Arquivo

Seriados

Posts em Seriados.

Final de Lost + Livros

MÚSICA DO DIA: SING – TRAVIS

Clique no para ouvir.

Final de Lost + Livros

Antes de escrever sobre o post de hoje, vou falar de cara o que achei sobre a final de Lost: assim como todos os episódios de todas as temporadas, Lost sempre foi surpreendente e como o final, não poderia ter sido diferente… Pelo menos para mim o efeito foi esse, portanto: eu gostei SIM!

Embora algumas pessoas achassem que o final deveria ter sido outro pelo fato de não terem entendido muito bem ou por acharem que sua teoria seria a melhor para um ultimo episódio, talvez interpretassem o “The End” de outra forma, por outro ângulo… E na boa; debater sobre isso vai acabar virando uma discussão desnecessária (como quase já virou hoje com um amigo-cabeça-dura). Encontrei esse texto no G1 que explica muito bem o que realmente aconteceu (ou o que eu entendi, não importa), em todo caso deixarei reforçados alguns trechos aqui:

“Após “The end”, a ilha pode ser encarada como um lugar de redenção. A realidade paralela (realidade paralela = aquela vida do vôo que o avião não caiu, que chegou a Los Angeles, mostrado na 6ª temporada) seria um purgatório, um ritual de passagem para o céu, o paraíso ou qualquer outro nome religioso que exista para definir a vida após a morte O vitral da igreja, com diversas religiões retratadas, reforça essa teoria. (eu achei isso bem interessante)

Como explica Christian Shepard ao filho Jack, na emocionante cena final, a igreja é um lugar em que todos chegaram juntos para que pudessem encontrar uns aos outros na realidade paralela, pois a parte mais importante da vida de cada um foi o tempo que passaram juntos na ilha. (Logo tudo aquilo aconteceu sim, a ilha não era o purgatório e todos estavam vivos, exceto é claro, aqueles que durante a história morreram mesmo – como Charlie ou Shannon, e também estavam vivos quando sairam pela 1ª vez de lá, viveram fora por 3 anos e voltaram).

No começo do ano, os produtores executivos Carlton Cuse e Damon Lindelof adiantaram que o 6º ano de “Lost” teria uma relação maior com a 1ª temporada. E que o restante deveria ser encarado como parte de uma grande jornada, de uma experiência à parte. O foco não seria responder aos mistérios, mas fornecer um bom final aos personagens. (Portanto colega, se você assistiu o final só pensando nas respostas para os mistérios, enigmas e suas duvidas, certamente foi mais um membro pro time dos que odiaram o “The End” de Lost).

Esqueça a Iniciativa Dharma, o templo ou as viagens no tempo de Faraday. Essas questões continuarão a fazer parte de um universo mantido apenas pelos fãs – que, aliás, desde que a série nasceu foram responsáveis por criarem na internet teorias muito superiores àquela sugerida em “The end” ou em outros episódios. (…) Afinal, como se sabe muito bem em “Lost”, o que aconteceu, aconteceu. Mesmo que a gente não saiba exatamente o quê.” (Talvez seja por isso que existam milhões de fóruns de discussões, não é mesmo? Achou isso um absurdo? Eu não!)

Fonte: G1


Na minha opinião o final foi perfeito e não poderia ter tido um outro melhor. Pra mim Lost, com certeza, foi a melhor série que já assisti!

Em tempo… Vou falar rapidinho dos livros que estou lendo da série “House of Night” recomendado pela minha querida amiga Kellen. A história é sobre vampiros, que quando humanos são marcados e vão para a Morada da Noite… Enfim, não vou ficar entrando em maiores detalhes mas, basicamente é uma história contada numa linguagem mais adolescente (ok, não torçam o nariz antes de saberem mais).

Porém, o que muito me surpreendeu é a dinâmica da trama. Harry Potter também é adolescente e (inclusive) amado por muita gente grande, entretanto, na minha opinião JK Rowling usou a mesma receita de bolo em todas as histórias (tanto que eu não consegui passar do 3º livro), diferente de House of Night que cada capítulo é um babado novo acontecendo e foi isso que mais me agradou.

