BBB15

Pedro Bial disse que essa edição 15 do BBB está “a cara do Brasil”, e passando o olho rapidamente eu não sei bem se isso é um elogio porque a quantidade de gente feia que nessa edição está realmente muito bem escolhida. O que achei legal: as profissões dessa vez não são de modelos, atrizes, cantores ou estudantes de ciências ocultas… São pessoas, “””””tecnicamente”””””” (muitas aspas porque né…), normais. Já tem várias edições que eu não assisto Big Brother. Enjoei, desencanei, tem uma porrada de temporadas novas dos meus seriados que acompanho que vai começar, então muito possivelmente eu nem vá acompanhar esse. De qualquer forma, eu não vou deixar vocês na mão, e hoje vim aqui falar dos participantes:

bbb

Adrilles – escritor (na verdade: POETA), mineiro de 40 anos que ainda mora com a mãe. (ok, eu retiro o que disse sobre as profissões). Achei que ele é a parte da realidade do Realidade X Instagram do Matheus Nachtergaele, aliás, é igualmente vesgo também. Na verdade ele se diz poeta mas tem cara que escreve textão no Facebook, opinião que ninguém perguntou e chorume, mas dando uma googlada básica eu descobri que ele é uma destruidora mesmo. Ou seja: temos um psicótico em potencial.

Amanda – empresária de 28 anos. Dizer que é empresária é algo muito vago, você pode ser desde dona de uma mega empresa até traficante de drogas que independente do que for, te coloca na mesma roda. Aí está lá: “dona de uma loja de produtos populares” ou seja – É SACOLEIRA, MINHAZAMIGAS! Ela alega que “”””adotou”””” uma cachorrinha (DE RAÇA) que por ter problemas de saúde deram pra ela de graça, pra mim isso não é exatamente uma adoção como estão dizendo por aí: “Ninguém queria ela, as pessoas só compraram os cachorros mais bonitos. Percebi que era especial e por isso fiz questão de ficar com ela, mesmo sem saber o que ela tinha. Nem me cobraram nada, então acabei adotando”, affe e eu já garrei na birra com essa palhaça.

Angélica – 33 anos, auxiliar de enfermagem. Vou dizer: fui SUPER com a cara dela. Mora numa cidade que eu adoro (Embu, deve saber uns esquemas de artesanato em garrafa pet), é gente como a gente, é viciada em selfies (VAI TER PAU DE SELFIE SIIIIIIIM) e foi ousada em raspar o cabelo que já fez até uns trabalhos como modelo. Espero que ela não seja nenhuma mosca morta no programa e que diga na cara do Adrielles (tô escrevendo o nome dele errado de propósito) que só ele acha que escreve poemas e que na verdade é tudo porcaria mesmo.

Cézar – 30 anos, estudante de direito. O discurso dele já começou com “mimimi de família muito pobre, mas que nunca passou necessidade mimimi, mas também que não podia comer macarrão e carne todos os dias mimimi, que com a distância da roça pra cidade sempre foi um sacrifício estudar mimimi” mas a academia dever ser bem perto pra manter esse corpo saradíssimo, com a barriga trincada, néam môbeim? É, tem uma lacuna nesse discurso de vida sofrida aí!

Douglas – 29 anos, motoboy. Sangue bom, truta forte e amei os looks dele. Muito preocupado com o visual, vaidoso assumido, Douglas também já fez curso de cabeleireiro e na verdade, eu acho que é ele é: [vídeo].

Fernando – 32 anos, produtor cultural. Ele já declara na lata que: “Não preciso de um amor”, ok senhor blindado, então você é do tipo que se garante sozinho mesmo! Acho que por essa declaração já dá pra perceber que ele vai ser o grosso, o distribuidor de patadas (principalmente as gratuitas) da casa. Isso é bom. Mora com a mãe também. Se alguém não mandar, ele vai ficar semanas sem tomar banho porque não tem cara mesmo que curte um sabonete… Se não precisa de um amor, pra que de banho né?

