Arquivo

Filmes

Posts em Filmes.

Filme: Chico Xavier

Filme: Chico Xavier

Esse mês o canal Telecine está passando o filme do Chico Xavier!! Não me interessei em ver quando estava no cinema, mas ontem eu resolvi assistir.

Genthy, o filme é emocionante!

Eu não sou praticante de nenhuma religião, acredito sim em Deus, mas em muitos aspectos sempre gostei e me identifico muito do espiritismo. O filme conta toda a trajetória da vida de Chico e dos caminhos que ele precisou seguir e descobrir para aprender a lidar com esse dom espírita (que ele já tinha desde muito criança) e que conseqüentemente ajudou muita gente!


Matheus Costa que faz o Chico Xavier criança, Ângelo Antonio que faz o Chico jovem e Nélson Xavier que faz o Chico já envelhecido (ficou completamente idêntico) deram um show de interpretação na história e acho isso bárbaro, porque é por aí que você descobre o que é um ator de verdade! O filme tem uma história emocionante (chorei muito) que mistura fé, humildade, (des)crença, sabedoria e até algumas dosagens de humor por parte do guia espiritual de Chico Xavier.


Cinema brasileiro de um bom tempo pra cá vem me surpreendendo de uma maneira bem positiva e com certeza esse é um filme que vale a pena assistir. Recomendo! =)

Juliana Esgalha Post por

Dica de Filme

Dica de Filme

Vou falar sobre o filme The Girl Next Door (2007) traduzido como A Vizinha para o título em português que assisti tem pouco tempo, mas antes de mais nada não confundam com aquele porcaria de 2004 (Show de Vizinha ou algo assim) pois são histórias totalmente diferentes, eis a sinopse:

Estados Unidos, anos 50. Meg e Susan são duas irmãs que perdem os pais em um acidente automobilístimo e, por uma ordem judicial, passam a morar na casa de uma tia liberal, chamada Ruth. Acontece que Ruth é uma mulher perturbada, que defende radicalmente seus 3 filhos homens, e a partir daí passa a infernizar a vida das garotas, em especial Meg, que passa a ser alvo de torturas físicas e psicológicas. A única esperança das garotas é David, um garoto vizinho da família e testemunha das atrocidades que passam a ser praticadas contra Meg e Susan no porão da casa de Ruth, por ela, seus filhos e outros jovens sádicos da vizinhança. De algum modo ele vai tentar ajudar as irmãs, mas pode acabar pagando caro por isso.


O filme é baseado numa história real. Completamente perturbador e pesado, daquelas histórias que te revoltam mesmo. Mas muito bom pela produção, história e elenco. Eu não sou de assistir muitos filmes desse tipo, porque depois eu fico bolada, é sério (assim como fiquei com esse), mas recomendo pra vocês.

Juliana Esgalha Post por

Filmes

Filmes

People, fiz uma listinha básica de filmes que assisti (um deles há muito tempo já, mas ganhei o DVD de presente do meu amigo) e que quero recomendar à vocês:


Robin Hood

Robin Longstride (Russell Crowe) integra o exército do rei Ricardo Coração de Leão (Danny Huston), que está em plenas cruzadas. Após a morte do rei, ele consegue escapar juntamente com alguns companheiros. Em sua tentativa de fuga eles encontram Sir Robert Loxley (Douglas Hodge), que tinha por missão levar a coroa do rei a Londres. Loxley foi atacado por Godfrey (Mark Strong), um inglês que serve secretamente aos interesses do rei Filipe, da França. À beira da morte, Loxley pede a Robin que entregue a seu pai uma espada tradicional da família. Ele aceita a missão e, vestido como se fosse um cavaleiro real, parte para Londres. Após entregar a coroa ao príncipe João (Oscar Isaac), que é nomeado rei, Robin parte para Nottingham. Lá conhece Sir Walter (Max von Sydow) e Marion (Cate Blanchett), respectivamente pai e esposa de Loxley.

Foi um dos melhores filmes que eu vi esse ano!!! Aliás, finalmente fizeram um filme medieval decente pro cinema, o ultimo bom desse gênero – na minha opinião – foi Coração Valente, depois só vieram porcarias. Robin Hood tem umas cenas de batalhas muito bem feitas, me simpatizei mais por Russell Crowe (coisa que antes eu não ia muito com a cara dele), que fez um ótimo papel e acredito que esse seja um dos melhores filmes da sua carreira. O filme conta uma história de Robin Hood com mais conteúdo e não só apenas aquilo que todo mundo conhece de tirar dos ricos para dar aos pobres que ficou super piegas no filme de 1991 interpretado por Kevin Costner (affe!). Gostei bastante desse!


