Posts arquivados em Tag: musica

23 out, 2017

Show do U2 – The Joshua Tree

U2 sempre fez parte da minha vida. Cresci ouvindo suas músicas e mesmo não sendo aquele tipo de fã que acompanha super de perto a banda e está sempre atualizada com tudo que acontece, eu SEMPRE amei U2. Quando a turnê foi anunciada aqui no Brasil eu já estava certa de que ia de um jeito ou de outro. Não podia perder essa, pois das outras vezes não teve como e ir a um show deles sempre fez parte da minha lista de shows que eu precisava assistir ao menos uma vez na vida. E aí quando começaram a vender os ingressos foi aquela palhaçada de sempre que só quem vai em shows aqui no Brasil sabe muito bem como é. Esgotou rápido no primeiro dia, segundo idem e eu já estava me frustrando quando por um acaso conversando um amigo, descobri que ele tinha conseguido dois ingressos a mais e estava vendendo.

Eu e Rick fomos no show do dia 19/10 – a primeira data anunciada e foi no estádio do Morumbi que estava completamente lotado! A turnê The Joshua Tree – em comemoração aos 30 anos do álbum, já passou por uma porrada de países e só aqui no Brasil serão 5 shows (4 já foram, o ultimo é na quarta) e se tivesse mais datas, certamente teria lotado da mesma forma. Eu não vou ficar detalhando tudo, mas posso dizer com toda certeza que foi um show maravilhoso, pra dizer o mínimo. A abertura foi com ninguém menos que Noel Gallagher que fez um ótimo show de abertura, cantando suas músicas de carreira solo e algumas memoráveis do Oasis. Mas quando o U2 entrou naquele palco o estádio inteiro veio abaixo. Que show. Que estrutura foda. E teve muita coisa no meio disso: Teve crítica a Trump, teve Larry Mullen vestindo uma camiseta com os dizeres “censura nunca mais”, teve citações de Martin Luther King no telão daquele palco monstruoso de enorme enquanto ele cantava Pride. Bono Vox é envolvido com diversas causas sociais. Seu ativismo aborda política, religião, pobreza e naturalmente essa abordagem também esteve presente nesta turnê, pra quem conhece o mínimo das ações humanitárias do Bono ou das letras das canções – principalmente alguns dos hits (especialmente desse álbum que levou o nome a turnê) sabe que isso é de praxe em seus shows. Bono está inteiraço pros seus 57 anos, não só ele, mas a banda toda também. Extremamente simpático e carismático com o publico, estava o tempo todo arranhando diversas palavras em português com aquele sotaque irlandês fofo, eu digo que é impossível não se apaixonar por Bono Vox.

Créditos para: Ivan Pacheco

Créditos para: Ivan Pacheco

E as músicas? Ah as músicas… Não tem como não se emocionar! Pra mim a parte mais marcante do show foi quando ele começou a cantar “where the streets have no name” enquanto cenas de uma estrada eram mostradas no telão. Eu chorava, tremia e cantava… Tudo ao mesmo tempo. É U2, né mores? Teve One, Beautiful Day, Sunday Blood Sunday, Whith or Without You também e nossa… Eu saí daquele estádio como se tivesse flutuando e no outro dia eu ainda estava anestesiada com esse show. Não fiz nenhuma foto porque 1) da onde eu estava as imagens não iam ficar legais 2) eu estava com pouca bateria e ia precisar do celular pra voltar pra casa 3) eu queria aproveitar o máximo do show e não ficar me apegando em fotos, guardei tudo na minha memória.

U2 sempre vai fazer parte da minha playlist, são canções que em algum momento da nossa vida vão nos marcar em alguma coisa, essa é uma das magias que a música nos proporciona e eu tenho várias do U2 marcadas na minha vida… Acredito também que dado ao cenário um tanto quanto sombrio do mundo que temos nos dias de hoje, essa turnê também desperta uma reflexão mais humanística dentro de nós, precisamos sim e cada vez mais de vozes como a de Bono Vox. 

