Filme: Kingsman

Há um tempo atrás eu tinha visto o trailer desse filme e pensei: ‘ok, nada tão espetacular’ e deixei de lado, ontem o Rick quis assistir e fomos ao cinema, confesso que meu pré julgamento depois de ver o trailer tinha me dado a errônea certeza de que seria mais um filme bomba (mesmo inclusive tendo ótimos atores) e paguei a minha língua por ter pensado assim (ainda bem!).

Kingsman_THUMNB-1411495887471

A trama começa com a história de Harry (ou Galahad) interpretado por Colin Firth – um elegantérrimo espião que faz parte de uma organização secreta chamada Kingsman, há alguns anos atrás um colega de trabalho morreu ao salvar sua vida e anos depois, o filho desse homem – um jovem cheio de problemas, mas super inteligente e habilidoso será o escolhido por Harry para se tornar um Kingsman. Nessa história também há um vilão, interpretado por ninguém menos que Samuel L. Jackson que usando a uma tecnologia baseada em chips de celular pretende fazer uma “limpa” no mundo.

Kingsman possui uma série de elementos que pra mim foram todos na medida certa: comédia, ação, diálogos inteligentes e cenas irônicas. Samuel L. Jackson está como um vilão, mas com uma boa dose de humor porque apesar de vilão, é um personagem engraçado e garante boas risadas. Kingsman é um filme denso no sentido de ser uma ótima história que foi muito bem contada, as vezes certos filmes tem a história boa mas que não é explorada a altura. Há várias referências de outros filmes também, muitas outras referências britânicas e uma trilha sonora sensacional.

Finalmente assisti um filme que valeu cada centavo no cinema! Recomendadíssimo.

Juliana Esgalha Post por