Dupla Implacável
(o título original dele é From Paris With Love, “tudo” a ver, néam?).

James Reece (Jonathan Rhys Meyers) é o assistente pessoal do embaixador americano na França e leva uma vida pacata e confortável em Paris. Seu sonho é se tornar um agente da CIA, onde poderia ter mais ação ao realizar seu trabalho. Sua vida muda quando é designado como o novo parceiro de Charlie Wax (John Travolta), que precisa deter um ataque terrorista. A partir de então Charlie guia James em uma perseguição pelo submundo parisiense, para cumprir sua missão.

Esse é aquele tipo de filme que você nem pisca quando está assistindo e ainda se ajeita melhor no sofá porque é de tirar o fôlego. Sério! Gostei bastante desse e com Jonathan Rhys Meyers (sim, o bonitão de The Tudors) e John Travolta no elenco com certeza é uma garantia de um bom filme, suuuuuuper recomendo à vocês.


A Praia

Em um hotel barato de Bangcoc Richard (Leonardo DiCaprio) conhece Françoise (Virgine Ledoyen) e Étienne (Guillaume Canet), um casal de franceses. Ele também encontra Patolino (Robert Carlyle), um viajante mais velho marcado por anos de sol e drogas. De forma paranóica Patolino conta a Richard a improvável história de uma ilha secreta, um paraíso na Terra, a praia perfeita sem a presença de turistas. No dia seguinte, Richard encontra um mapa desenhado a mão da ilha descrita por Patolino preso na sua porta. Ele vê nisto “algo diferente”, pois não pretende fazer a mesma coisa que todos os outros turistas, assim Richard vai procurar Patolino e descobre que ele se suicidou cortando os pulsos. Richard persuade Françoise e Etienne a se juntarem a ele em uma viagem seguindo o mapa de Patolino. Para irem até “a praia” eles arriscam suas vidas ao nadarem em mar aberto de uma ilha para outra, se arrastando e correndo de guardas armados, que vigiam uma plantação de maconha, e pulando de uma cachoeira, mas ao chegarem ao sonhado destino encontram uma pequena comunidade de viajantes, que como eles encontrou “a praia” e vivem em segredo. Eles recebem as boas-vindas do grupo e esta parte da ilha paradisíaca se torna a casa deles, deixando para trás o mundo que conheciam. Mas na realidade este céu na Terra não é tão perfeito. Conflitos pessoais e ciúmes criam uma violenta rivalidade e trágicos eventos dividem a comunidade. Bastante isolado e transtornado, Richard não sabe o que fazer, pois o sonho se tornou um pesadelo e o paraíso virou um inferno. Agora sua única meta é partir. Mas a fuga não será fácil, pois “a praia” é um lugar secreto, que alguns defenderão até a morte.

Esse filme é de 2000 eu já assisti 450 milhões de vezes, mas estou escrevendo sobre um não-lançamento aqui porque essa semana eu ganhei do DVD de presente do meu amigo e fiquei muito-feliz-pra-caramba. Aliás, quase ninguém gosta desse filme do Leonardo DiCaprio, mas na minha opinião é um dos melhores dele. Tem uma história muito interessante com diálogos que fazem você refletir, cenas belíssimas e trilha sonora idem. Esse com certeza faz parte da minha lista de filmes preferidos e vale até o trailer pra vocês darem uma olhada:


Também estou com “Os Mercenários” pra ver – aquele que Stallone fez uma declaração polêmica durante das filmagens aqui no Brasil, mas como ainda não assisti vou esperar pra ver se merece uma indicação ou uma debulhação aqui no blog. De fato não ouvi boas indicações sobre ele, mas vou assistir mesmo assim pra dependendo do que eu achar, poder falar mal depois (assim como fiz com a porcaria do Jean Charles) mmmmmehehehehehe.

Juliana Esgalha Post por

Overdose de Filmes

Overdose de Filmes

Fiquei arrepiada quando vi o trailer de “O Garoto de Liverpool” ontem:

Sinopse
Com Aaron Johnson, Kristen Scott Thomas e Thomas Sangster. John é um jovem inteligente e solitário, que vive pelas ruas da agitada Liverpool. Criado pela tia Mimi (Kristin Scott Thomas), John encontra no Rock’n’roll, um lugar para expor seus dilemas e sua energia. Ao lado de Paul (Thomas Sangster), sua melhor sintonia, que o garoto de Liverpool conquista o mundo como um dos mais polêmicos integrantes dos Beatles. Estréia prevista para 1º de outubro no Brasil. Direção de Sam Taylor-Wood.

Eu quero muito.com ver esse filme, uma vez que sou Beatlemaníaca também. Legal que mostrará cenas de Liverpool e principalmente irá contar a vida de Lennon que poucos mortais conhecem. Esse quero ver no cinema!