03 jul, 2015

Playlist pra correr

Pessoas que tem a corrida como seu exercício tem suas peculiaridades também: algumas gostam de correr concentradas na respiração, outras com algum dispositivo que mede distancia e quilometragem e tem aquelas que não preferem nada disso e simplesmente correm…

tumblr_m5vflzs4tz1rq039io1_500

Eu preciso de musica.

Eu sempre pensei que musica é uma ótima injeção de otimismo pra qualquer coisa. Um incentivo. Ouço musica o dia todo no trabalho, na rua principalmente… Outro dia meu iPod ficou sem bateria e quando saí de casa, sem música, parecia que estava faltando um pedaço de mim. Na academia eu gosto de ouvir musica quando estou fazendo meus exercícios aeróbicos, além de ser uma motivação, ajuda o tempo a passar mais rápido e quando estou bem cansada, mas ainda não terminei o percurso, eu sempre me concentro na musica e dá certo.

Como é bem chato de ficar trocando as musicas enquanto você está na esteira por exemplo, eu resolvi criar uma playlist específica para correr. Infelizmente não tem todas as músicas que tem na playlist no meu iPod porque algumas ainda não tem no Spotify, mas já dá pra brincar e espero que gostem:

Divirtam-se e boa corrida!

run run

09 jun, 2014

As músicas que ouvi na viagem

Eu ainda tenho uma porrada de lugares da viagem pra escrever aqui, então, pra não ficar mais do mesmo eu resolvi dar uma variada nos posts, mas continuando no mesmo segmento pra não perder o rumo. Vou falar de músicas hoje. Música e viagem, são duas coisas que combinam completamente. Na verdade, além de um complemento, acredito que uma não vive sem a outra… Então pra mim, meio que vira uma necessidade de ambas. Bem disse Nietzsche: “Sem música a vida seria um erro”. Além de playlist de viagem que montei e publiquei aqui, teve várias outras músicas que eu ouvi durante a viagem nos lugares que eu passava e que me marcou bastante. Happy do Pharrel Willians entrou com certeza na lista – praticamente todos os lugares que entrei como cafés, lojas e restaurantes essa música estava tocando, na minha opinião é o melhor hit mundial de todos os tempos. Em Londres cada vez que a gente ouvia essa música tocar, eu e Marcelo saímos dançando não importando aonde, algo bizarro mais ou menos assim:

carlton-dancing-gif

Happy, virou a nossa música oficial da viagem, mas teve muitas outras que eu ouvia e tagava no Shazam pra depois montar uma playlist e publicar aqui; por isso a ideia desse post. Espero que gostem:

Se o aplicativo não abrir, clica aqui

17 jan, 2014

Playlist de viagem

Eu tinha criado uma lista maravilhosa de músicas que combinam com viagem no 4shared, mas por algum motivo aquele site realmente me odeia e aquela bagaça não tinha um link que eu pudesse fazer o compartilhamento aqui pra vocês. E acabei descobrindo o Plaay pelo blog da Camis (que também montou uma lista muito legal). O Plaay é um site incrível com mais de 5 milhões de músicas e que dá pra você montar suas playlists e compartilhar com os amigos, tem aplicativo pra celular também, mas eu ainda não testei. Fiz uma playlist com as músicas, que pra mim, tem tudo a ver com viagens. Não pela letra, mas pela canção mesmo, sempre combinou com minhas viagens e, é a minha trilha sonora pra isso. Tem mais de 50 músicas (eu não consigo ser comedida com esse tipo de listagem ehehehe) pra vocês se divertirem, é só apertar o play:

09 jan, 2014

Minissérie sobre Michael Hutchence – Vocalista do INXS

O Papel Pop divulgou essa semana uma nova minissérie que irá ao ar em uma TV Australiana e que vai contar sobre a vida de Michael Hutchence – vocalista do INXS que morreu em 1997 aos 37 anos de idade. Vão mostrar toda a trajetória da banda e como foi a vida de Michael. Eu sempre fui fã de INXS, muitas músicas são inesquecíveis e achei a ideia incrível de fazer uma minissérie sobre isso. Eu me arrepiei dos pés a cabeça com o trailer, pra quem é fã ou simplesmente simpatizava pela banda, super vale a pena, tá lindo:

29 jul, 2013

Of Monsters and Men

Semana passada descobri uma banda muito legal – Of Monsters and Men. Gênero indie rock/indie folk, foi formada em 2010 na Islândia. Eu não sabia, mas eles já tocaram aqui no Brasil, no Lollapalooza desse ano e enfim… Me apaixonei pelo som deles e estou baixando todas as musicas! Vale a pena conferir:

26 mar, 2012

26 de março: Lançamento do MDNA!

26 de março: Lançamento do MDNA!

Finalmente o grande dia tão esperado por nós fãs enlouquecidos chegou: hoje é o lançamento do MNDA aqui no Brasil e em boa parte do mundo também. Pelo que sei de lojas que com certeza estão vendendo o álbum novo da Madonna até agora são a Fnac e a Saraiva.


E o cd vem em duas versões:

MDNA Deluxe CD1
1. Girl Gone Wild
2. Gang Bang
3. I’m Addicted
4. Turn Up the Radio
5. Give Me All Your Luvin’
6. Some Girls
7. Superstar
8. I Don’t Give A
9. I’m a Sinner
10. Love Spent
11. Masterpiece
12. Falling Free

MDNA Deluxe CD2 – bônus
1. Beautiful Killer
2. I Fucked Up
3. B-day Song
4. Best Friend
5. Give Me All Your Luvin’ (Party Rock Remix feat LMFAO)
6. Love Spent (Acoustic version) – somente na versão iTunes

MDNA Standard
1. Girl Gone Wild
2. Gang Bang
3. I’m Addicted
4. Turn Up the Radio
5. Give Me All Your Luvin’
6. Some Girls
7. Superstar
8. I Don’t Give A
9. I’m a Sinner
10. Love Spent
11. Masterpiece
12. Falling Free

Fonte: Madonna Online

Honestamente MDNA me surpreendeu, porque até então o ultimo álbum que eu tinha gostado realmente era o confessions on a dance floor, os dois últimos – Hardy Candy e Celebration (tá, nem conta porque foi uma coletânea) eu realmente não gostei, mas esse finalmente a Rainha do Pop caprichou!

Eis os dois clipes de MDNA – um é claro, SEMPRE ter que ser polêmico e recheado de putarias, adoro isso na Madonna AHAHAHAHAHA, ela pode:


E se eu já comprei o cd? Não! Não comprei porque vou ganhar o duplo de presente do meu amigo Rick, não é muito amor nessa vida?

E sobre o show? Ela vem ou não? Olha isso ainda está uma incógnita, apesar de já ser praticamente 100% de certeza que ela venha pra cá, já tem até rumores de que os ingressos serão vendidos a partir do dia 28… 28 de M A R Ç O – agoraaaaaannnn!!

E que o show será no dia 04/12. Mas não é nada certo ainda, vocês sabem como são boatos. Porém, eu e meu amigo já estamos fazendo uns corres com carteirinhas de estudante porque pela facada que vai ser eu vou sim pagar meia entrada pra ficar no melhor lugar e também estamos de antenas ligadas porque se isso mesmo for realmente verdade, aí correeeeeeeeee porque vai esgotar num piscar de olhos.

É de praxe sempre ter TODO um sofrimento antes e eu não quero nem ver quando for pra fazer a compra naquela porcaria da TF4, em todo caso não vou sofrer por antecipação (vou usar isso como mantra). Vamos aguardar…

Pra terminar, quem quiser ouvir trechos das músicas MDNA pra ter uma ideia de como o album ficou é só clicar aqui.

15 mar, 2012

Show do Morrissey em São Paulo

Show do Morrissey em São Paulo

Finalmente, eis que então domingo tinha chegado o grande dia de eu ir assistir o Morrissey – The Charming Man e que puta tio bonitão ele está, heim?