Francieli – 36 anos, conciliadora criminal. As “Francielis” desse mundo que me desculpem, mas eu odeio esse nome. Cheia de manias – TOC, tem temperamento forte – BARRAQUEIRA, falante – CHATA PRA CARALHO, elétrica – PROBLEMÁTICA. Duas de suas declarações me chamaram a atenção: “Sou uma pessoa que atende orelhão. Às vezes, quem está ligando não sabe que é um orelhão.” Tipo, como se fosse muito comum você passar em frente a um orelhão e ele casualmente estar tocando, né? E: “Durmo sempre tapada. Haja o que houver, pode estar 300º C.” Acho que já sabemos quem vai pedir pra produção as medicações controladas durante as madrugadas.

Luan – 36 anos, gerente de salão de beleza. Esse rapaz é multifacetado, já foi desde porteiro, até militar. Vai ser o picudo da casa, porque a mãe declarou por aí que ele é do tipo comedor. Mas o melhor mesmo foi essa declaração: “Sempre quis ser piloto de caça. Gosto de altura. Mas o sonho surgiu porque eu via muito filme, como aquele Top Gun com o Tom Cruise. Via aquilo e pensava: ‘Um dia ainda vou pilotar um desses, igual a esse cara aí’. Mas nunca consegui ser um Tom Cruise da vida, não (risos)”. AAAAAAAAAAAAAAAAAAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHA. Migo, com essa referência, é melhor você continuar no salão de beleza mesmo.

Mariza – 51 anos, professora de artes. Tem cara de mãezona. Tem cara de hipertensa e diabética. Tem cara que fala muita bosta também, bosta como essa: “Eu vibro muito com as coisas. Tudo é importante, tudo se relaciona. A vida é como se apresenta e é o agora.” Tá chapada, mãe? Se você lê a bio dela no G1 vai imaginar que o estagiário que escreveu a matéria, tá tão chapado quanto ela também. Mas a pérola fica com o avô que apelidou Mariza de “águas de janeiro” porque adora uma prosa, ou seja, essa coisa de ser fora da casinha é genético mesmo. Vai beber todas nas festas e vai dar em cima do Fernando que não.precisa.de.um.amor.

Rafael – 21 anos, estudante de administração e gatinho. Tipo ele é bem gato mesmo, mas……. SÓ! A bio dele é bem básica, sem grandes emoções ou frases de auto ajuda edificantes. Na mala dele só vai ter sunga, regata e óleo corporal. Acho que ele vai passar o salame Francis. Ou no Adrielles.

Tamires – 24 anos, cirurgia dentista. E por falar em “””””olhares marcantes””””” eu queria saber que tipo de droga essa menina usa pra ter esse olho estatelado everytime. Bateu forte, né miga? Mas vamos as particularidades: se converteu ao islamismo depois que casou, ou seja, se converteu por motivo de pica. E usou as regalias da gravidez pra concluir a faculdade, aliás, que fique claro que não sou eu que estou falando isso, foi ela mesma que disse: “Pelo fato de estar grávida tive facilidades na hora de fazer o trabalho de conclusão de curso.” Vai ser a drama queen da casa. Muito chata. Na verdade é chata pra caralho.

Talita – 22 anos, aeromoça e…. VESGA! É, mais uma. Deve dar desespero essa menina dentro do avião te oferecendo suco, quando na verdade está te dando uma barrinha de cereal. Seu sonho é pilotar um avião. POR.FAVOR.NÃO. Chata e sonsa, logo sai da casa, vai mirar a porta de saída mas na verdade está com o olho já lá no Bial do lado de fora.

Rogério – 45 anos, bailarino. É o cisne negro incompreendido da casa. Achei ele parecido com o Fernando na versão realidade do Realidade X Instagram. Na sua bio tá dizendo que ele já passou por diversas religiões e, inclusive, questionou sobre sua própria sexualidade, ou seja, nem ele se compreende. Eu.odeio.gente.indecisa. Os pais declararam que ele foi uma criança muito complicada, que aos 5 anos (quando nem sabia ainda limpar a bunda – esse comentário é meu), já ficava de mimimi tipo: “quem sou? O que estou fazendo aqui? Para onde vou? aí cresceu e se tornou essa persona porre que aos 45 anos não sabe o que quer da vida, afinal de contas, tantos questionamentos filosóficos pra ir parar justo aonde? No BBB. Vai pedir pra sair.

Juliana Esgalha Post por