Arquivo

Filmes

Posts em Filmes.

Sessão Pipoca

MÚSICA DO DIA: BEAT IT – MICHAEL JACKSON

Clique no para ouvir.

Sessão Pipoca

Eu estou com uma lista enorme de filmes que já saíram do cinema e que acabei perdendo e agora tenho que esperar ir pras locadoras pra assistir… Por outro lado, há outra lista enorme de alguns que saíram em DVD e que estou assistindo aos poucos. Assisti dois na semana passada que são ótimos e por isso vou recomendar à vocês:

Contatos do 4º Grau

O desaparecimento de pessoas numa pequena cidade do Alasca desperta a atenção de um estudioso, qua acaba misteriosamente assassinado. Sua esposa, a psicóloga Abigail Tyler (Milla Jovovich), passa a associar as estranhas visões de seus pacientes traumatizados com o crime ocorrido e até então sem solução. Após outro caso de morte, desta vez envolvendo indiretamente a psicóloga, o xerife August (Will Patton) passa a considerá-la suspeita, dando início a um intrigante e assustador “jogo” de perguntas e respostas sobre deuses e alienígenas através das sessões de hipnose.

Gostei desse filme por dois motivos: 1) É baseado em fatos reais 2) Várias cenas do filme são cenas reais dos arquivos e relatos da psicóloga Abigail. É um filme que acreditar ou não é uma escolha sua e que faz pensar em um monte de coisas. Bem mais legal e tenso que “Atividade Paranormal”, super recomendo.

Garota Fantástica

Ellen Page é Bliss Cavender, uma adolescente rebelde do Texas que adora indie rock. Sua mãe (Marcia Gay Harden), uma ex-miss, gostaria que ela participasse de concursos de beleza. Para escapar das ambições maternas, Bliss inscreve-se em um torneio de hóquei feminino, no qual conhece outros jovens como ela.

Sou suspeita em dizer alguma coisa sobre esse filme, porque pra mim todos os filmes que a Ellen Page atua são ótimos. É aquele filme meio adolescente, mas com aquela essência adulta, sem parecer idiota ou chato. A história é super legal e claro, como todos os filmes dela, sempre tem uma boa lição no final. Adorei!

Outro que estou querendo muito assistir e que logo chega às locadoras é “Caças as Bruxas” com o Nicolas Cage – outro ator que eu adoro e que sempre faz bons filmes. Esse é em época medieval (que eu amo!) e Nicolas Cage é um cavaleiro que se junta a um bando de guerreiros encarregados de levar uma garota suspeita de ser bruxa para um distante monastério. Porém, a garota possui estranhos poderes e é aí que a história toda se desenrola… Aqui o trailer:


E vocês, recomendam qual filme?

Filme: Julie & Julia

MÚSICA DO DIA: STOP THE TRAIN – HENRY WOLFE

Clique no para ouvir.

Filme: Julie & Julia

Super recomendação de filme pra vocês, queridos:

Sinopse:


1948. Julia Child (Meryl Streep) é uma americana que passou a morar em Paris devido ao trabalho de seu marido, Paul (Stanley Tucci). Em busca de algo para se ocupar, ela se interessou por culinária e passou a apresentar um programa de TV sobre o assunto. Cinquenta anos depois, Julie Powell (Amy Adams) está prestes a completar 30 anos e está frustrada com a vida que leva. Em busca de um objetivo, ela resolve passar um ano cozinhando as 524 receitas do livro de Julia Child, “Mastering the Art of French Cooking”. Ao longo deste período Julie escreve para um blog, onde relata suas experiências. Fonte: Adoro Cinema

Sempre adorei filmes que são baseados em fatos reais. Julie e Julia é mais um deles. O filme foi feito através da autobiografia “My Life in France” e retrata a vida de Julia Child: uma mulher norte americana, apresentadora de tevê e autora de vários livros de culinária. Julia morou em Paris por conta do trabalho do marido e foi alí que ela descobriu a sua paixão pela culinária. O filme também conta a história de Julie Powell, uma funcionária publica que sem nenhuma expectativa de vida decide criar um novo projeto pessoal: o “Projeto Julie/Julia” que nada mais é um blog no qual ela passou a relatar seu objetivo de cozinhar em 365 dias todas as 524 receitas do livro “Dominando a Arte da Cozinha Francesa” de Julia Child.


