Arquivo

Lost

Posts em Lost.

6 Anos de Lost

6 Anos de Lost

Lost está fazendo 6 anos hoje. Sempre que falo desse seriado sinto uma saudade enorme porque né, pra mim foi o melhor de todos que já assisti até hoje. Eu não canso de dizer isso e vocês já estão carecas em saber também ehehehehe, mas pra mim, é sempre um prazer escrever sobre Lost porque sempre é um bom motivo de assunto aqui pro blog e apesar de nem todo mundo ter acompanhado, quem assistiu com certeza gosta de saber qualquer coisa sobre a série, não é mesmo?

O LOSTpédia recentemente fez uma enquete muito interessante – O Melhor de Lost, para os fãs da série votarem em tudo e naqueles que foram os melhores nas seis temporadas, essa votação ficou em cinco idiomas (espanhol, francês, italiano, inglês e português) e em mais de 100 países ao redor do mundo.

Eis alguns dos melhores que mais gostei e que selecionei pra vocês verem, pra quem é fã, um lostmaníaco (eu, eu) super vale a pena assistir e relembrar, então, let’s go…

Indicados ao Melhor Momento de Romance:

Indicados a Melhor Montagem Musical:

Indicados a Melhor Momento de Esperança:

Indicados ao Melhor Momento de Alegria:

Vale lembrar: O resultado da votação TODA será hoje as 21hs no Melhor de Lost, com certeza vale a pena conferir!!

Final de Lost + Livros

MÚSICA DO DIA: SING – TRAVIS

Clique no para ouvir.

Final de Lost + Livros

Antes de escrever sobre o post de hoje, vou falar de cara o que achei sobre a final de Lost: assim como todos os episódios de todas as temporadas, Lost sempre foi surpreendente e como o final, não poderia ter sido diferente… Pelo menos para mim o efeito foi esse, portanto: eu gostei SIM!

Embora algumas pessoas achassem que o final deveria ter sido outro pelo fato de não terem entendido muito bem ou por acharem que sua teoria seria a melhor para um ultimo episódio, talvez interpretassem o “The End” de outra forma, por outro ângulo… E na boa; debater sobre isso vai acabar virando uma discussão desnecessária (como quase já virou hoje com um amigo-cabeça-dura). Encontrei esse texto no G1 que explica muito bem o que realmente aconteceu (ou o que eu entendi, não importa), em todo caso deixarei reforçados alguns trechos aqui:

“Após “The end”, a ilha pode ser encarada como um lugar de redenção. A realidade paralela (realidade paralela = aquela vida do vôo que o avião não caiu, que chegou a Los Angeles, mostrado na 6ª temporada) seria um purgatório, um ritual de passagem para o céu, o paraíso ou qualquer outro nome religioso que exista para definir a vida após a morte O vitral da igreja, com diversas religiões retratadas, reforça essa teoria. (eu achei isso bem interessante)

Como explica Christian Shepard ao filho Jack, na emocionante cena final, a igreja é um lugar em que todos chegaram juntos para que pudessem encontrar uns aos outros na realidade paralela, pois a parte mais importante da vida de cada um foi o tempo que passaram juntos na ilha. (Logo tudo aquilo aconteceu sim, a ilha não era o purgatório e todos estavam vivos, exceto é claro, aqueles que durante a história morreram mesmo – como Charlie ou Shannon, e também estavam vivos quando sairam pela 1ª vez de lá, viveram fora por 3 anos e voltaram).

No começo do ano, os produtores executivos Carlton Cuse e Damon Lindelof adiantaram que o 6º ano de “Lost” teria uma relação maior com a 1ª temporada. E que o restante deveria ser encarado como parte de uma grande jornada, de uma experiência à parte. O foco não seria responder aos mistérios, mas fornecer um bom final aos personagens. (Portanto colega, se você assistiu o final só pensando nas respostas para os mistérios, enigmas e suas duvidas, certamente foi mais um membro pro time dos que odiaram o “The End” de Lost).

Esqueça a Iniciativa Dharma, o templo ou as viagens no tempo de Faraday. Essas questões continuarão a fazer parte de um universo mantido apenas pelos fãs – que, aliás, desde que a série nasceu foram responsáveis por criarem na internet teorias muito superiores àquela sugerida em “The end” ou em outros episódios. (…) Afinal, como se sabe muito bem em “Lost”, o que aconteceu, aconteceu. Mesmo que a gente não saiba exatamente o quê.” (Talvez seja por isso que existam milhões de fóruns de discussões, não é mesmo? Achou isso um absurdo? Eu não!)

Fonte: G1


Na minha opinião o final foi perfeito e não poderia ter tido um outro melhor. Pra mim Lost, com certeza, foi a melhor série que já assisti!

Em tempo… Vou falar rapidinho dos livros que estou lendo da série “House of Night” recomendado pela minha querida amiga Kellen. A história é sobre vampiros, que quando humanos são marcados e vão para a Morada da Noite… Enfim, não vou ficar entrando em maiores detalhes mas, basicamente é uma história contada numa linguagem mais adolescente (ok, não torçam o nariz antes de saberem mais).