Aproveitando a deixa eu fiz pra vocês uma listinha básica de filmes que assisti há pouco ou há muito (nem tanto) tempo, mas que nunca comentei aqui por puro relapso mesmo… De qualquer forma, (quase) todos são recomendáveis:

Busca Implacável (com Liam Neeson, A-DO-RO esse ator e vê-lo dando porrada em todo mundo no filme foi algo beeeeeem legal, a história é bem dinâmica)
Bem Vindo à Prisão (do tipo comédia inteligente, já tem um tempão que eu assisti e toda vez que passa eu assisto de novo)
Hell – Paris (um cult muitooooo legal, assisti pela segunda vez essa semana num dos meus momentos de insônia e tem umas cenas lindas de Paris)
A Estrada (Com Viggo Mortensen, muitoooo legal e serviu pra eu tirar um pouco a imagem dele de Aragorn da minha cabeça ehehehehe)
[REC] (meu amigo que emprestou, filme espanhol de terror quase sempre é muito bom, pelo menos eu acho… Esse vale por alguns sustos)
Perigo em Bangkok (com Nicolas Cage, ele sempre faz bons filmes e esse é mais um, tem um final alternativo também que por sinal eu gostei mais)
Alice no País das Maravilhas (poxa vida… muita mancada minha não ter escrito nada sobre esse filme quando estava no auge, uma vez que foi tão comentado e serviu de inspiração pra tanta coisa, mas eu amei super, adorei o Depp de Chapeleiro).
Fim dos Tempos (história muito legal também, é do tipo apocalíptico e se você não gosta de filmes assim então não assista, eu gosto muito eh-eh)
Onde Vivem os Monstros (eu esperei TANTO desse filme, tinha TANTO pra ser uma história boa, daquelas apaixonantes e não foi nada disso… Não gostei. Descobri depois nos créditos finais que um dos produtores do filme é o Tom Hanks, acho melhor ele continuar atuando somente)

Se eu lembrar mais de algum edito aqui.

Juliana Esgalha Post por

Robin Hood e Lost

MÚSICA DO DIA: BEAUTIFUL DAY – U2

Clique no para ouvir.

Robin Hood e Lost

O 63º Festival de Cannes desse ano escolheu Robin Hood como filme de abertura e que por conta disso, todo mundo acabou achando uma atitude bem estranha, uma vez que na história, os Franceses são os vilões do filme. Russel Crowe não poupando suas ironias à imprensa disse o seguinte: “Podemos nos perguntar qual era a principal motivação de Robin Hood, se era econômica ou política. Creio que hoje ele escolheria como principal inimigo a mobilização da mídia”.


Russell Crowe e Cate Blanchett em entrevista em Cannes.

Enfim…

Comentários a parte, eu vi o trailer ontem e por AMAR esse gênero de filmes – gostei bastante, tomara que não seja mais um daqueles que só o trailer vale à pena e o filme acabe sendo uma bosta! Na minha opinião o ultimo filme épico (ou medieval, sei lá) realmente decente foi Coração Valente… Depois dele, nenhum mais me agradou a ponto de fazer elogios do tipo: “nossa-que-puta-filmão”, mas acho que esse Robin Hood será diferente e estou dando créditos à ele. “Tudo o que você sabe sobre Robin Hood está errado”, diz Russell Crowe. E tomara mesmo, pois espero que seja BEM diferente daquele Robin Hood bomba interpretado por Kevin Costner combinado com aquela trilha terrível do Bryan Adams, affe… #vomitofeelings!

Whatever, esse eu quero ver no cinema, vejam o trailer:


Agora falando em seriados eu preciso dizer: Estou chocada com os episódios da ultima temporada de Lost. Pra quem como eu, acompanha Lost desde o começo, com certeza deve estar partilhando do mesmo choque que o meu mmmeheheheh.

Photobucket

Ontem assistimos o 14º episódio e estou acompanhando pelo canal AXN mesmo ao invés de aderir aos genéricos baixados pela internet. Andei lendo algumas noticias sobre o ultimo episódio, mas estou fugindo dos spoilers, afinal, já que essa é a ultima temporada pra que querer saber tudo antes, néam? Com certeza é um seriado que quando acabar eu vou sentir muita falta!

Juliana Esgalha Post por

Sessão Pipoca

MÚSICA DO DIA: BEAT IT – MICHAEL JACKSON

Clique no para ouvir.