Faz anos que não vou à um show realmente decente. Na verdade acho que eu nunca fui à um show digno de se dizer “Oooohhh, mas isso sim é puuuuuta shooooow”. Quando a Madonna veio pra cá, eu tinha acabado de voltar de viagem e não estava podendo me dar ao luxo de desembolsar uma bagatela grande pra ir ao show dela, mas espero que esse ano ela realmente confirme a turnê aqui porque, se eu não for esse ano, tenho certeza que depois não vou mais (só que dessa vez sim, EU VOU). Preciso ir! Nem que se eu tiver que vender o rim (de alguém) pra pagar o ingresso.

Enfim… Vamos ao que interessa.

O show, pra mim, foi maravilhoso! Mesmo com alguns por menores que né… Vou citar aqui, porque nem tudo nesse país sai perfeito como deveria pelo preço que se paga pra assistir a um show do seu ídolo, ainda mais internacional:

– Pegamos uma chuva do caralho pra chegar até lá, a rua onde fica o Espaço das Américas estava em reforma, então você imagine a bagunça, muitas pessoas e adicione bastante água nela. Como acesso estava uma bosta!

– O Espaço das Américas é uma casa de shows bem ampla, só não gostei de uma coisa: a pista. Ela é reta! Na minha opinião deveria ser como no Credicard Hall – que a pista é inclinada, pois quem está lá atrás, mesmo com os seus 1,65 de altura (oi!) ou até menor, consegue ver o show perfeitamente. Ficamos mais ou menos no meio da pista, bem ao lado aonde a equipe do Moz controlava som, luz, essas coisas. E eu passei a maior parte do show vendo o Morrissey pelas pontinhas dos pés, em algumas músicas pulando e outros momentos contando com a boa vontade do marido em me levantar – isso é muito amor, viu gente?

– O show de abertura foi uma merda. Foi feito por uma cantora (?) chamada Kristeen Young cujo nome e a fuça eu nunca tinha ouvido ou visto na minha vida. Detestei aquela mulher e me perguntei o que Morrissey tinha na cabeça pra convidar aquela louca pra abrir um show dele, mas tudo bem… Acho que os dois são amiguinhos.

– Depois do show da abertura ainda rolaram mais uns clipes e a galera já tava surtando na ansiedade (inclusive eu) até que… UAUUUUHHHRRRRRRR#@%$*!&%#! Morrissey e sua banda maravilhosa entraram e aí todos os perrengues foram em 1 segundo imediatamente esquecidos!

Gente?!?! Que show!!!! Que banda!!! Que super fucking cantor!! Extremamente simpático com a galera e com uma presença de palco absurda de boa, Morrissey fez todos que estavam lá saírem do chão, se emocionarem com suas músicas e cantarem junto com ele os seus maiores sucessos. Vou confessar, eu queria mesmo estar alí na boca do palco: bem debaixo das calças dele, queria ter pego a camisa que ele jogou pra galera (ele jogou uma), queria poder mostrar a minha tattoo pra ele (mais alguma coisa? #alocka), mas valeu CADA SEGUNDOOO de show. Me emocionei (de lagriminhas mesmo) quando ele cantou “Everyday is Like Sunday”, “You Have Killed Me” (nossa, nossa, nossaaa, eu enlouqueciiii nessa hora) e puta que pariu quando ele cantou “Alma Metters” minhas pernas até amoleceram. Quando então ele começou “How soon is Now?” eu acho que entrei em outro plano, quase que espiritual AHAHAHAHA. Foi um show fantástico de verdade! Morrisey é o meu cantor preferido e Smiths é a banda que sempre estará no ranking das 3 mais preferidas por mim.