O filme retrata a vida dessas duas personagens de uma maneira muito bonita e bem humorada. Pesquisando no youtube encontrei um vídeo da própria Julia Child em 1987 quando ela deu uma entrevista e cozinhou no programa do David Letterman (phyna, néam?): carismática, bem humorada, super querida… Igualzinho como está Meryl Streep (amoooo essa atriz) no papel dela, até o jeito de falar saiu exatamente igual:


Pra quem não viu no cinema, eu recomendo alugar em DVD e assistir. É um filme bonito, divertido, fofo e sem essa coisa piegas como a gente vê muitos filmes por aí, mas que tem aquele toque sublime de história que você tira várias lições de vida!
Site Oficial: Julie & Julia


“Bon Appétit”

Juliana Esgalha Post por

Filme: 2012

MÚSICA DO DIA: BAD ROMANCE – LADY GAGA

Clique no para ouvir.

Filme: 2012

Photobucket

Sinopse:

Escrito por Rolland Emmerich – de Independence Day e O Dia Depois de Amanhã – o filme 2012: O Ano da Profecia, que estreou em novembro nos EUA, promete chocar o público. A história do se baseia na cultura Maia e na sua lenda de que a terra chegará ao seu fim no ano de 2012 – o último do calendário Maia. Desastres naturais, que vão de tsunamis e tempestades a erupções vulcânicas, acabam fazendo do planeta um lugar inabitável. Tudo isso é mostrado no trailer do filme, que conta com excelentes efeitos especiais. Vemos também a destruição de cidades como Las Vegas e Los Angeles e do Vaticano, além do Cristo Redentor caindo aos pedaços. Estão no elenco John Cusack, Amanda Peet, Danny Glover.”

Fonte: Efeito Pop

Elenco:

Amanda Peet (Kate)
Woody Harrelson (Charlie Frost)
Thandie Newton ( Laura Wilson)
Danny Glover ( President Wilson)
Chiwetel Ejiofor ( Adrian Helmsley)
Oliver Platt ( Carl Anheuser)
Morgan Lily ( Lilly)
George Segal (Tony Delgado)
John Billingsley (Professor West)

Pra quem gosta de uma tragédia apocalíptica 2012 é um prato cheio, esse filme é daquele tipo e gênero que só tem graça se visto no cinema! Gostei porque é cheio de efeitos, explosões, tsunamis e terremotos ou seja – uma loucura! – mas é claro que pra um filme de Hollywood eles forçaram bastante! Não gostei muito do final, achei #mimimi demais, esquisito demais; o mundo virado ao avesso e as pessoas pedindo “com licença” e “por favor” no meio de tanta confusão, não é assim que o desespero toca nessas horas! Em todo caso, é uma boa recomendação, principalmente pelo assunto abordado em questão que é toda essa história de previsão do Calendário Maia.


Um pouco de História:

Os Maias viveram na América Central por volta de 550 a.C. e 850 d.C. Nesse período eles construíram templos e um dos seus feitos mais conhecidos são os calendários baseados em referencias astronômicas. Esses calendários são divididos em ciclos de 5.125 anos e subdivididos em 13 ciclos que são chamados de Baktun. Enfim… Conforme segue o calendário Maia, hoje estamos vivendo no ultimo ciclo, ou seja, no décimo terceiro Baktun que encerra em 21/12/2012 denominando como o Fim dos Tempos e, é quando acontecerá o alinhamento astronômico do sol – no solstício de inverno!

Cientistas comprovam explosões solares para 2012 também e que segundo li, ocorre de 11 em 11 anos aproximadamente! O que até agora é cientificamente comprovado, é que tais explosões solares mais fortes – se acontecerem no lado do sol que está de frente com a terra (o sol gira em torno de si mesmo a cada 27 dias) – bloqueiam, e às vezes até destroem, os satélites de comunicações, além de interferirem aqui no planeta em meios de transmissão de energia, de controle e de comunicações também.

Anyway… Não acho que seja assunto pra tanto alarme e muito menos pra se descabelar por conta de que o mundo vai acabar nesta data de 2012, não acredito a ponto dos acontecimentos serem catastróficos tão assim ao pé da letra, apesar de tantas mazelas que a gente vê no mundo eu prefiro ser do lado otimista nessa história toda (ainda bem, né?), mas acredito sim em muitas mudanças das quais já tenham começado a acontecer no nosso planeta!

