Arquivo

Filmes

Posts em Filmes.

Filme, seriado e olimpíadas…

Filme, seriado e olimpíadas…

No fim de semana assisti ‘Perigo em Alto Mar’ (The Reef), eis aqui a sinopse:

Cinco amigos fazem um passeio de barco. De repente, o barco vira e começa uma luta desesperada para salvarem-se e conseguirem consertar o casco quebrado. Sem alternativas, eles resolvem nadar até a ilha mais próxima. Mas, durante a viagem a nado, percebem que estão sendo perseguidos por um enorme tubarão.

O filme é baseado em fatos reais (a-do-ro) e diferente do só-fica-naquilo como em ‘Mar Aberto’ (que também é uma história real), esse filme é bem mais apavorante e dinâmico. Gosto de quando os filmes de suspense têm essa pegada e os atores não são conhecidos, acho que dá ainda mais realidade ao filme, até mesmo porque a atuação de todos eles foi ótima! Aqui o trailer:


É um tipo de suspense que eu adoro e que muita gente odiaria, mas o fato da história acontecer com quatro pessoas que estão em alto mar a Deus dará e toda hora aquele perigo iminente de tubarões te deixa apavorada do início ao fim. Ouso dizer que até o clássico ‘Tubarão’ de Steven Spilberg é praticamente um ‘Nemo’ diante desse. Pra quem também gosta desse tipo de suspense, eu super recomendo.

Outra coisa que soube e que me deixou muito feliz foi que o Blog Ligado em Série divulgou que a Fox afiliado com 20th Century FOX irá transformar o filme A Praia (The Beach) – estrelado por Leonardo di Caprio em SERIADO. Eu sou apaixonada por esse filme, a história é muito legal e trilha sonora idem. Poucas pessoas também gostam tanto desse filme como eu e pra quem não se lembra dele, aqui está o trailler:


E falando agora em Olimpíadas, nem preparei um post específico sobre isso, mas assisti a abertura, me emocionei com Sir Paul cantando Hey Jude e fiquei feliz por nomes que infelizmente são desconhecidos aqui (até então…) trazerem medalhas pra nós. By the way a primeira medalha de ouro foi conquistada por uma mulher no judô – a Sarah Menezes, que é do Piauí e ontem quem conquistou mais uma medalha de ouro foi Arthur Zanetti que é daqui de São Caetano do Sul, minha cidade.


Parabéns Arthur Zanetti, é de pessoas como você que esse país – que por muitas vezes é desacreditado (até por mim), precisa!! Sentimos orgulho de um brasileiro conquistando uma medalha, mas mais ainda quando é da cidade que você mora. O gosto é ainda mais doce!!! Sem contar que São Caetano é tão pequeno que já devo até ter cruzado com ele, sabe-se lá… Cruzado com o melhor do mundo nas argolas da ginástica! Depois minha prima me contou que ele foi vizinho dela quando ela ainda morava em São Bernardo… Mundo pequeno, né?

Outros dois destaques que não poderia deixar de colocar aqui…

Da vitória da equipe feminina de velocistas da GB e Sir Paul McCartney no meio da galera começou a cantar Hey Jude com todo mundo. Todo mundo no velódromo cantando Hey Jude. Coisa mais linda!!! Ah gente… Emocioney!!! :*)


E de Usain Bolt, que mais uma vez bateu o próprio recorde e deveria ganhar uma outra medalha de ouro pelo homem mais carismático e divertido dessa olimpíada:

Combo de Filmes

Combo de Filmes

Dicas de filmes pra vocês que assisti nesses ultimos dias:


A Mulher de Preto

Sinopse
Arthur Kipps (Daniel Radcliffe) foi enviado por seu escritório para regularizar os documentos de uma mansão abandonada, próximo a um vilarejo, cujas crianças morrem misteriosamente de tempos em tempos, sem que ele soubesse de nada disso. Quando começa a ter uma série de visões sinistras durante a execução de suas tarefas, inclusive uma de uma mulher vestida de preto, ele descobre que existe algo relacionado ao passado daquele local e decide investigar, provocando a ira dos moradores e a morte de mais vítimas. Agora, só o tempo para dizer se o seu instinto paternal irá ajudar a resolver esse perigoso e grande mistério.

Se você gosta de suspense e tomar uns sustos esse é um ótimo filme pra isso. Gostei bastante e depois de Harry Potter nunca mais tinha visto nenhum filme com o Daniel Radcliffe, mesmo ele tendo feito poucos depois de HP. A história é bem legal e o final pode agradar alguns como também não pode agradar a outros. Recomendo mesmo assim!

