Novo membro da família: Gandalf

Sempre amei animais, aliás, acho que já deu pra notar bem isso por aqui. Hoje em dia defende-se muito a adoção animal – o que acho um ato de amor sem tamanho, e como alguns de vocês sabem, tenho o Ozzy que está com a gente há sete anos, mas ele não veio de uma adoção. Moro em um apê pequeno, Ozzy fica mais nos fins de semana em casa, pois como moro super perto dos meus pais e Ozzy também é muito apegado com eles, durante a semana ele fica com os avós.

Eu e Rick já tínhamos conversado sobre esse assunto, e com a idade do Ozzy (e ciumento do jeito que é) um outro cachorrinho na família, nós correríamos o sério risco de não haver uma adaptação… Mas não desistimos da ideia, até que nesse ultimo fim de semana estivemos na ONG SOS Cidadania Animal aqui em São Caetano e adotamos um gatinho. Nunca tive um gato como bicho de estimação, na verdade, eu tenho até um pouco de alergia com eles – algo que já aprendi a tratar e também tinha um outro fator: eu achava os gatos seres menos dóceis que os cães.

Me enganei totalmente.

 photo 2538_521201567967040_401435920_n_zps2550bc02.jpg

Gatos sim, são mais independentes e estão sempre com aquele olhar blasé quando olham pra você, mas acho que nós humanos, ainda temos muito que aprender com os animais quando o assunto é amor e carinho. Gandalf chegou no sábado em casa; tímido, quieto, com seus 40 e poucos dias que ainda cabem na palma da mão e demorou até um tempo pra sair da casinha, afinal, é uma vida nova que acabou de começar e tudo que é novo as vezes assusta um pouco.

 photo foto3_zps651ef92a.jpg

Ontem ele já estava mais soltinho: correu pela casa, se enfiou debaixo do sofá, descobriu o mundo maravilhoso que a simples franja de um tapete pode oferecer e se diverte quando mexo meus dedos na frente dele… Aliás, qualquer coisa que se mexe desperta a curiosidade naqueles olhos azuis (que acho que ficarão cinzas) de Gandalf.

 photo 1393504_521077397979457_843681567_n_zps3db8e4da.jpg

 photo cats_zps35c3c012.jpg

E Ozzy como reagiu? No começo ele rosnou, latiu um pouco, está ainda desconfiadíssimo, mas ontem já substituiu o rosnar por um abano de rabo tímido e um faro pra cima do Gandalf como que – “só estou vendo como ele é, mamãe.” Sei que isso leva um certo tempo, mas nada que com muito amor e paciência eles não se entendam, pois como disse, sempre temos muito que aprender com os animais. Já andei lendo muitos artigos sobre gatos, seus hábitos, do que gostam… Afinal, pra mim também é novidade, nunca fui mãe de gatos. Essa semana também já vou providenciar a colocação de telas nas janelas, arranhador, uns brinquedos extras, enfim… Daqui 25 dias ele será castrado e na outra segunda-feira receberá sua primeira vacina, ainda estamos na semana de adaptação, mas acredito que será bem tranquila, pra mim, Gandalf – O Cinzento, já é oficialmente membro da família.

Pra quem quiser conhecer mais sobre a ONG SOS Cidadania Animal, eles tem uma fanpage bem legal no Facebook.

Juliana Esgalha Post por