Arquivo

Maio 2015

Posts em Maio 2015.

Decoração kitsch e papel contact

Semanas atrás eu entrei na minha cozinha e decidi que queria dar uma mudada no armário que fica em baixo da pia (ele era toda do branco). Acho que já deu pra perceber e como vocês puderam notar aqui, visual clean quando se trata de decoração, não é muito a minha praia. Eu gosto de cores, mistura de estampas e mais pra mim é sempre mais, e conforme você vai pesquisando e criando, sempre tem um estilo que a gente acaba se identificando mais, né?

No meu caso eu descobri que é o Kitsch que, até tempos atrás, eu nem sabia o que era. Achava que era só um estilo menos mais exagerado e isso tem nome sim. Vocês sabem o que significa o termo Kitsch?

Segundo o wikipédia, kitsch [quitch] “é um termo de origem alemã de significado e aplicação controversos. Usualmente é empregado nos estudos de estética para designar uma categoria de objetos vulgares, baratos, de mau gosto, sentimentais, que copiam referências da cultura erudita sem critério e sem atingirem o nível de qualidade de seus modelos, e que se destinam ao consumo de massa. Embora o kitsch apresente a si mesmo como “profundo”, “artístico”, “importante” ou “emocionante”, raramente estes qualificativos são adquiridos por características intrínsecas ao objeto, antes derivam de associações externas que seu público estabelece. É uma expressão essencialmente figurativa, sendo difícil detectá-lo nas artes abstratas, pois depende de um conteúdo narrativo para exercer seu efeito.”

Um exemplo de decoração kitsch que todo mundo conhece é a casa de A Grande Família que passava na Globo, existem muitas referências, mas a mais emblemática é o jarro de suco em formato de abacaxi, lembram? (aliás, eu tenho um desses) e acho que esse tipo de decoração dá um toque de amor ao lar bem interessante, no Pinterest eu tenho um painel só com esse tema, deem uma olhada:

Siga o painel Kitsch de Juliana no Pinterest.

Eu comprei alguns rolos de papel contact e no domingo resolvi colocar a mão na massa. Achei que daria mais trabalho do que eu imaginava, mas pra minha sorte foi bem mais simples, o papel contact não é tão absolutamente fácil de aplicar mas nada que com paciência e cuidado você não acerte, esse tipo de trabalho também não pode ter pressa por mais que você esteja ansiosa pelo resultado, pra isso eu precisei de:

– uma tesoura
– uma trena
– lápis
– uma espátula de aplicar papéis adesivos
– papel contact, sendo que um rolo tem 45cmx25cm, então eu comprei 2 rolos

Eu não fotografei como estava antes (sorry!) e também não fiz tantas fotos do passo a passo (eu sou muito lesa com essas coisas), mas fotografei os rolos pra vocês verem como vem:

11280375_1596822530595614_1659701520_n

E o resultado final:

11325350_456731527823002_387624991_n

*Detalhe a Amélie que saiu junto na foto pra deixar a cozinha ainda mais linda. Percebam: tem adesivo de azulejo, (muitos) imãs na geladeira, puxa saco de joaninha e agora o armário customizado que ficou com um toque bem vintage (outro estilo que eu amo). Eu amei o resultado, é incrível como papel contact dá uma transformada imensa no ambiente e o melhor de tudo: é super barato. Eu ainda estou com esse rolo de poá azul com bolinhas pretas, ainda não o usei mas já estou com muitas ideias.

Minhas inspirações e feitos de decoração

Ando numa vibe de decoração que queria compartilhar algumas coisas com vocês já que recebi algumas perguntas de: qual a cor da tinta da minha parede, da onde são os quadros ou da onde eu busquei inspiração pra decorar minha casa. Quando se fala em decoração, primeiro de tudo, eu acho que a hoje em dia a palavra sustentabilidade é o que mais está em alta quando você resolve fazer alguma coisa na sua casa. Uma decoração simples, mas que tenha a sua cara é o que mais tenho visto por aí, dá sim pra decorar ambientes com pouco dinheiro e, é aí exatamente nesse ponto que eu acho que a criatividade fala muito mais alto. Mas hoje vou falar de 3 coisas que já me perguntaram e por isso então decidi escrever este post:

– Qual a cor da tinta da parede da minha sala?
Primeiro de tudo devo dizer que minha sala é relativamente grande (pros padrões de apartamento com dois dormitórios) e principalmente pelo fato de ser um prédio antigo aonde moro. Eu amo apartamentos antigos: a acústica é infinitamente melhor, são mais amplos que os novos de hoje em dia e os ambientes são melhores divididos, esse que moro é alugado mas se um dia fosse colocado a venda, eu compraria com certeza. Quando me mudei pra ele a primeira coisa que pensei de imediato foi pintar uma parede da sala de cor diferente porque eu realmente não gosto de nada muito clean. Quem passou a cor e marca da tinta foi a uma amiga que tinha acabado de pintar a sala dela também. A cor é a Cinza Granito da Coral – a 9373. A noite a cor é super bonita, mas é durante o dia que eu acho que fica mais bonito ainda, acho que é uma cor que vai bem tanto com decoração mais colorida ou cores mais sóbrias. Um galão pequeno deu pra fazer a parede inteira e ainda sobrou tinta, portanto, vai de acordo com o tamanho do lugar que você quer pintar.