12 Horas

Sinopse
A história gira em torno de Jill (Amanda Seyfried), uma jovem que escapou de um serial killer há dois anos e que agora acredita que o mesmo sujeito raptou sua irmã mais nova. Ela terá que lutar contra a desconfiança das pessoas que não acreditam que tenha sido sequestrada em primeiro lugar.

Filme dirigido pelo brasileiro – Heitor Dhalia, esse é outro suspense só quem sem terror, espíritos ou fantasmas, a história é muito legal. Eu AMO filmes de suspense e gosto muito dos filmes da Amanda Seyfried. Mais legal que A Mulher de Preto

A Águia da Legião Perdida

Sinopse
Ano 120 AC. Vinte anos se passaram sem que ninguém soubesse explicar o desaparecimento da Nona Legião nas montanhas da Escócia. Agora, o jovem centurião Marcus Aquila (Channing Tatum), apesar de desacreditado por todos, veio de Roma para tentar solucionar o mistério e restaurar a reputação de seu pai, comandante daquele pelotão. Acompanhado do escravo Esca (Jamie Bell), ele cruza as Muralhas de Hadrian até a parte alta da Caledônia, onde irá enfrentar tribos selvagens para recuperar o emblema da águia de ouro da Nona Legião também desaparecido.

Pelo título do filme, parece que é são daqueles filmes bombas que depois você se pergunta: ‘por que fui teimar em assistir isso?’, mas a história é muito bem contada e o desenrolar idem, não tem cenas que dá vontade de dormir, o filme é bem pauleira mesmo – do inicio ao fim. Gostei porque já tinha um tempo que eu não assistia um filme medieval decente. Me surpreendeu!

Poder Sem Limites

Sinopse
Após ingerir uma substância misteriosa, três amigos são surpreendidos ao ganhar superpoderes. De início eles os usam para brincar com conhecidos, mas aos poucos ganham a sensação de impunidade e passam a realizar feitos maiores. Sentindo-se invulneráveis, eles ultrapassam qualquer limite quando uma pessoa é morta.

Esse é o contrário: se você ler a sinopse vai pensar: ‘vissxi, é uma bosta!’ principalmente pelas palavras ‘substancia misteriosa’ e ‘super poderes’, mas a história é muito legal e não tem essas frescuradas de ficar explicando demais as coisas, alguns filmes não precisam de muitas explicações dependendo de como a história é contada. Super recomendo.

E por ultimo e MENOS importante:

Branca de Neve e o Caçador

Sinopse
Um rei viúvo caiu de amores por Ravenna (Charlize Theron) sem saber de seus terríveis planos de conquista e acaba morrendo, deixando para ela todo o seu reino. Para piorar a situação, a filha dele foi jogada em uma masmorra e lá ficou até se tornar uma bela jovem. Obcecada pela beleza e pela juventude, a Rainha não se cansa de perguntar ao seu oráculo para saber de existe alguém mais bela do que ela, até o dia em que a resposta não a agradou. Felizmente, Branca de Neve (Kristen Stewart) consegue fugir sem que seu coração seja arrancado e Ravenna se torne poderosa para sempre. Mas a malvada não desiste fácil e além da ajuda do irmão, um fiel escudeiro, ela contrata Eric (Chris Hemsworth), um exímio caçador para trazer sua presa de volta. Só que ele acaba descobrindo que a missão era um grande erro e vai ajudar a jovem em sua cruzada contra o reinado da malévola. Para isso, eles contarão também com o importante apoio dos seres da floresta e dos unidos sete anões mineiros.

Eu explico o porquê do ‘MENOS importante’ desse filme: Quando eu vi o trailer dele eu pensei, ‘nuuuóóssa que puta filme!! Esse vai ser foda, já quero super muito assistir, tem o mocinho que fez o Thor e nossa, nossa’, mas eu já deveria ter aprendido há muito tempo aquela máxima que dizem quando o trailer é melhor que o filme.

O filme na verdade em si não é de todo o ruim, só achei que ele poderia ter sido (muito) melhor explorado principalmente naquelas cenas de mais ação que quando tudo estava começando a ficar emocionante, POF! – Já partia pra outra parte da história. Esse eu assisti no cinema e meu amigo que também assistiu com a gente achou a mesma coisa, principalmente porque ele disse que ‘Espelho, espelho meu’ – aquele com a Julia Roberts é muito mais legal e muito mais fiel a história da Branca de Neve. Nem ‘Thor’ conseguiu salvar muito a história AHAHAHAHAHA, mas assistam… Quem sabe vocês podem ter uma opinião diferente da minha.

