Livro: Noturno

Livro: Noturno

Há algumas semanas atrás eu pedi uma indicação ao amigo do Rick de algum livro de terror. Eu não queria um livro de terror simplesmente. Eu queria um livro de TERROOOR meeesmo!!!! Daqueles phodas que dão arrepios de verdade. Faz tempo que não leio um livro assim e apesar de depois eu ficar me borrando de medo AHAHAHAHAHAHAHA (livros geralmente me impressionam mais que os filmes), eu realmente adoro esse tipo de história… Aí ele me indicou “Noturno” – o primeiro da trilogia da Escuridão escrito por Guillermo del Toro (diretor de O Labirinto do Fauno, Hellboy e que possivelmente será o diretor também dos filmes baseados no livro O Hobbit de Tolkien) em parceria com Chuck Hogan, considerado um dos 10 melhores autores de suspense da atualidade por ninguém menos que Stephen King – um dos meus autores de terror/suspense preferidos ♥.


O segundo livro da trilogia chama-se The Fall (A Queda, tradução livre para o português) e o terceiro e último se chamará The Night Eternal (Noite Eterna, tradução livre também), mas ainda não estão à venda por aqui.

Segundo algumas resenhas que li, o livro é realmente assustador. Tanto que nos 20 países que foi comercializado acabou entrando no ranking dos mais vendidos na Inglaterra e na Espanha. A história narra uma invasão de vampiros em Nova York provocada por um vírus que é capaz de causar uma pandemia de escala mundial. O livro revela de uma maneira realista detalhes do universo vampírico, narrando desde suas origens bíblicas até seus traços genéticos abordados de uma maneira cientifica. Ou seja, é abordado de uma forma diferente. E segundo a própria resenha, Noturno é um livro que promete terror, fascínio e medo principalmente para aqueles que amam histórias de vampiros (eeeeeeeewww euuuu!).

Há boatos de que o próprio del Toro irá dirigir uma possível adaptação para o cinema e eu achei isso bem interessante. Rick leu primeiro, eu estava lendo “Incêndio de Tróia” por sinal muitoooo lindo – como todos da Marion (terminei de ler o feriado) e ele disse que em matéria de terror, Noturno está bem servido. Veremos… Estou nas primeiras páginas e pela forma que começa a história eu percebi que a idéia do autor é essa mesmo – dar medo. Quando eu terminar eu digo à vocês o que achei!

Juliana Esgalha Post por