Novos Vampiros em Lua Nova!

MÚSICA DO DIA: BULLET WITH BUTTERFLY WINGS – SMASHING PUMPKINS

Clique no para ouvir.

Novos Vampiros em Lua Nova!

Os Volturi, clã dos vampiros italianos de Lua Nova, continuação do filme Crepúsculo, foram apresentados, devidamente caracterizados, esta semana:


Michael Sheen (Frost/Nixon) é Aro, o líder do bando. Christopher Heyerdahl (Stargate Atlantis) vive Marcus. Caius é interpretado por Jamie Campbell Bower (RocknRolla – A Grande Roubada). A jovem atriz Dakota Fanning (A Vida Secreta das Abelhas) é Jane e Alec é vivido pelo garoto Cameron Bright (Juno).

Fonte: Revista Monet

Há duas semanas eu comprei os livros, semana passada terminei o primeiro e essa semana já comecei a ler “Lua Nova”, sendo que o filme tem a sua estréia para o dia 20 de novembro deste ano, o que acho bom porque até lá com certeza eu já terminei ler, não ia querer assistir ao filme antes, justamente para não perder a graça, livros sempre surpreendem mais! E sim, eu já virei fã de toda a série Crepúsculo (fã… e não bancando a menininha histérica – que fique bem claro, afinal não tenho mais idade pra esse tipo de mimimi), a história é muito bem escrita e não tem aquele ar adolescente como no filme (podem acreditar!), são livros que eu recomendo, pois te prendem desde a primeira página!

P.S. Só achei que o vampiro Aro está com um ar meio “Família Lima”, não acham?

Frases de Filmes…

MÚSICA DO DIA: NEVER GONNA SAY I’M SORRY – ACE OF BASE

Clique no para ouvir.

Frases de Filmes…

Não sei se já disse isso aqui, mas tenho o estranho hábito de decorar falas de filmes, ao passo que quando um filme também tem uma trilha sonora muito boa, eu me sinto no dever de baixar todas as suas músicas… Ok! Pensando bem, não é tão estranho quanto parece, sempre disse que viver basicamente consiste em ter assistido os filmes certos e a sétima arte de fato! – nos ensina milhões de coisas brilhantes!!!
Gosto também de procurar aquelas frases que às vezes passam desapercebidas, mas quando lidas em algum lugar, de imediato a cena se forma em na nossa mente, encontrei um site com milhões delas e selecionei algumas bem legais, divirtam-se:

Não sei se Deus existe, mas aquele dia no poço eu não estava sozinho! (O Código Da Vinci) – Acho que essa tem, inclusive, no livro!!!!
Se você olhar bem, verá que o mundo todo é um jardim! (O Jardim Secreto)
Introduza um pouco de anarquia. Perturbe a ordem vigente e então tudo se torna um caos. Eu sou um agente do caos. E sabe, a chave do caos é o medo! (Batman – O Cavaleiro das Trevas) – Melhor de todos os Batmans, por sinal
As pessoas esperam que eu faça tudo por elas, mas não percebem que elas têm o poder. Você quer um milagre? Seja um milagre. (Todo Poderoso)
O importante não é o que você sabe, mas o que você pode provar. (Dia de Treinamento) – Muito boooom esse filme!
O que falta em mim é compaixão e piedade, não racionalidade. (Kill Bill – Volume I)
Conheci um homem que disse uma vez que a morte sorri a todos nós. Tudo que podemos fazer é sorrir de volta… (Gladiador)
Eu acho que sentiria a sua falta até mesmo sem te conhecer. (Muito Bem Acompanhada)

Existe uma linha tênue entre coincidência e destino. (A Múmia)
Felicidade só é real, quando compartilhada. (Natureza Selvagem)
Sem o amargo, o doce não seria tão doce. (Vanilla Sky)
Não tenha medo da morte, tenha medo da vida não vivida. (Vivendo na Eternidade)
A vida passa muito depressa, se não paramos para curti-la, ela escapa por nossas mãos. (Curtindo a Vida Adoidado) – Seguidores de Ferris Buller, EU, EU, EU… o/
Não importa o quanto o vento sopre, a montanha jamais se curva diante dele. (Mulan) – Essa é simplesmente perfeita…!!!!
Quando a vida lhe oferece um sonho muito além de todas as suas expectativas, é irracional se lamentar quando isso chega ao fim. (Crepúsculo)
As vezes as pessoas merecem mais que a verdade, merecem ter sua fé recompensada. (Batman – O Cavaleiro das Trevas)
A noite é mais sombria um pouco antes do amanhecer. (Batman – O Cavaleiro das Trevas) – E concordo plenamente, só não sei pq…
Tenho que continuar respirando porque amanhã o sol nascerá. Quem sabe o que a maré poderá trazer? (Náufrago)