Filmes para o fim de semana

Filmes para o fim de semana

Finalmente o Verão tomou um semancol e o Outono chegou pra cumprir o seu papel, clima mais ameno, dias nublados, poder dormir de edredom, a maquiagem não derreter… AMO essa época do ano. E em tempos assim aquele programinha de filme + pipoca em casa é mais gostoso ainda de se fazer, selecionei alguns filmes que super recomendo e dois deles já fazem parte da minha lista de preferidos:

Um Olhar do Paraíso

Sinopse
6 de dezembro de 1973. Norristown, Pensilvania, subúrbio da Filadélfia. Susie Salmon (Saoirse Ronan) está voltando para casa quando é abordada por George Harvey (Stanley Tucci), um vizinho que mora sozinho. George a convence a entrar em um retiro, por ele construído. Lá dentro, Susie é assassinada. Os pais de Susie, Jack (Mark Wahlberg) e Abigail (Rachel Weisz), inicialmente se recusam a acreditar na morte da filha, mas precisam aceitar a situação quando seu gorro é encontrado em meio a um milharal, junto a destroços do retiro que estão repletos de sangue. Em meio às investigações, a polícia conversa com George mas não o coloca entre os suspeitos. Com o tempo Jack e Lindsey (Rose McIver), a irmã de Susie, passam a desconfiar de George. Toda esta situação é observada por Susie, que agora está em um local entre o paraíso e o inferno. Lá ela precisa lidar com o sentimento de vingança que nutre em relação a George e a vontade de ajudar sua família a superar o trauma de sua morte.


Esse foi fica da Micha (amo as dicas dela) o filme é simplesmente maravilhoso apesar de triste (é, já vou logo avisando), o filme é contado pelo ponto de vista da menina o que deixa a história e essa obscuridade sobre a morte muito mais sublime! Ah! E preparem os lenços…

Histórias Cruzadas

Sinopse
Jackson, pequena cidade no estado do Mississipi, anos 60. Skeeter (Emma Stone) é uma garota da sociedade que retorna determinada a se tornar escritora. Ela começa a entrevistar as mulheres negras da cidade, que deixaram suas vidas para trabalhar na criação dos filhos da elite branca, da qual a própria Skeeter faz parte. Aibileen Clark (Viola Davis), a emprega da melhor amiga de Skeeter, é a primeira a conceder uma entrevista, o que desagrada a sociedade como um todo. Apesar das críticas, Skeeter e Aibileen continuam trabalhando juntas e, aos poucos, conseguem novas adesões.


Sensacional! Octavia Spencer mereceu o Oscar de melhor atriz coadjuvante e a história é incrível. Mais que recomendado!

One Day

Sinopse
Emma (Anne Hathaway) e Dexter (Jim Sturgees) se conheceram na faculdade, em 15 de julho. Esta data serve de base para acompanhar a vida deles ao longo de 20 anos. Neste período Emma enfrenta dificuldades para ser bem sucedida na carreira, enquanto que Dexter consegue sucesso fácil, tanto no trabalho quanto com as mulheres. A vida de ambos passa por várias outras pessoas, mas sempre está, de alguma forma, interligada.

Esse foi dica da Bia e achei que FOCE morrer de tanto chorar. Levando em consideração que eu choro até em comercial de margarina, desconsiderem esse eufemismo da primeira frase. Mas realmente é uma história linda realmente e suuuuuuuuuuuuuuuuuuper recomendo!

A Invenção de Hugo Cabret

Sinopse
Paris, anos 30. Hugo Cabret (Asa Butterfield) é um órfão que vive escondido nas paredes da estação de trem. Ele guarda consigo um robô quebrado, deixado por seu pai (Jude Law). Um dia, ao fugir do inspetor (Sacha Baron Cohen), ele conhece Isabelle (Chloe Moretz), uma jovem com quem faz amizade. Logo Hugo descobre que ela tem uma chave com o fecho em forma de coração, exatamente do mesmo tamanho da fechadura existente no robô. O robô volta então a funcionar, levando a dupla a tentar resolver um mistério mágico.

Assisti porque pelo trailer achei a história bem interessante e porque também queria saber se merecia os 5 Oscars que levou esse ano. E mereceu. O filme é sensacional, eu que aprendi muito sobre cinema na faculdade me identifiquei demais com esse filme quando eles principalmente contam um pouco da história do… CINEMA! É muito legal, achei que deveria ser um filme um pouco mais curto, mas vale pela história.