11254573_904615189594722_1956480268_n

927444_879736005387486_863149083_n

– Aonde comprei os quadros?
Nem todos eu ainda fotografei. Tenho um enorme dos Beatles na parede aonde está o sofá e prometo fazer um post sobre isso em breve. Todos eu acabei comprando na internet de lojas que fui fuçando pelo Google. A Top Quadros é uma loja muito boa que tem bastante variedade, mas acho que antes de você sair pesquisando lojas é interessante saber que tipo de quadro e ilustração deseja colocar. Tem quem prefira só flores e tem quem goste de algo mais pop como esse de caveiras que eu tenho ou Londres que é um lugar que amo, o bom é que tem pra todos os gostos e quanto mais você pesquisar, mais vai ter ideias.

923736_595313250589816_1817013233_n

– Aonde eu busco inspiração?
Olha, seria difícil eu listar tudo porque todos os os dias eu descubro algum blog ou site que encontro um monte de ideias inspiradoras, mas dois sites que recomendo muito é o Casa Aberta porque alí é um garimpo de decoração aonde cada lar tem uma história bem legal e as decorações são simples, fáceis de fazer e acessível ao bolso. O outro lugar que busco inspiração e acho que todo mundo já conhece é o Pinterest (me segue lá), que na verdade o Pinterest é a inspiração pra tudo na vida e não só quando o assunto é decoração.

Visite o perfil de Juliana no Pinterest.

Pra quem quiser ver mais, também sempre posto meus feitos no Instagram 🙂

Livros que já li em 2015

Todo final de ano eu apelo pro clichezão de criar algumas metas pro próximo ano, é verdade que algumas delas eu acabo não conseguindo cumprir e acredito que com todo o mortal seja assim, mas geralmente as metas na verdade são aquelas coisas que, basicamente, você não cumpriu no ano anterior então você empurra pro ano seguinte porque acho que sempre rola aquele sentimento de culpa + uma motivação de que agora vai.

Uma das metas que tinha criado para 2015 era ler mas livros, pelo menos um por mês e quem sabe – se não fosse me cobrar muito – aumentar esse numero. Uma coisa que fiz dessa vez foi: não pegar livros com histórias absurdamente longas. Veja bem, não são livros finos, mas livros que são mais de 3 volumes e dependendo do autor escolhido, você corre um grande risco dele não continuar a história – já me ferrei tanto com isso. Tem também o fator que eu sempre acabo dando uma pausa na história quando termino o volume de algum livro e parto pra outro, faço isso pra não ficar apegada num “mundo” só e pra principalmente não desanimar com o hábito da leitura, por isso que preferi não pegar livros que sejam mais de 3 volumes. Ler tem que ser um prazer, nunca uma obrigação. Geralmente eu escrevo resenhas dos livros que leio aqui no blog, mas não são com todos que faço isso (acho que já deu pra perceber), acho que é pra não ficar mais do mesmo assunto, mas me surpreendi quando parei hoje pra contar quantos livros já li esse ano e fiquei feliz com a contagem de 8.

livross

É claro que muita gente lê e já leu muito mais que isso só neste ano, mas eu não gosto de me comparar com o “muita gente” – essa minha meta é pessoal, isso não se trata de quantidade, mas sim que consigo manter uma linha continua de leituras + tempo. Uma coisa que tenho feito bastante é ler resenhas e procurar títulos no Skoob (me segue lá), alí tem resenhas com opiniões muito boas, também gosto de ler alguns blogs sobre livros, mas o Skoob é uma ótima ferramenta porque há várias resenhas de um mesmo livro num lugar só, então fica tudo mais prático.

Essa semana terminei de ler o Diário de Helga e vou começar a ler O Dia do Curinga de Jostein Gaarder, o mesmo autor de O Mundo de Sofia, ganhei de presente de uma amiga e sobre o que li dele é um livro pra você ler devagar e aproveitar cada reflexão com a abordagem filosófica que ele oferece. Acho que vou gostar.

Esse aqui são os 8 livros que já li em 2015:

– O Lado Bom da Vida
– A Lista de Brett
– Depois de Auschwitz
– Princesa
– As Filhas da Princesa
– Inverno na Manhã
– Os Três
– O Diário de Helga

E você, está lendo o quê?