Ou se morre como herói, ou vive-se o bastante para se tornar o vilão. (Batman – O Cavaleiro das Trevas) – É… Mais uma!!!
O que fazemos em vida, ecoa na eternidade. (O Gladiador)
A diferença do amor e o ódio é que por ódio você mata… Por amor você morre! (Saída de Mestre) – PERFEITAAAAAA!!!!!
Não são nossos talentos que mostram aquilo que realmente somos, mas sim as nossas escolhas. (Harry Potter e a Câmara dos Segredos)
Uma parte coragem, três partes loucura. (Eragon)
As nossas cicatrizes têm o poder de nos recordar que o passado foi real. (Dragão Vermelho) – É… Tecnicamente sim!!
Não é trágico alguém morrer fazendo aquilo que gosta. (Caçadores De Emoção)
O amor é mais forte que a morte. (Drácula de Bram Stoker)
Amigos entram e saem de nossa vida como garçons num restaurante. (Conta Comigo) – Já vi zilhões de vezes e toda vez eu choro
Alguns homens são grandes, outros tem a grandeza imposta a eles. (Uma Noite no Museu) – Verdade absoluta! Concordam?

Às vezes eu me pergunto se Deus um dia vai nos perdoar pelo que fizemos uns aos outros… mas depois eu olha a minha volta e vejo que ele já nos abandonou a muito tempo. (Diamante de Sangue)
Procuro um momento que dure uma vida. (Casanova)
Muita gente diz eu te amo sem querer dizer nada. (Ghost)
A jornada de mil quilômetros começa com o primeiro passo. (O Rei Leão 3)
Tentei viver a vida o melhor que pude. Acho que consegui! (O Resgate do Soldado Ryan) – Não sou fã do filme, mas a frase é perfeita.
Dizem que entre dez pessoas, uma tem uma arma. Meu trabalho é vender armas para essas outras nove. (O Senhor das Armas)
É possível encontrar a felicidade nas horas mais sombrias, se a pessoa se lembrar de acender a luz. (Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban)
Isto não é voar, é cair com estilo. (Toy Story)
Adoro argumentos, adoro acenar para eles quando passam. (Piratas do Caribe)
Façam um ótimo café da manhã, pois esta noite jantaremos no inferno! (300)

Eu lhe mostro a porta, mas é você que tem que atravessá-la. (Matrix)
Ele é sempre nervoso assim? Não, só quando ele tem que ser o Fuhrer. (A Queda – As Últimas Horas de Hitler)
Todos os homens morrem, mas nem todos os homens vivem. (Coração Valente)
Olhe para nós: Eu congelado, você morta e mesmo assim ainda te amo. (Vanilla Sky)
Não acredito que você passou a vida inteira sem ler João e Maria! (Eu, Robô)
Seis bilhões de pessoas no mundo. Eu mato um e você dá um chilique. (Colateral)
Não diga que sou muito bom pra você. Eu sou, mas não diga. (Closer)
Existem três formas de se fazer as coisas. O jeito certo, o jeito errado e o meu jeito. (Cassino Royale) – James Bond se acha mesmo ehehehe…
Algumas pessoas ouvem suas próprias vozes interiores e vivem de acordo com o que ouvem… essas pessoas tornam-se loucas ou lendas. (Lendas da Paixão)
Não culpo ninguém pelos seus erros, mas exijo que paguem por eles. (Jurassic Park)

