Resenha: A Culpa é das Estrelas

Ganhei A Culpa é das Estrelas de uma amiga muito querida e terminei na semana passada de ler. O livro é incrível, tanto que devorei em menos de uma semana. Hazel e Augustus são os protagonistas da história, ambos tem câncer e tratam da doença de uma maneira bem humorada, mas acima de tudo – realista. Hazel que já havia aceitado o destino da sua doença – “sou uma granada”, como ela se classifica, conhece Gus que também tem um câncer… E enquanto ela está preocupada com o sofrimento alheio perante a sua doença, Gus por outro lado quer marcar a vida de alguém e não cair no esquecimento depois de sua partida. Parece piegas, né? Mas não é de forma alguma, muita coisa acontece nesse breve resumo que dei.

lennonestrelas

Hazel na sua narrativa realista é de uma personalidade marcante e em muitos momentos são salpicados de um humor ácido e ironia. Gus por outro lado é um personagem impossível de não se apaixonar, tanto por sua doçura como pela sua inteligência, que na minha opinião é o que dá o equilíbrio ideal a história. Muitas coisas acontecem: ambos vão para Amsterdã conhecer Peter Van Houten – escritor do qual Hazel vai atrás procurando respostas sobre os personagens de um livro que leu, são amigos em comum de um rapaz que também por um câncer ficou cego e a história se desenrola em tudo isso de uma maneira despretensiosa, mas que é impossível não se emocionar e partir seu coração em mil pedacinhos – algo inevitável, porque acredito que se tivesse outro tipo de final, acho que a história não teria a mesma sensibilidade e aí perderia o sentido. Recomendo muito. É um livro fantástico, envolvente e uma dica: separe uma caixa de lenços!

“Os verdadeiros heróis, no fim das contas, não são as pessoas que realizam certas coisas; heróis são as que REPARAM nas coisas” – A Culpa é das Estrelas

Juliana Esgalha Post por