Arquivo

diário

Posts em diário.

Por que parei de comer carne?

Primeiro de tudo tenho que dizer: este post é um relato totalmente pessoal. Escrito a partir das MINHAS experiências e vivências, então isso significa que em nenhum momento a ideia aqui é impor, criticar, militar ou dizer o que é certo ou errado pra alguém. Portanto não sou parâmetro pra nada, afinal, a ideia é única e exclusivamente contribuir os meus 25 centavos e dividir com vocês a minha história.

Já tem mais de um ano que eu não como carne vermelha no jantar: primeiro porque carne vermelha leva muito tempo pro estômago digerir (cerca de 3 dias) e como minha janta costuma sempre ser depois das 20 horas (ou seja, já meio tarde) eu resolvi optar por algo mais leve; então eu comia uma salada bem farta, as vezes acompanhada com algum carbo e sempre com alguma carne branca (frango ou peixe). Segundo motivo é que estava me sentindo muito pesada/inchada e não saciada totalmente ao comer carne vermelha a noite: uma hora depois eu já estava com fome de novo. Acontece que depois de um tempo começou acontecer a mesma coisa no almoço: inchaço, não saciava e enjoo (eu ficava “conversando” com aquele pedaço de carne no estômago o resto do dia) e de repente não estava me apetecendo mais. De repente eu vi que estava deixando de escolher carne vermelha pra escolher alguma carne branca pra comer. Até aí, nada de muito diferente. Mas depois de um tempo, o mesmo começou a acontecer com frango, peixe (inclusive com os temakis e comida japa que tanto amo) e porco (que já muito raramente eu comia).

Lisa me representando nessa mudança.

Tentei persistir, mesmo ainda com todo aquele combo de mal estar que já mencionei acima e não deu muito certo. Se eu ia a um restaurante ou eu escolhia alguma opção sem carne ou quando muito pegava um pedacinho de carne no self-service que depois sempre acabava sobrando no meu prato. Em casa a mesma coisa, todo dia era: “não estou afim de comer carne hoje.” Foi nessa transição-não-programada que eu comecei a perceber que ficar sem a carne não ia ser um problema pra mim, muito pelo contrário, ia ser um problema se eu continuasse a comer porque, acima de tudo, eu penso que a comida está associada ao prazer e bem estar… Se você não está satisfeito com uma coisa: você muda pra outra, simples assim. E isso foi algo que eu cuspi pro alto e caiu bem na minha testa, devo mencionar porque né… Até alguns anos atrás eu dizia que era incapaz de viver sem carne e não entendia como é que um vegetariano/vegano consegue ficar sem consumir uma das proteínas mais gostosas que existe. Mas temos aí uma liçãozinha nesse ponto: nada (ou quase nada, talvez?) perpetua pra sempre, especialmente quando se trata de hábitos.

E veja bem, foi aí que eu resolvi ir parando… E não por ‘moda’ ou influência de alguém, mas porque realmente comecei a ficar saturada desse tipo de alimento. E aí as coisas mudam: os hábitos, os gostos, as preferências, as crenças, a visão sobre as coisas, o mundo… TUDO! Hoje a gente vê muito sobre sustentabilidade, alimentos orgânicos, o impacto no ambiente de algumas práticas do homem, mudanças de hábitos, qualidade de vida, mas isso é assunto pra um outro post. Comecei a ler muitos artigos sobre vegetarianismo/veganismo e obviamente as questões dos animais e todas as outras que envolvem essa escolha pra vida, também tiveram um grande peso pra mim, é óbvio que tiveram. Entrei em grupos vegans no FB e comecei a buscar uma série de receitas que fazendo em casa, descobri um mundo inteiro de coisas gostosas pra comer que substituíram a carne de uma maneira tão positiva que eu nem imaginava. E fiquei feliz por isso porque achei que seria bem mais difícil. E minha ideia é exatamente essa: se não vou comer carne, que pelo menos eu faça meu alimento e evite ao máximo os ultra processados e industrializados (algo que já faço há tempos). Se comer é um prazer, fazer a própria comida também é. E isso me fez um bem danado: comecei a me sentir saciada, no sentido de alimentada e não cheia. Não sinto mais fome logo depois de ter almoçado ou jantado, me sinto bem menos inchada também (muito em parte porque eu sempre fui de reter líquido, principalmente no período menstrual) e isso simplesmente acabou. Me sinto mais leve, e posso dizer que espiritualmente também estou leve com minha consciência.