Querido Johnn

John Tyree (Channing Tatum) é um jovem soldado que está em casa, licenciado. Um dia ele conhece Savannah Curtis (Amanda Seyfried), uma universitária idealista em férias, por quem se apaixona. Eles iniciam um relacionamento, só que logo John precisará retornar ao trabalho. Dentro de um ano ele terminará o serviço militar, quando poderão enfim ficar juntos. Neste período eles trocam diversas cartas, onde cada um conta o que lhe acontece a cada dia.


Esse já nem é mais novo assim (2010) mas só por esses dias que fui assistir, aliás, não sei se perceberam, mas tirando o Hugo e Histórias Cruzadas, eu só recomendei filmes (suspiros) românticos, esse é bem legal porque você espera um final, depois outro final e no fim acontece aquilo que você menos esperava. Tem em livro também!

Fime: 127 Horas

Fime: 127 Horas

Ontem à noite marido estava de plantão e eu forever alone em casa (buáááá) comecei a procurar por filmes e vi que ia passar 127 Horas no Telecine Pipoca as 22hs (eu nem tinha jantado ainda), como Rick não estava muito afim de ver esse filme, aproveitei então pra assistir sozinha.

Eis a sinopse:

Baseado na história real de como alpinista Aron Ralston lutou para salvar a própria vida após um acidente. Em maio de 2003, Aron (vivido por James Franco) fazia mais uma escalada nas montanhas de Utah, Estados Unidos, quando acabou ficando com seu braço preso em uma fenda. Sua luta pela sobrevivência durante mais de cinco dias (durou 127 horas) foi marcada por memórias e momentos de muita tensão. Dirigido por Danny Boyle, o longa conquistou seis indicações ao Oscar.

E o trailer:


Gente, o filme é sensacional. É claro que em muitas cenas dá uma puuuuta agonia, mas essa é uma das idéias do filme que mostra a vontade e o instinto de sobrevivência de um ser humano numa situação completamente desesperadora como essa. Depois do acidente ele tem a plena consciência de que vai morrer ali e sozinho, mas jamais desiste de lutar, uma frase que pra mim marcou muito é quando ele diz: “Todas as coisas do mundo me levaram a este ponto”.

Durante esse tempo vários fatos da sua vida desde quando ele era apenas um garoto são mostrados durante o filme em seus sonhos ou pensamentos e, é essa a outra essência do filme: valores, acontecimentos certos ou errados do passado, escolhas, caminhos, o instinto de sobrevivência e a capacidade do ser humano de chegar ao extremo por conta disso. É um filme 8 ou 80 – ou você ama ou você odeia, afinal, nem todos vêem da maneira que é pra se ver e pescar as aquelas pequenas coisas que se mostra ao longo da história. 127 Horas me fez lembrar outros que são tão bons quanto – Na Natureza Selvagem é um deles, um dos melhores que já vi. Não vou me prolongar mais senão vou acabar soltando algum spoiler no automático aqui, mas super recomendo, é fantástico.


“Não existe maior força na Terra do que a vontade de sobreviver.”

Dica: O Garoto de Liverpool e Dexter

Dica: O Garoto de Liverpool e Dexter

Falei desse filme umas duas vezes aqui e finalmente consegui assistir na semana passada, vamos primeiro a Sinopse:

John Lennon (Aaron Johnson) é um jovem que não aceita bem as regras impostas na escola e dentro de casa. Abandonado pela mãe quando tinha cinco anos, ele vive com seus tios George (David Threfall) e Mimi (Kristin Scott Thomas). Quando George morre, Lennon é obrigado a viver com Mimi, extremamente austera e sisuda. No funeral do tio ele vê sua mãe (Anne-Marie Duff), que se mantém afastada. Seu primo consegue o endereço dela, o que faz com que Lennon resolva visitá-la. O reencontro com o filho é a realização de um sonho para Julia, que passa cada vez mais seu tempo com ele. Animada e um tanto quanto inconsequente, ela apresenta ao filho o rock’n’roll. Logo, desperta nele a vontade de montar uma banda de rock.

E o trailer:


Gente, o filme é sensacional. Mostra de uma maneira bem detalhada como foi a vida de Johnn Lennon, desde a escola e até ele formar uma banda de Rock. Lennon quando jovem era bem rebelde, namoradeiro e todos os seus problemas e sua personalidade são mostrados de uma maneira bem interessante e que explica muita coisa. Acho que poucos sabem disso, mas Lennon era fã incondicional de Elvis Presley, tanto que, quando ele resolve montar uma banda de Rock no filme ele diz: “Eu vou formar uma banda de rock, quero ser como Elvis”, não vou ficar detalhando mais pra não soltar nenhum spoiler aqui, mas é um filme que super recomendo.