Se não me engano essa série terá 9 volumes e hoje mesmo eu começo a ler o 4º livro (Indomada), portanto fica aqui a minha recomendação pra quem gosta de uma boa leitura (daquelas que fluem tão bem que quando você menos percebe, terminou de ler mais uma história) e não se apega apenas naqueles livros “cult” demais só pra pagar de (pseudo)intelectual com os amiguinhos, afinal de contas o que pode ser legal para um, pode não ser para o outro, mas o que concordamos é que a leitura é sempre uma boa pedida, não é mesmo minha gente?!

Robin Hood e Lost

MÚSICA DO DIA: BEAUTIFUL DAY – U2

Clique no para ouvir.

Robin Hood e Lost

O 63º Festival de Cannes desse ano escolheu Robin Hood como filme de abertura e que por conta disso, todo mundo acabou achando uma atitude bem estranha, uma vez que na história, os Franceses são os vilões do filme. Russel Crowe não poupando suas ironias à imprensa disse o seguinte: “Podemos nos perguntar qual era a principal motivação de Robin Hood, se era econômica ou política. Creio que hoje ele escolheria como principal inimigo a mobilização da mídia”.


Russell Crowe e Cate Blanchett em entrevista em Cannes.

Enfim…

Comentários a parte, eu vi o trailer ontem e por AMAR esse gênero de filmes – gostei bastante, tomara que não seja mais um daqueles que só o trailer vale à pena e o filme acabe sendo uma bosta! Na minha opinião o ultimo filme épico (ou medieval, sei lá) realmente decente foi Coração Valente… Depois dele, nenhum mais me agradou a ponto de fazer elogios do tipo: “nossa-que-puta-filmão”, mas acho que esse Robin Hood será diferente e estou dando créditos à ele. “Tudo o que você sabe sobre Robin Hood está errado”, diz Russell Crowe. E tomara mesmo, pois espero que seja BEM diferente daquele Robin Hood bomba interpretado por Kevin Costner combinado com aquela trilha terrível do Bryan Adams, affe… #vomitofeelings!

Whatever, esse eu quero ver no cinema, vejam o trailer:


Agora falando em seriados eu preciso dizer: Estou chocada com os episódios da ultima temporada de Lost. Pra quem como eu, acompanha Lost desde o começo, com certeza deve estar partilhando do mesmo choque que o meu mmmeheheheh.

Photobucket

Ontem assistimos o 14º episódio e estou acompanhando pelo canal AXN mesmo ao invés de aderir aos genéricos baixados pela internet. Andei lendo algumas noticias sobre o ultimo episódio, mas estou fugindo dos spoilers, afinal, já que essa é a ultima temporada pra que querer saber tudo antes, néam? Com certeza é um seriado que quando acabar eu vou sentir muita falta!

Lost: 6º (e ultima) Temporada!

MÚSICA DO DIA: JUMP – MADONNA

Clique no para ouvir.

Lost: 6º (e ultima) Temporada!

Amanhã dia 09/02 estréia na AXN e 6º e ULTIMA temporada de Lost!


Eu acompanho vários seriados e adoro, mas de todos que assisto ou já assisti, na minha opinião, Lost foi com certeza o mais instigante, intrigante e o melhor deles.

Desde a primeira temporada, TODO episódio foi marcado por mistérios, enigmas e sacadas subliminares que te prendem na tela e você não consegue mais parar de assistir… Sem contar os personagens: todos eles das mais diferentes vidas e personalidades, mas que de uma forma louca tiveram suas vidas cruzadas antes de chegarem na ilha!!! Sempre tem pelo menos um desses personagens que a gente acaba se identificando, tanto os mocinhos como os vilões e talvez seja por esses motivos que Lost arrastou milhões de telespectadores e se tornou um dos seriados de maior sucesso na história da tevê.