Se me perguntam: “Nossa (nossa = credo) mas você virou vegana?” Eu digo que (ainda) não. Eu diria que estou na fase de Ovo Lacto Vegetariano, ou seja: não consome carne, mas consome leite, ovo e derivados. Vegan envolve muitas outras coisas além da comida. Não é uma transição que acontece da noite pro dia, mesmo porque não é algo fácil tirar o que se comeu uma vida inteira, mas não é impossível e muito menos um bicho de sete cabeças. Você precisa se questionar, se perguntar, se informar, ler bastante e ter em mente se é isso mesmo que você realmente quer. É uma coisa muito particular, entende? Comigo eu posso dizer que foi até meio fácil, o começo de tudo foi porque simplesmente meu corpo começou a não aceitar mais a carne no organismo, mas eu ainda consumo leite (que eu gosto de verdade), queijo, ovos (bem raramente), então tudo precisa ser de uma forma gradual pro seu corpo ir se acostumando e pro psicológico também ir se adaptando, está tudo ligado. Conversando outro dia com um amigo vegetariano, ele me disse: “Ju, se minha experiência pode servir pra alguma coisa, te digo: só pare com aquilo que vc não se sente bem ao comer. Se vc gosta e não te prejudica, mande bala!”

E é basicamente isso!

Mas e as proteínas? E a vitamina B-12? Por eu me exercitar bastante e correr também, obviamente eu preciso de todos os nutrientes necessários e saber consumi-los pra não ter nenhuma deficiência de alguma vitamina, é primordial. Eu vou passar com uma nutricionista em breve pra fazer um hemograma completo e conhecer o que posso substituir, adaptar, suplementar, enfim… Nem vou entrar em detalhes sobre essa parte porque eu não sou nutricionista e porque ainda não passei com uma, então não vou escrever sobre aquilo que não tenho conhecimento e cada pessoa é um caso diferente, né? Mas pretendo contar aqui também essa fase.

Essas são apenas algumas das minhas comidinhas durante esse período, tem todas as receitas e dicas de lugares no meu Instagram, passa lá pra dar uma olhada:

É isso. Acima de tudo, acima inclusive de qualquer bandeira que isso representa, é uma ESCOLHA minha e estou bem feliz e em paz com essa decisão. 🙂

Juliana Esgalha Post por

3 coisas

Imagina, a Lia voltou com o blog! De novo!!! ahahahahahah aí eu vi esse meme no blog dela e como tô ociosa hoje por aqui, resolvi fazer também… Fique à vonts pra quem também quiser responder.

3 coisas que me dão medo
➸ violência
➸ epidemias desses vírus loucos que as vezes aparecem
➸ voar de avião

3 coisas que me dão preguiça
➸ falar ao telefone
➸ qualquer tipo de extremismo
➸ gente que só sabe reclamar

3 coisas que eu gosto
➸ viajar
➸ gatos
➸ comer

3 coisas que eu sei fazer
➸ sobremesas gordas
➸ montar roteiros
➸ decorar

3 coisas que eu não sei fazer
➸ ter paciência
➸ costurar
➸ comer pouco

3 assuntos preferidos
➸ viagens
➸ seriados
➸ livros

3 assuntos que eu não curto discutir
➸ política
➸ futebol
➸ religião

3 cheiros preferidos
➸ chuva
➸ meu travesseiro
➸ marido

3 cheiros que eu detesto
➸ cigarro
➸ goiaba
➸ a caixa de areia dos gatos

3 melhores comidas
➸ temaki
➸ macarrão ao alho e óleo com muito queijo ralado
➸ coxinha