Ainda que os amantes se percam, o amor persistirá. (Desejos e Traições)
Até a mais pequena das luzes brilha na escuridão. (Os Seis Signos da Luz)
De que lhe adianta ter asas, se você não pode sentir o vento? (Cidade dos Anjos)
Feche os olhos, mas deixe a mente aberta. (Ponte para Terabítia)
Alguns amigos não podem ser substituídos, felizmente alguns não precisam ser. (Eragon) – Preciso dizer mais alguma coisa?
Você não tem que viver para sempre… Você só tem que viver. (Vivendo na Eternidade) – Simples assim, adoro coisas sublimes
Até mesmo a menor das criaturas pode mudar o rumo do mundo. (Senhor dos Anéis)
Vagará ao mundo dos mortos cego, surdo e mudo e todos dirão esse é Heitor, o tolo que pensou ter matado Aquiles. (Tróia)
Feliz é o destino da inocente vestal, esquecida pelo mundo que ela esqueceu, brilho eterno de uma mente sem lembranças! (Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças) – Eu A-M-O essa frase
Não existe morte pior que o fim da esperança. (Rei Arthur)

O coração de uma mulher é um oceano de segredos. (Titanic)
A inteligência se converte em homens. (Coração Valente)
Não há descrição para o que ele é… (O Silêncio dos Inocentes)
Pode se viver uma vida em um momento. (Perfume de Mulher)
E esse dia será lembrado como o dia em que vocês quase capturaram o Capitão Jack Sparrow. (Piratas do Caribe 2)
Não sei, só sei que foi assim! (O Auto da Compadecida)
O que realmente importa na vida é o que se faz com o tempo que nos é dado. (Senhor dos Anéis – A Sociedade do Anel) – Que sirva de lição pra muita gente!
É impressionante como de repente toda sua vida parece caber numa caixinha desse tamanho! – (Le Fabuleux Destin d’Amélie Poulain)

E vocês, quais suas frases preferidas dos filmes?

Deixem nos comentários!

"Requiem for a Dream"

MÚSICA DO DIA: LUST FOR LIFE – IGGY POP

Clique no para ouvir.

“Requiem for a Dream”

Minha rua é um verdadeiro agito!
Já disse isso aqui, uma vez escrevi um post falando sobre isso e carinhosamente a chamei de Springfield… De fato, mesmo sendo uma rua pequena, coisas estranhas sempre acontecem nela, justamente por ser próximo da avenida, perto no centro ou justamente porque o mundo está perdendo a linha do bom senso mesmo.

Na noite passada foi a vez de um drogado filhinho de papai dar seu show à parte e bem debaixo da minha janela, o elenco do seu drama mexicano também contou com as participações especiais dos seus pais que chegaram em um mega carro importado e muito bem vestidos por sinal. O drogado filhinho de papai contado para vocês no episódio de hoje, se chama André… Que chorou, esperneou, jogou os tênis (importados, eu vi) no meio da rua, xingou e mandou todo mundo pra casa do caralho, assim mesmo – em alto e bom som. Seus pais, aparentemente impassíveis, inertes, apenas balbuciavam: “André, vamos pra casa”, “André, pare com isso”, “André bibibi” e eu que da minha janela, estava esperando um pouco mais de emoção por parte deles, comentei com o Rick: “por quê o pai, que é o dobro do tamanho do filho, não senta a mão na orelha desse muleque logo de uma vez?”. Mas por um momento, aliás, por um longo momento eu tive pena dos pais… Pena porque, não deve ser fácil ter um filho assim, não era legal aquele tipo de situação e dolorido mais ainda… Fiquei com pena principalmente do pai que era um senhor simpático de cabelos brancos e assim como a mãe, os dois estavam nitidamente esgotados de tudo aquilo. Enquanto que na calçada estava o drogado-André-filhinho-de-papai gritando um monte de impropérios e por muitas vezes fazendo-se de coitadinho, de criança mimada que se joga no chão quando o pai se recusa a comprar um doce no mercado.

Logo depois chegou um casal de amigos e pela idade, possivelmente eram amigos do André, tentaram conversar com ele, queriam levá-lo pra casa e André toda hora dizia que ia continuar na rua e só quando quisesse iria pra casa, que estava com o demônio no corpo (ahauaha essa eu ri), que ia roubar se ninguém desse dinheiro pra ele… Coisas assim – frases clichês de um drogado no ápice da sua loucura… Falava “tchau, me esquece” toda hora, mas sempre permanecia no lugar… E tudo isso, de certa forma, foi me irritando porque seus pais não faziam nada, aliás, mal ouvi a voz dos dois… Nem um grito, nem uma repressão, nem uma medida imposta um pouco mais enérgica e à essa altura já havia passado quase duas horas, eu já tinha me cansado daquele show idiota e queria muito ir dormir.