Sessão Pipoca

Eu estou com uma lista enorme de filmes que já saíram do cinema e que acabei perdendo e agora tenho que esperar ir pras locadoras pra assistir… Por outro lado, há outra lista enorme de alguns que saíram em DVD e que estou assistindo aos poucos. Assisti dois na semana passada que são ótimos e por isso vou recomendar à vocês:

Contatos do 4º Grau

O desaparecimento de pessoas numa pequena cidade do Alasca desperta a atenção de um estudioso, qua acaba misteriosamente assassinado. Sua esposa, a psicóloga Abigail Tyler (Milla Jovovich), passa a associar as estranhas visões de seus pacientes traumatizados com o crime ocorrido e até então sem solução. Após outro caso de morte, desta vez envolvendo indiretamente a psicóloga, o xerife August (Will Patton) passa a considerá-la suspeita, dando início a um intrigante e assustador “jogo” de perguntas e respostas sobre deuses e alienígenas através das sessões de hipnose.

Gostei desse filme por dois motivos: 1) É baseado em fatos reais 2) Várias cenas do filme são cenas reais dos arquivos e relatos da psicóloga Abigail. É um filme que acreditar ou não é uma escolha sua e que faz pensar em um monte de coisas. Bem mais legal e tenso que “Atividade Paranormal”, super recomendo.

Garota Fantástica

Ellen Page é Bliss Cavender, uma adolescente rebelde do Texas que adora indie rock. Sua mãe (Marcia Gay Harden), uma ex-miss, gostaria que ela participasse de concursos de beleza. Para escapar das ambições maternas, Bliss inscreve-se em um torneio de hóquei feminino, no qual conhece outros jovens como ela.

Sou suspeita em dizer alguma coisa sobre esse filme, porque pra mim todos os filmes que a Ellen Page atua são ótimos. É aquele filme meio adolescente, mas com aquela essência adulta, sem parecer idiota ou chato. A história é super legal e claro, como todos os filmes dela, sempre tem uma boa lição no final. Adorei!

Outro que estou querendo muito assistir e que logo chega às locadoras é “Caças as Bruxas” com o Nicolas Cage – outro ator que eu adoro e que sempre faz bons filmes. Esse é em época medieval (que eu amo!) e Nicolas Cage é um cavaleiro que se junta a um bando de guerreiros encarregados de levar uma garota suspeita de ser bruxa para um distante monastério. Porém, a garota possui estranhos poderes e é aí que a história toda se desenrola… Aqui o trailer:


E vocês, recomendam qual filme?

Juliana Esgalha Post por

Filme: Julie & Julia

MÚSICA DO DIA: STOP THE TRAIN – HENRY WOLFE

Clique no para ouvir.

Filme: Julie & Julia

Super recomendação de filme pra vocês, queridos:

Sinopse:


1948. Julia Child (Meryl Streep) é uma americana que passou a morar em Paris devido ao trabalho de seu marido, Paul (Stanley Tucci). Em busca de algo para se ocupar, ela se interessou por culinária e passou a apresentar um programa de TV sobre o assunto. Cinquenta anos depois, Julie Powell (Amy Adams) está prestes a completar 30 anos e está frustrada com a vida que leva. Em busca de um objetivo, ela resolve passar um ano cozinhando as 524 receitas do livro de Julia Child, “Mastering the Art of French Cooking”. Ao longo deste período Julie escreve para um blog, onde relata suas experiências. Fonte: Adoro Cinema

Sempre adorei filmes que são baseados em fatos reais. Julie e Julia é mais um deles. O filme foi feito através da autobiografia “My Life in France” e retrata a vida de Julia Child: uma mulher norte americana, apresentadora de tevê e autora de vários livros de culinária. Julia morou em Paris por conta do trabalho do marido e foi alí que ela descobriu a sua paixão pela culinária. O filme também conta a história de Julie Powell, uma funcionária publica que sem nenhuma expectativa de vida decide criar um novo projeto pessoal: o “Projeto Julie/Julia” que nada mais é um blog no qual ela passou a relatar seu objetivo de cozinhar em 365 dias todas as 524 receitas do livro “Dominando a Arte da Cozinha Francesa” de Julia Child.


O filme retrata a vida dessas duas personagens de uma maneira muito bonita e bem humorada. Pesquisando no youtube encontrei um vídeo da própria Julia Child em 1987 quando ela deu uma entrevista e cozinhou no programa do David Letterman (phyna, néam?): carismática, bem humorada, super querida… Igualzinho como está Meryl Streep (amoooo essa atriz) no papel dela, até o jeito de falar saiu exatamente igual:


Pra quem não viu no cinema, eu recomendo alugar em DVD e assistir. É um filme bonito, divertido, fofo e sem essa coisa piegas como a gente vê muitos filmes por aí, mas que tem aquele toque sublime de história que você tira várias lições de vida!
Site Oficial: Julie & Julia


“Bon Appétit”

Juliana Esgalha Post por