Porém, o que muito me surpreendeu é a dinâmica da trama. Harry Potter também é adolescente e (inclusive) amado por muita gente grande, entretanto, na minha opinião JK Rowling usou a mesma receita de bolo em todas as histórias (tanto que eu não consegui passar do 3º livro), diferente de House of Night que cada capítulo é um babado novo acontecendo e foi isso que mais me agradou.

Se não me engano essa série terá 9 volumes e hoje mesmo eu começo a ler o 4º livro (Indomada), portanto fica aqui a minha recomendação pra quem gosta de uma boa leitura (daquelas que fluem tão bem que quando você menos percebe, terminou de ler mais uma história) e não se apega apenas naqueles livros “cult” demais só pra pagar de (pseudo)intelectual com os amiguinhos, afinal de contas o que pode ser legal para um, pode não ser para o outro, mas o que concordamos é que a leitura é sempre uma boa pedida, não é mesmo minha gente?!

Robin Hood e Lost

MÚSICA DO DIA: BEAUTIFUL DAY – U2

Clique no para ouvir.

Robin Hood e Lost

O 63º Festival de Cannes desse ano escolheu Robin Hood como filme de abertura e que por conta disso, todo mundo acabou achando uma atitude bem estranha, uma vez que na história, os Franceses são os vilões do filme. Russel Crowe não poupando suas ironias à imprensa disse o seguinte: “Podemos nos perguntar qual era a principal motivação de Robin Hood, se era econômica ou política. Creio que hoje ele escolheria como principal inimigo a mobilização da mídia”.


Russell Crowe e Cate Blanchett em entrevista em Cannes.

Enfim…

Comentários a parte, eu vi o trailer ontem e por AMAR esse gênero de filmes – gostei bastante, tomara que não seja mais um daqueles que só o trailer vale à pena e o filme acabe sendo uma bosta! Na minha opinião o ultimo filme épico (ou medieval, sei lá) realmente decente foi Coração Valente… Depois dele, nenhum mais me agradou a ponto de fazer elogios do tipo: “nossa-que-puta-filmão”, mas acho que esse Robin Hood será diferente e estou dando créditos à ele. “Tudo o que você sabe sobre Robin Hood está errado”, diz Russell Crowe. E tomara mesmo, pois espero que seja BEM diferente daquele Robin Hood bomba interpretado por Kevin Costner combinado com aquela trilha terrível do Bryan Adams, affe… #vomitofeelings!

Whatever, esse eu quero ver no cinema, vejam o trailer:


Agora falando em seriados eu preciso dizer: Estou chocada com os episódios da ultima temporada de Lost. Pra quem como eu, acompanha Lost desde o começo, com certeza deve estar partilhando do mesmo choque que o meu mmmeheheheh.

Photobucket

Ontem assistimos o 14º episódio e estou acompanhando pelo canal AXN mesmo ao invés de aderir aos genéricos baixados pela internet. Andei lendo algumas noticias sobre o ultimo episódio, mas estou fugindo dos spoilers, afinal, já que essa é a ultima temporada pra que querer saber tudo antes, néam? Com certeza é um seriado que quando acabar eu vou sentir muita falta!

Lost: 6º (e ultima) Temporada!

MÚSICA DO DIA: JUMP – MADONNA

Clique no para ouvir.

Lost: 6º (e ultima) Temporada!

Amanhã dia 09/02 estréia na AXN e 6º e ULTIMA temporada de Lost!


Eu acompanho vários seriados e adoro, mas de todos que assisto ou já assisti, na minha opinião, Lost foi com certeza o mais instigante, intrigante e o melhor deles.

Desde a primeira temporada, TODO episódio foi marcado por mistérios, enigmas e sacadas subliminares que te prendem na tela e você não consegue mais parar de assistir… Sem contar os personagens: todos eles das mais diferentes vidas e personalidades, mas que de uma forma louca tiveram suas vidas cruzadas antes de chegarem na ilha!!! Sempre tem pelo menos um desses personagens que a gente acaba se identificando, tanto os mocinhos como os vilões e talvez seja por esses motivos que Lost arrastou milhões de telespectadores e se tornou um dos seriados de maior sucesso na história da tevê.

A cada final de temporada eu entrava num processo de ansiedade louca esperando pela próxima, acabava o ultimo episódio e eu comentava indignada: “não acredito que acabou JUSTO agora!!!!!” mas essa era a idéia, só que acompanhou todos os episódios desde o começo entende o que eu estou falando!

E por acompanhar todas as temporadas, tive que voltar alguns episódios também porque é muita história, muita informação e muitos acontecimentos rolando todos ao mesmo tempo, li spoilers, notícias, curiosidades na internet e em revistas que acabei comprando, criei as minhas próprias teorias, debati com quem também assiste e gostei mais de algumas temporadas do que outras, porém apesar de tantos seriados de sucesso que eu adorooo assistir e que são ótimos, Lost virou o meu preferido! Amanhã sinceramente vou abrir mão de Big Brother e de qualquer outra coisa na tevê pra assistir o primeiro episódio da ultima temporada.

Quem acompanha ou é Lostmaníaco como eu, não se esqueça que a estréia é amanhã dia 09/02 as 21:00 hs da AXN