rick descobriu pra mim no lado negro da força (googlando, na verdade) como ganhar facilmente muito dinheiro (é só digitar um comando mágico) e eu que morava numa casa simples, porém bem bonitinha, construí (muitas) coisas no meu terreno e agora moro numa modesta casa de classe média alta, quase uma mansão. Não ostentei nada absurdamente gigante porque né, dá trabalho pra limpar (se bem que tenho empregada ehehehehe) e também por enquanto não tenho nenhum cônjuge ou filhos, mas fiz questão de uma mega piscina numa área super bonita com churrasqueira para receber os amigos, uma banheira de hidromassagem, um notebook cor de rosa, um carro super potente, edredom rosa de zebra, aparelhos de ginástica e muitas flores no meu jardim!

Eis mais algumas imagens minhas, versão Sims:


Lendo um livro, é sempre bom, neám? O peixe no canto da tela chama Ricardinho =D


Pra que ir ao clube se tenho piscina no quintal de casa? RHYCA!!!


Frente da casa, quase nem gosto de janelas ehehehe


Fundos da casa. Tem piscina, churrasqueira e outras coisas. VEM GENTE!!


Acho que cozinho melhor no The Sims que na vida real!


Comendo uma tortinha de maçã! Nhaaamm…


Isso é que é dormir com estilo, arrasa bee!!!


Joga de Sims também? Tem dicas? Truques? Versões preferidas?
Passa aí nos comentários!

Livro: Queimada – House of Night

Livro: Queimada – House of Night

Antes, uma resenha rápida do assunto de hoje:

“As coisas ficaram pretas na Morada da Noite. A alma de Zoey Redbird se despedaçou. Com o coração partido, vendo tudo ao seu redor desmoronar e com vontade de ficar para sempre no mundo dos mortos, Zoey está sumindo a olhos vistos.

Parece cada vez mais difícil ela se recuperar a tempo de reencontrar seus amigos e recolocar as coisas em seus devidos lugares. Stevie Rae, melhor amiga de Zoey, quer ajudá-la, mas está enfrentando problemas seríssimos.

Os Novatos Vermelhos do Mal estão pisando na bola e, dessa vez, nem Stevie Rae poderá protegê-los das consequências. No meio desta confusão está Aphrodite: ex-novata, patricinha podre de rica, bruxa do inferno convicta (e com muito orgulho), tendo visões que revelam o futuro e, para piorar, com Nyx resolvendo falar por meio dela, quer ela queira ou não. A lealdade de Aphrodite pode oscilar em várias direções, mas, no momento, é o destino de Zoey que está em jogo. Três garotas… brincando com fogo… se elas não tomarem cuidado, vão acabar Queimadas.”

Fonte: Submarino


O bom de você ler uma série longa é que tem história pra caramba, o lado ruim é que você querendo ou não acaba se comprometendo com a leitura e mesmo que seja uma sequência de muitos livros você tem que continuar lendo por uma questão de honra mesmo (e saber o fim da história, claro). Se não me engano House of Night conta com 12 livros, ou seja, é livro pra caramba. Mas aí tem aquela coisa que você se prende apenas com essa leitura (nem tanto no meu caso porque estou alternando House of Night com as Crônicas Saxônicas – que são 5) e ainda por cima corre aquele risco super desagradável da próxima edição não chegar aqui ou o autor abandonar a história (o que, felizmente, acredito não ser o caso desses).

Acontece que todos os livros de uma série são bons justamente por ter muita história pra contar, mas com certeza terá algum deles que será aquela parte da narrativa em que tudo empaca e a leitura ficará um tanto quanto enfadonha, é o que está acontecendo com Queimada, que estou lendo agora.

O anterior (Tentada) foi tão pauleira e terminou de uma forma tão brusca (tipo final de cada temporada de Lost que você ficava surtando de ansiedade esperando pela próxima) que sinceramente eu estava esperando muito mais com Queimada. Em alguns capítulos você tem a impressão que a história irá sim deslanchar, mas aí dá aquela freada broxante de novo… Bem diferente dos outros livros de House of Night que é uma pancada atrás da outra. Já falei sobre eles aqui, são leituras que apesar de terem uma linguagem mais adolescente eu recomendo super porque é bem gostoso de ler, alguns personagens que eu odiava no começo estou gostando agora e vice versa, o próximo (que ainda não chegou aqui) é Despertada e pelo que li terei que esperar só mais um pouco, pois a previsão de chegada aqui no Brasil é para o segundo semestre de 2011. No mais, é terminar esse e enquanto espero o próximo, leio o terceiro das Crônicas Saxônicas, ler é muito bom!