Engraçado que, toda aquela pena que senti dos pais começou a me dar uma certa irritação porque eu percebi que eles simplesmente não iriam fazer nada mesmo: o dia amanheceria, eu ia sair pra trabalhar e ver que tudo estava ainda na mesma merda, pareciam duas samambaias postadas na calçada… Eu agiria diferente, não teria essa paciência absurda e nessas horas você não precisa ser um psicólogo, nem muito menos um terapeuta de família pra notar que se André tornou-se aquela pessoa deplorável que estava jogado alí na calçada, era porque muito provavelmente (apenas uma suposição), seus pais lhe deram muita liberdade (financeira inclusive!), passaram muito a mão na sua cabeça e agora estava tudo cagado na vida daquela família mesmo! Poderia também ser o contrário: proteger demais, repreender demais, mimimis demais… Afinal qualquer coisa em exagero, seja lá o que for, não faz bem pra ninguém!

Enfim… Analises psíquicas à parte, já era tarde da noite e como disse: estava caindo de sono, mas impossibilitada de dormir por conta de toda aquela gritaria vulgar de um lado e a paciência irritante ao extremo do outro… Até que André – o protagonista da trama, gritou mais alto, mandou todo mundo pros piores lugares que vocês podem imaginar mais um vez, repetiu que ia roubar o primeiro que aparecesse na frente dele, pediu uma garrafa de pinga e aí… Bom… E aí que eu me irritei de vez e chamei a polícia. Chega dessa palhaçada, néééammmm? Acho que os pais dele estavam precisando se livrar logo daquela situação, não mereciam aquilo por mais que talvez tivessem errado na educação do filho. Liguei e disse que tinha um drogado na minha rua completamente louco e que fazia mais de duas horas que os pais e os amigos estavam tentando levar ele pra casa… Sete minutos depois lá estava uma viatura da polícia com dois policiais na minha rua e estranhamente André – que estava tão agressivo e machão com todo mundo, baixou a guarda e ficou bem quietinho. Nem mencionou pro senhor guarda que iria roubar o primeiro que aparecesse na frente dele. Notei que André, por mais louco que se mostrasse não comeu merda, nem bateu de frente com os policiais, sinal de que à essa altura não estava mais tãããão louco assim, era falta de uma boa piaba na orelha mesmo, uns sacodes… Coisa que, infelizmente, não aconteceu. André merecia isso, uns bons tabefes dos pais!

Dois minutos foram suficientes pra André que demorou mais de duras pra obedecer os pais, entrar no carro e ir embora! Assim mesmo, simples e prático! O adorável silêncio e a querida tranqüilidade estavam de volta em “Springfield”.
Mundo besta! Esse tipo de assunto fica muito bom em tema pra filme, porque na vida real é bem chato de ser ver, pensei… Escovei os dentes e fui dormir!


Trailer do filme “Requiem For a Dream”

Filme: Operação Valquíria

MÚSICA DO DIA: BLING – THE KILLERS

Clique no para ouvir.

Filme: Operação Valquíria

Bom filme na Quarta-Feira?
Ah, eu mereço!!!

Fomos ao cinema com os amigos Melissa e Daniel, assistir Operação Valquíria e só me desloquei diretamente do trabalho para o Cinemark do shopping, porque eu sabia que não teria nada de decente passando na televisão e principalmente porque, eu tinha certeza que este é um excelente filme!

Não errei em nada!

Baseado em fatos reais, o filme descreve a ação de um grupo de oficiais que durante a Segunda Guerra Mundial planeja assassinar Hitler e enfim… Não vou ficar fazendo papel de Spoiller aqui, mesmo porque é um filme que vale a pena pagar cada centavo pra assistir no cinema, portanto, fica registrado a minha recomendação de uma produção cinematográfica realmente boa à vocês.

Pra quem se interessar eis o trailer:

No mais, estou em contagem regressiva para o feriado e principalmente para o meu merecido e tão esperado descanso, sendo assim, não esperem atualizações por esses dias, mas prometo registrar tudo nos mínimos detalhes assim que voltar!

Cuidem-se crianças, e…
Usem camisinha, ráááá!