A cada final de temporada eu entrava num processo de ansiedade louca esperando pela próxima, acabava o ultimo episódio e eu comentava indignada: “não acredito que acabou JUSTO agora!!!!!” mas essa era a idéia, só que acompanhou todos os episódios desde o começo entende o que eu estou falando!

E por acompanhar todas as temporadas, tive que voltar alguns episódios também porque é muita história, muita informação e muitos acontecimentos rolando todos ao mesmo tempo, li spoilers, notícias, curiosidades na internet e em revistas que acabei comprando, criei as minhas próprias teorias, debati com quem também assiste e gostei mais de algumas temporadas do que outras, porém apesar de tantos seriados de sucesso que eu adorooo assistir e que são ótimos, Lost virou o meu preferido! Amanhã sinceramente vou abrir mão de Big Brother e de qualquer outra coisa na tevê pra assistir o primeiro episódio da ultima temporada.

Quem acompanha ou é Lostmaníaco como eu, não se esqueça que a estréia é amanhã dia 09/02 as 21:00 hs da AXN

Dexter

MÚSICA DO DIA: LIFT ME UP – MOBY

Clique no para ouvir.

Dexter

Dexter é uma série é baseada no livro Darkly Dreaming Dexter, de Jeff Lindsay, e conta a história de Dexter Morgan (interpretado por Michael C. Hall), um assassino em série que trabalha como analista forense especialista em padrões de dispersão de sangue, no departamento de polícia de Miami.
A primeira temporada já passou aqui no Brasil, a segunda temporada já está sendo exibida todas as quintas-feiras às 10 horas pela FX Brasil. Dexter por ser um profissional forense em análise sanguínea e de trabalhar no Departamento de Polícia de Miami, de um modo bem meticuloso e sem pistas, mata criminosos que a polícia não consegue fazer Justiça. A série narra toda a trajetória de sua vida dupla por meio de flashbacks e, aos poucos, vão-se desvelando diversos segredos dos personagens, criando um ambiente de constante suspense com muitas frases irônicas quando trata-se de seu pensamento.

A primeira temporada mostra um Dexter, indeciso entre sua personalidade assassina e a relação afetuosa que mantém com sua namorada e os filhos dela. A trama é completada com os conflitos e afetuosidade existentes entre o protagonista e sua irmã de criação – filha do policial que adotou Dexter quando criança e lhe impôs um rígido código de conduta para conter seus impulsos homicidas.

Já na segunda temporada está centrada na tênue linha que protege o lado negro de Dexter da punição da Justiça e aborda uma visão diferente de justiceiro, afinal, Dexter, é um serial killer que mata com requintes de crueldade (a-do-ro!) e que oscila entre o insensível e ser afetuoso e com todos que dependem dele.

No site da Fox há mais informações sobre o seriado e está recheado com fotos e trailers, vale à pena conferir!

Prêmios:

AFI Awards — Programa de TV do Ano — Seleção Oficial.
IGN – Melhor Programa Nova
IGN – Melhor Ator – Michael C. Hall
IGN – Melhor Vilão – The Ice Truck Killer
IGN – Melhor Personagem – Dexter Morgan
Satellite Awards — Melhor Atriz Coadjuvante em Série — Julie Benz

Em suma: é aquele típico seriado que você começa a assistir, não consegue mais parar e fica se coçando de ansiedade pra saber o que irá acontecer nos próximos episódios, não custa também dizer que de certa forma, todo mundo se identifica pelo menos um pouco com Dexter Morgan!

Lost, pets e afins

MÚSICA DO DIA: SUNDAY MORNING – BOLSHOI

Lost, pets e afins

Adivinhem QUEM já tem os primeiros 3 episódios da 4ª temporada de LOST?


“Ah minha nossa, quem??”

Euzinha aqui, ora essa!