Não fiz nenhuma foto ou vídeo com o IPhone, primeiro porque eu não estava perto, segundo porque eu queria curtir o show e não queria perder nada enquanto resolvesse fotografar ou filmar. Foi impressionante a porrada de gente que passou a maior parte do show fazendo isso e me pergunto se realmente valeu a pena ver o Morrissey pela tela do IPhone ou da Cam a ver ele com os próprios olhos cantando alí na sua frente pra você. Sei lá, não vejo muito sentido nisso, curta o show você, deixe as filmagens e fotos para os portais que foram pagos pra cobrir o show… E não é toa que quando abri o Youtube encontrei zilhões de vídeos do show dele aqui em São Paulo, portanto, escolhi alguns pra compartilhar com vocês:


Foi o melhor presente de aniversário que ganhei, esse dia vai ficar marcado na minha vida pra sempre. Acredito que certos shows são como viagens: você tem que ESTAR LÁ PRA SENTIR EXATAMENTE COMO É. E quando me perguntarem eu vou fazer questão de encher a boca pra dizer: “Eu fui no show do Morrissey.”

10 fev, 2012

Show do Morrissey!!!

Show do Morrissey!!!

Ontem a Lita me mandou um link pelo facebook que até então eu, ontem mutcho da perdida, nem estava sabendo:

Morrissey fará shows em São Paulo e no Rio! Venda de ingressos começa na sexta (ou seja: HOJE).

Enlouqueci! Sempre sonhei em assistir um show do Morrissey da mesma forma que sonho em ver um show da Madonna e que se Deus quiser essa vaca virá prá em dezembro. Acontece que eu e Rick estamos atrás do nosso processo de Cidadania Italiana que pra nossa surpresa antecipou pra esse ano, o que significa que estamos tendo que economizar cada centavo pra isso, até porque depois de legalizado os documentos, Rick terá que ir pra Itália e enfim…

O foco AGORA é economizar grana pra isso.

Acontece que depois que eu soube que o Morrissey vem pra São Paulo a minha cabeça não me deu mais sossego. Lembram? “A Juliana quando encasqueta com uma coisa…” e aí sondei o marido ontem, daquele jeitinho feminino que toda esposa tem, perguntando (do meu jeito – bem assim, na caruda) o que eu ia ganhar de aniversário. Ele que me conhece mais até do que meus próprios pais já lançou: “O que você quer de presente JULANA?” (ele sempre me chama de “JULANA” pra brincar comigo) e eu como também não sou de muitos rodeios respondi:

“OShowdoMorrissey!”

Bom, aí ele me olhou com aqueles olhos castanhos escuros que eu tanto amo e conversou comigo que temos que economizar grana pro lance da cidadania (e porra, temos mesmo) e blá blá blá e eu entendi… Mas fiquei murchinha, com o farol baixo e mesmo entendendo todo nesse lance economizar grana, fui dormir tristinha.

Quando foi hoje de manhã ele me mandou um sms: “abre o seu email” e quando abro o que estava lá? OS.INGRESSOS.DO.SHOW!!!!


Gente?!?!?!?!?! Eu quase caí da cadeira, quase enloqueci e quase deixei meu pai enlouquecido também, liguei pra ele na mesma hora tremendo e chorando (eu já falei que sou emotiva no créu velocidade 10), vocês não tem noção do QUANTO eu sempre sonhei em ir num show do Morrissey. Foi o melhor presente de aniversário que eu podia ganhar (detalhe: meu aniversário é no dia 25…. de MARÇO ahahahahahaha) do melhor marido do mundo!!!!! Como diz minha comadre Fer: “aaaah esses meninos fazem tudo pela gente!” E fazem mesmo.


The charming man que me aguarde, dia 11 de março nos veremos! =D

FELIZ!
FELIZ!
FELIZ!
FELIZ!
FELIZ!
FELIZ!
FELIZ!
FELIZ!
FELIZ!
FELIZ!
FELIZ!
FELIZ!
FELIZ!
FELIZ!
FELIZ!
FELIZ!
FELIZ!

07 fev, 2012

Madonna no Super Bowl

Madonna no Super Bowl

No domingo o que eu mais li no Twitter foi:
“Desde quando brasileiro assiste Super Bowl?”

