Os looks da viagem

Meu mochilão foi de 38 dias. Isso quer dizer que nesses 38 dias eu tive que me virar com uma quantidade X de roupas (lavei roupas 5 vezes durante a viagem), calçados, fora os item básicos de higiene como shampoo, sabonete, escova de dente etc… Eu ainda fui na época em que estava frio, portanto, as roupas são mais pesadas. Uma coisa que faço em toda viagem é: não levar calça jeans, principalmente se o lugar que vou está frio. Jeans não me esquenta então eu uso e abuso das calças leggings e das meias calças com o fio mais grosso que comprei várias na Lupo. Casaco é a mesma coisa, levo dois ou no máximo 3 – um meia estação e outros dois que sejam mais quentes e mais umas duas blusas de moletom quando eu enjoo dos casacos. Dou uma variada nos cachecóis pois além de dar um diferencial no look, não faz volume na mala.

look julis

Já os calçados eu não consegui variar muito e isso tem um motivo: levei dois tênis e uma bota de neve (que acabei nem usando), mas em Madri eu comprei uma UGG que apesar de muita gente torcer o nariz, são as botas mais confortáveis que existem… MESMO! Além do que, acredito que sabendo combinar certinho com o look, ela fica sim charmosa nos pés e na Europa as UGGs estão sendo o must have… As mulheres usam com tudo. Como eu caminho muito em viagens, o tênis por melhor que seja (levei meus dois na Nike) sempre faz bolhas nos meus pés, coisa que com a UGG eu não tive esse problema.

look julis

As duas blusas mais quentinhas é a preta e a cinza, ambas da Quechua que cortam vento e chuva, eu sempre variava com uma bermuda ou saia jeans e o cachecol pra complementar (e pra esquentar também, dificilmente fiquei sem). O vestido florido foi um dos looks que eu mais gostei e comprei numa loja de departamentos da Dinamarca, o moletom cinza claro eu comprei na H&M da Bélgica, pois nesse dia eu fiz a esperteza de sair só de camiseta achando que não passaria frio, mas foi uma ótima aquisição, pois usei bastante em Londres depois. Em Londres também comprei esse colete azul marinho que é forrado por dentro… Super quentinho, não lembro o nome da loja que comprei, mas fiquei super feliz quando fui passar no caixa e estava a metade do preço da etiqueta.

lookjulis

E foi assim que me virei nos 30 com as poucas roupas que levei durante a viagem toda, se vocês repararem não tive muita opção porque como foi mochilão, eu não poderia levar roupas demais, o que fiz mesmo foi contar com minha criatividade pra não sair com a mesma roupa em todas as fotos e o povo achar que eu sou porquinha ahahuauhahuauh. Ah, as luvas e o gorro salvaram minha vida nos lugares mais frios.

Juliana Esgalha Post por