3 piores comidas
➸ chocolate amargo
➸ na verdade, qualquer coisa amarga
➸ gengibre

3 piores redes sociais
➸ facebook
➸ snapchat
➸ hello

3 melhores redes sociais
➸ twitter
➸ skoob
➸ pinterest

3 melhores bebidas
➸ chá gelado
➸ leite
➸ café

3 piores bebidas
➸ refrigerante
➸ licor de anis
➸ vodka

3 coisas que me acalmam
➸ dormir
➸ correr
➸ meus gatos

3 coisas que levam todo o meu dinheiro
➸ comida
➸ livros
➸ vestidos fofos

3 coisas em que eu detesto gastar dinheiro
➸ vestidos pra casamento (por favor, não me chamem pra madrinha)
➸ taxas de qualquer coisa
➸ remédios

3 coisas que me estressam
➸ chorume/mimimi
➸ lugares muito lotados
➸ calor

3 coisas que eu vou fazer essa semana
➸ correr 18k (Deus me ajude!)
➸ colocar (mais) seriados em dia
➸ comprar uma garrafa térmica

3 coisas que eu fiz na semana passada
➸ jantei com as amigas
➸ comprei produtos bafônicos pro cabelo
➸ terminei de ver Narcos

3 coisas que eu quero fazer em breve
➸ uma meia maratona
➸ trocar reais por libras
➸ perder 3 quilos

3 coisas que eu deveria fazer em breve
➸ perder 3 quilos =D
➸ economizar (mais ainda)
➸ ler mais livros

3 coisas que eu não quero fazer
➸ dieta
➸ dieta!
➸ ah e dieta também!

TAG: 7 Coisas

Adoro essas tags de listas de coisas que falam mais sobre cada um que está por de trás de um blog. Essa tag eu vi no blog da Raquel do Maionese, espero que gostem e se inspirem, se fizerem depois coloquem pra eu poder ler também sobre vocês, combinado?

7 coisas para fazer antes de morrer

– Conhecer TODOS os lugares do mundo que ainda quero ir.
– Fazer trekking em algum lugar inóspito pra testar meus limites, tipo o Alasca.
– Morar ou passar um tempo fora do país sem ser uma viagem.
– Aprender a costurar.
– Correr meia maratona.
– Participar de corridas fora do país.
– Ter uma casa com meu próprio jardim.

7 coisas que eu mais falo

– Que fome!
– Affe…
– Mas que cu.
– Tipo…
– Num creio!
– Lacrou!
– Adoroooonnn!

7 coisas que eu faço bem

– Decorar minha casa.
– Drama.
– Arroz de forno.
– Pesquisas sobre qualquer assunto que me interessa.
– Ignorar.
– Criar playlists.
– Comer.

7 coisas que me encantam

– Gentilezas (principalmente de desconhecidos).
– Gaita de fole.
– Filhotes de qualquer bicho.
– Cheiro de chuva.
– Casas simples e aconchegantes.
– Histórias de superação.
– Londres.

7 coisas que eu não gosto

– Verão.
– Indiretas.
– Jeitinho Brasileiro.
– Gente folgada.
– Barulho.
– Avião.
– Bife a role.

7 coisas que eu amo

– Viajar (cê jura?).
– Ler.
– Seriados fodas com finais incríveis.
– Rir com os amigos até o rosto doer.
– Intervenções artísticas nas ruas.
– Rick.
– Meus filhos de 4 patas.

Juliana Esgalha Post por

as 10 coisas mais legais do meu mundo

Vi esse post no blog da Raquel e mais em alguns outros blogs também e achei a ideia bem legal. São 10 coisas legais no meu mundo que serve pra vocês conhecerem um pouquinho mais sobre mim e se inspirarem pra cada um escrever 10 coisas legais sobre o seu mundo, vamos lá?

