05 fev, 2018

É possível ser 100% vegano?

Em primeiro lugar é muito difícil por uma régua pra ficar medindo a porcentagem de um meio de vida que abrange tantas coisas e que nos afetam de uma forma direta e indireta. É óbvio que no mundo que vivemos hoje, olhando de cima e como um todo, é impossível ser ESSE 100% vegano: produzimos lixo, geramos poluição, consumimos produtos veganos que compramos em supermercados que também vendem produtos de origem animal, tomamos os remédios que precisamos e que muitas vezes faz teste em animais, então essa é uma independência que infelizmente ainda não existe, mas não quer dizer que não se é menos ou mais vegano por isso. Esse é também um dos questionamentos que ouvimos de pessoas que não são veganas e muitas vezes esses questionamentos, são feitos como se tudo isso tivesse que ser colocado no preto ou branco, no oito ou oitenta, sem um meio termo e não é assim que as coisas funcionam, aliás, alguns veganos que se acham os salvadores do mundo também colocam as coisas dessa forma, mas isso será pauta pra um outro post.

Primeiro vamos checar: O QUE É VEGANISMO?
O termo Vegan foi criado em 1944 por Donald Watson – secretário da Sociedade Vegetariana de Leicester, por definição, o veganismo, transcrevendo exatamente as mesmas palavras de Donald, é: “uma forma de viver que busca excluir, na medida do possível e do praticável, todas as formas de exploração e de crueldade contra animais, seja para a alimentação, para o vestuário ou para qualquer outra finalidade.”

“na medida do possível e do praticável”

Nem tudo e acredito que na verdade – a grande maioria das coisas, está ao nosso alcance, mas isso não quer dizer que não estamos fazendo nada. Veganismo é acima de tudo: a conscientização, a compaixão e como o próprio termo define e vou salientar mais uma vez: “Na medida do possível e do praticável”. Portanto, o ponto central de tudo, não é ficar medindo com a régua o quanto se é vegano ou não, isso não existe! Mas sim fazer e praticar o que está ao nosso alcance e o máximo que pudermos, buscando sempre a evolução e fazendo o nosso melhor para um mundo aonde, quem sabe um dia, não utilize mais nenhum tipo de exploração animal. 🙂

Pra complementar deixo um vídeo bem curtinho, mas muito explicativo sobre esse assunto. No vídeo, o rapaz diz de uma forma muito clara e honesta que dá sim pra ser 100% vegano:

Juliana Esgalha

Tags:

veja os posts relacionados