¬¬ (ai como isso cansa minha beleza)

Bom, eu pelo menos assisto! Desde o ano passado por influência do marido e amigos que assistem… Entendo as regras do jogo, mas não todas e nem sou daquelas experts no assunto, affe… Longe disso. Mas assisto e até sempre rola um bolão entre a gente sobre cada rodada e tals, sem contar os emails falando de cada time na rodada muito bem escrito pelo amigo Will. Meu time – New England Patriots – que segundo esses mesmos amigos e o marido vivem tirando sarro comigo porque é “time de modinha”, foi pra final e errr… Bem…. Infelizmente perdeu.

Enfim… Eu não vejo qual é o problema do brasileiro se interessar por futebol americano! É a mesma coisa que você falar de fulano que não assistia nada na tevê e que de repente começou a assistir os documentários da Discovery porque, sei lá, colocou tevê a cabo em casa e achou o programa interessante, pronto. Então… E daí? Cadê o problema nisso? Por quê, diabos, subestimar tanto assim as pessoas quando elas assistem ou não determinadas coisas? Eu vejo sim problema EM QUEM CRITICA, afinal de contas, gente assim tem mais é que viver de novela global (que eu detesto, mas não fico apontando) e Faustão no domingo (que também odeio).

Muita gente também comentou:

“Mimimi brasileiro só está vendo o Super Bowl por causa do show da Madonna.”

Ah cêjura? Tá… Mas qual a novidade? O.o

Isso eu concordo! Porque muita gente que conheço só assistiu o jogo por conta do show da Madonna e quando terminou foi lá e mudou o canal, o que – como já disse, não foi o meu caso, mas SIM… Eu estava esperando e MUITO pelo show dela também que por sinal foi uma apresentação maravilhosa. E aí pergunto de novo: Qual o problema da pessoa ter assistido o Super Bowl SÓ POR CAUSA do show da Madonna? Conheço muitas mulheres que só assistem futebol pra ver perna de jogador (já que a cara por aqui não ajuda), mas e daí? Mesmo que não entenda lhufas de regra de impedimento isso também tem algum problema? Não, não tem!!

Brasileiro tem uma mania muito feia de sentar no próprio rabo e desengatar a falar dos outros, principalmente quando o assunto é televisão… Falar do fulano que agora assiste o futebol americano, UFC ou falar do ciclano que só assistiu o Super Bowl por conta do show da Madonna quando, NÃO SE TOCA que ele mesmo está agindo como um idiota e brigando com a tevê sobre quem saiu ou deixou de sair no BBB. Acho BEM contraditório da parte de quem fala isso, afinal, também tem os críticos entendidos de tudo e metidos a pseudo intelectuais que acham que o BBB é a heresia da televisão brasileira e olha que isso já rendeu cada discussão ferrenha por aí (quem assiste com quem não assiste e até quem assiste com quem TAMBÉM assiste – isso aconteceu comigo) que no fim, eu acabei achando até bobo de tão engraçado.

Mas então, vamos falar do que realmente interessa, pra quem não viu o show da Madonna no Super Bowl, eis o vídeo na integra:


Esse é o clipe do novo album dela – MDNA, eu particularmente adorei:


No site do Madonna Online eles mostraram os recordes do Super Bowl:

– A audiência do maior espetáculo americano televisionado para o mundo todo foi de 114 milhões de pessoas tornando-se o show mais assistido na história da partida de futebol americano.

– No Twitter, chegou a ter 10.245 tweets por segundo enquanto a popstar se apresentava, gerando o terceiro maior tráfego na história da rede social.

– E no Google, o maior site de pesquisa, o termo mais procurado foi MADONNA, seguido dos famosos comerciais, Joe Montana e Hail Mary em quarta posição.