E, porém, não assistimos ontem por motivos simples: fomos devolver os dvd’s dos outros filmes na locadora, jantamos tarde e quando dei por conta da hora já estava caindo de sono.
Assistiremos na quarta-feira sem falta e sem mais delongas pq hoje, há alguns outros motivos simples tbm: Rick – meu amado chegará mais tarde do trabalho, eu tenho algumas coisas para por em ordem aqui em casa e por ultimo e não menos importante – é o paredão do Big Brother (aaaai, como me odeio por gostar dessa porcaria), além do que, gosto de assistir esse tipo de programa com calma, numa boa e sem interrupções.

Esqueci de dizer, mas na semana passada eu ganhei um peixinho do Rick – meu amado e quem melhor do que eu – que AMA animais – pra ganhar um presente desses, não é mesmo?
Já ficou como presente de aniversário (isso pq meu aniversário é só no final de março rsrsrs, eis a foto), esse ano decidimos não gastar com presentes (caros, devo informar) de qualquer ocasião ou data, cortamos alguns gastos e enfim…
Toda essa contenção monetária tem um (ótimo) motivo afinal de contas, mas por ora, prefiro fazer a lei do silêncio, pq penso que pra tudo nessa vida tem a sua hora certa… Seja pra falar, pra decidir, pra planejar, pra acontecer, pra comer, enfim… Seja pro que for, e o que apenas posso adiantar é que terei milhões de coisas pra contar à vc’s…

É, mas em breve.

LOST – 4ª TEMPORADA

MÚSICA DO DIA: IN BLOOM – NIRVANA

LOST – 4ª TEMPORADA

Agora vai:

Depois de exatos 253 dias, data de exibição do último episódio da 3ª temporada, Lost estreou dia 31/01 no canal americano ABC.
Diferente dos anos anteriores, agora a série será exibida às quintas-feiras, às 24:00 (horário de Brasília). A temporada estréia com o episódio “The Beggining of the End” (O Começo do Fim).

E só pra garantir que a greve dos roteiristas acabou:

Michael Eisner, ex-presidente da Disney e convidado da CNBC, revelou que a greve dos roteiristas acabou e que um acordo será anunciado neste fim-de-semana. “Fizeram um acordo, acertaram os ponteiros”, ele confirma. “O acordo vai à votação no sábado… Acredito ser impossível eles recusarem a proposta. O acordo foi feito e os roteiristas voltarão ao trabalho logo!”

PUTA QUE PARIU ATÉ QUE ENFIM!!!

Agora toca a Juliana aqui, ir atrás desses downloads da 4ª temporada.
Acho que até segunda-feira eu consigo os 3 primeiros capítulos que um amigo do Rick – meu amado, ficou de gravar para nós, pq é claro, a minha curiosidade é muito maior que minha paciência pra esperar a chegada do seriado aqui no Brasil…
E pra quem não sabe ou não se recorda:

É, eu sou viciada em Lost.

“O canal ABC liberou um vídeo na internet que é um mega resumo das três últimas temporadas de Lost.
Em um pouco mais de 8min você fica mais ou menos por dentro de tudo que é importante (segundo o site) para acompanhar a nova temporada.”

Créditos para: Lost Brasil.

Lost Curious

MÚSICA DO DIA: YOU ARE THE ONE – A-HA

Lost Curious

Meu amigo que tbm acompanha o seriado Lost, ainda não terminou de ver a terceira temporada… Faltam poucos capítulos pra ele terminar, mas ontem, a curiosidade (ele) conversou com a língua comprida (hãm… eu):

– Ju o Locke morre?
– Não, mas o Charlie sim.
– Aaaah… Não era pra vc me contar isso.
– Mas foi vc que perguntou.
– Eu SÓ perguntei do Locke, não do Charlie.
– Escapou, sorry.
– E aquela menina que literalmente caiu de pára-quedas na ilha?
– O que tem ela?
– Quem é ela?
– É a garota que caiu de pára-quedas… Na ilha!
– Tá, mas e aí?
– Não sei, quando iam descobrir alguma coisa, o Locke matou ela.
– JULIANA!!!!

…!