Outro que não posso deixar de lado é a 6º temporada de Dexter. De todas as temporadas essa, pra mim, foi a que teve o melhor final… Pra quem está acompanhando, eis a prévia da season finale:

Dica de filme: Thor

Dica de filme: Thor

Sinopse:

Thor (Chris Hemsworth) estava prestes a receber o comando de Asgard das mãos de seu pai Odin (Anthony Hopkins) quando forças inimigas quebraram um acordo de paz. Disposto a se vingar do ocorrido, o jovem guerreiro desobedece as ordens do rei e quase dá início a uma nova guerra entre os reinos. Enfurecido com a atitude do filho e herdeiro, Odin retira seus poderes e o expulsa para a Terra. Lá, Thor acaba conhecendo a cientista Jane Foster (Natalie Portman) e precisa recuperar seu martelo, enquanto seu irmão Loki (Tom Hiddleston) elabora um plano para assumir o poder. Mas os guerreiros do Deus do Trovão fazem a mesma viagem para buscar o amigo e impedir que isso aconteça. Só que eles não vieram sozinhos e o inimigo está presente para uma batalha que está apenas começando.

Assisti a esse filme no sábado depois de uma mega janta com os amigos no Outback. Thor é uma história recheada de muita ação, ótimos efeitos especiais e uma dosagem certa de humor inteligente. No começo confesso que desdenhei desse filme, não sou fã de filmes da Marvel simplesmente porque não é muito o gênero de filmes que gosto, mas me surpreendeu muito e mesmo pra quem que como eu, não é fã desse gênero eu recomendo super.

Aqui o trailer:

Dica de Filme: Estômago

Dica de Filme: Estômago

Apesar de gostar (mas não amar) filmes brasileiros, poucos realmente me agradam. Essa semana assisti “Estômago” que é um filme de Marcos Jorge lançado em 2007 e acredito que infelizmente poucos conheçam essa obra, eis aqui a sinopse:

Raimundo Nonato (João Miguel) foi para a cidade grande na esperança de ter uma vida melhor. Contratado como faxineiro em um bar, logo ele descobre que possui um talento nato para a cozinha. Com suas coxinhas Raimundo transforma o bar num sucesso. Giovanni (Carlo Briani), o dono de um conhecido restaurante italiano da região, o contrata como assistente de cozinheiro. A cozinha italiana é uma grande descoberta para Raimundo, que passa também a ter uma casa, roupas melhores, relacionamentos sociais e um amor: a prostituta Iria (Fabiula Nascimento).


Eu me surpreendi com o filme. É ótimo. Gostei da ordem cronológica de como ele é contado, a história, a fotografia, o roteiro. Tudo MUITO bem feito. Uma pena um filme como esse não ter o destaque merecido na mídia e como todos os filmes brasileiros, esse tem a sua boa dosagem de palavrões e putarias, mas é uma história muito interessante que te prende do começo ao fim e ainda conta com um elenco de atores muito bons. Pesquisando mais sobre ele, descobri que “Estômago” tem uma modesta lista de prêmios e indicações, pra vocês verem que não estou falando de qualquer filme, dá só uma olhada na “listinha”:

Grande Prêmio Cinema Brasil – 2008
Melhor filme (prêmio do público)
Melhor diretor
Melhor roteiro original
Melhor ator coadjuvante (Fabiula Nascimento)

Festival de Cinema do Rio de Janeiro, Brasil – 2007
Melhor filme
Melhor diretor
Melhor roteiro original
Prêmio especial do júri (Babu Santana)

International Film Festival Rotterdam, Holanda
Lions award – 2008

Prêmio Contigo de Cinema, Brasil
Melhor atriz coadjuvante (Fabiula Nascimento)

17º Festival de Cinema de Biarritz, França
Prêmio do júri

16th Raindance Film Festival, Londres, Inglaterra
Melhor filme estrangeiro

Festival Internacional de Cinema do Funchal, Portugal
Melhor filme (prêmio do público)
Melhor atriz coadjuvante (Fabiula Nascimento)

Festival Internacional de Cinema de Punta del Este, Uruguai – 2008[1]
Melhor filme
Melhor ator (João Miguel)

XI Muestra Internacional de Cine de Santo Domingo, República Dominicana – 2009 – Premio a la mejor Opera Prima

Aqui o trailer:


Recomendadíssimo!

Juliana Esgalha Post por