1) Decoração

Siga o painel Decoração de Juliana no Pinterest.

Muitas cores. Muitas. Muita parede colorida, muitos quadros, muito papel de parede, muitos enfeites. Menos pra mim não é mais quando o assunto é decoração. Já postei alguns pedacinhos da minha casa aqui no blog e depois da mudança de apartamento no ano passado (nossa. já fez um ano!), eu descobri que sou apaixonada por decoração e quando mais se pesquisa, mais coisas você aprende. Além de ser um ótimo exercício pra estimular a criatividade e deixar seu lar com a sua marca registrada, acredito que a decoração de uma casa diz muito sobre a personalidade de quem habita ela. Minha maior inspiração de ideias é o Pinterest (me segue lá) e já fiz várias coisas com ideias que peguei.

2) Livro

Capa Livre.indd

Amo ler. Esse ano tô conseguindo manter a minha meta de pelo menos um livro por mês. Atualmente estou lendo O Dia do Curinga (que já estou terminando), mas é difícil escolher um livro só. Um que li e gostei bastante é Livre da Cheryl Strayed, que teve a adaptação pro cinema também. É uma história de superação incrível que mescla com aventuras e viagens. Gostei tanto desse livro, já fiz resenha aqui e falei do filme aqui.

3) Viagem

em Estocolmo - Suécia

em Estocolmo – Suécia

O assunto que mais amo. O que mais gosto de fazer da minha vida! Espero ter tempo, saúde e $$ pra viajar tudo que ainda quero. Todas viagens são inesquecíveis pra mim – não importa a distância, aonde ou o tempo, eu sempre aprendo muito coisa quando estou fora de casa. Uma viagem que me marcou muito foi a do ano passado: por ser a mais longa – 38 dias, por eu ter visitado mais lugares: 10 países e por ter conseguido ir mais longe do ponto em que já estive fora da casa: Oslo na Noruega.

4) Música

Outra coisa que é difícil de escolher e difícil de escolher uma só. Mas amo essa música do U2.

5) Sapato

Keds-Champion

Keds. Com legging, jeans, vestido ou saia: amo! Confortável e vai bem com tudo.

6) Maquiagem

Mais rimel plis

Ando bem básica com maquiagem de um bom tempo pra cá, só faço algo mais elaborado quando tenho algum casamento ou algo do tipo, mas não abro mão de umas boas camadas de rímel.

7) Ídolo

edith-piaf_618x410

Eu ia falar a Madonna, mas acho que já está até batido dizer isso, então resolvi escolher uma outra pessoa. Há uns meses atrás fiquei apaixonada pela história incrível de Edith Piaf quando vi seu filme, fiquei emocionada especialmente com essa cena. Que história. Que voz. Que mulher. Tenho uma caixinha de música que eu trouxe da França e que toca La Vie en Rose e essa caixinha tem significado muito especial pra mim.

8) Doce

tumblr_n1g43qYoP21t5m6pgo1_400

Chocolate. Amo qualquer doce: pudim, bolo, cheesecake, arroz doce, canjica, mas o que não abro mão e sempre como é o chocolate. Chocolate não faz perguntas, chocolate te entende.

9) Foto

10758_701719979915197_38360623442297456_n

Rick que fez essa foto minha na estação central de Milão no ano passado e eu só fui ver que ele tinha feito essa foto quando estava passando todas as imagens da máquina pro iPad. Gostei tanto dela que já usei até de capa no FB. Quase nem dá pra me ver porque a mochila era praticamente maior do que eu, amo essa foto!

10) Blog

Tem tantos blogs legais que eu leio. Adoro blogs que falam de alguns temas específicos, mas sou apaixonada pelos que tem a essência de diário mesmo, aquela pegada roots do começo de tudo. Vou indicar a mãe mais doida que conheço Talita, o lindo do Paulo, a viajante Camille e a gateira Renata.

Juliana Esgalha Post por