E depois o site Madonna Online também postou sobre o que a imprensa e os famosos falaram sobre Madonna no Super Bowl, dá só uma olhada:

“A grandiosidade criada pela Cleopatra Madonna foi sem dúvida mais escandaloso do que o mamilo de fora da Janet.”
Los Angeles Times

“Madonna provou que ainda é relevante mesmo depois de sua estreia há trinta anos.”
Examiner

“Não, Madonna não foi a rainha da polêmica no show do Super Bowl. Ela quer que a música e seu espetáculo entre para a história. E que espetáculo foi!”
Boston Herald

“Ela disse que faria o maior show do planeta dentro do maior show do planeta. E não desapontou.”
Daily Mail

“Quem não foi conquistado por seu show? Os 12 minutos provaram que ela continua original e que superou muitos dos cantores que trabalham hoje e eles tem metade de sua idade.”
Forbes

“Madonna provou que ainda pode fazer uma mistura energética e espetacular de seus hits.”
Herald Sun

“Desde que Liz Taylor apareceu em Cleopatra a cultura pop não tinha visto um espetáculo em tamanha escala. Isso por si só já bastou para Madonna mostrar sua subversão.”
New York Daily News

“Madonna que ganhou o Super Bowl!”
Queerty

“Madonna superou a si mesma em honrar o conceito de longevidade ao resgatar seus hits do passado com a ajuda de astros de hoje em dia que as crianças ouvem.”
Washington Post

“Ela foi a garota que virou regente, uma rainha em seu trono, a rainha do baile desfilando nas arquibancadas, uma cantora de igreja na frente de um coral. A garota má (bad girl) é uma adulta, goste ou não (like it or not).”
MTV

“Madonna fez um verdadeiro espetáculo em seus 12 minutos de show.”
Rolling Stone Brasil

“Viva Madonna, impecável! Ela deu uma aula!”
Luciano Huck

“O que foi Madonna???? Meu Deus!!! Ela é demais!”
Angelica

“Madonna, tu é foda!!!”
Astrid Fontenelle

“O que foi aquilo?? Quem mais pode fazer uma coisa daquelas se não Madonna?? Aquilo é que é poder! Um mix de seus maiores sucessos – sim, “Music” e mesmo “Luvin” estão lá, e também “Like a prayer”, “Vogue”… Tudo de bom! Eu chorei, só pelo privilégio de viver em um tempo onde isso é possível de acontecer.”
Zeca Camargo

“Madonna deu mais um show, tanto de entretenimento como marketing para todos os empreendedores do mundo.”
Cris Arcangeli

“Só há uma Madonna!”
Cyndi Lauper

“Até quando ela faz menos, é muito mais.”
Pink

“Madonna está de volta! Ela é a rainha! Foi sensacional!”
Sharon Osbourne

“O fato é que Madonna é melhor que as outras.”
Ashton Kutcher

“Nada do que já assisti fez meu coração bater com tanto alegria do que essa apresentação da Madonna. Foi sensacional!”
Kelly Osbourne

“Madonna fez o melhor show na história do Supper Bowl! Todos ali no palco arrebentaram!”
Diddy

“Madonna é incrível! Amo pra sempre! Que artista! E foram todas minhas canções favoritas!”
Eva Longoria

“Madonna é uma lenda!”
Will.i.am

“Sim, salvem nossa rainha!”
Boy Goerge

“Madonna = perfeição”
Rosie O’Donnell

“Esse foi um dos melhores shows de intervalo que já vi! Madonna foi incrível! E estou muito orgulhosa de meus garotos. Épico. Amor, LMFAO.”
Paris Hilton

“Sempre imitada, nunca duplicada.”
Tracy Young

Enquanto isso, Elton John em sua casa, possivelmente estava puxando a cueca pela bunda e enfiando na cabeça:


Ohohohohohohohoh, desculpa Elton, eu te amo de verdade, mas você andou merecendo umas trolladas depois de uns comentários invejosos sobre a Madonna.


Juro que quase tive um treco quando começou o “uuuuhhlll uuuuuh” do Like a Prayer, juuuroooo, quase surtei!


Então é isso, gostem ou não – porque não se agrada a gregos e troianos ao mesmo tempo, mas Madonna pra mim é a Rainha do Pop, é a Diva e NINGUÉM consegue ser como ela. E de agora em diante vamos cada um cuidar da sua própria tevê e deixar a programação alheia em paz, afinal cara pálida, você não paga a conta da minha tevê a cabo, a conta de luz e nem eu muito menos pago a sua, então: get a life, porque né… É tão mesquinho isso. No mais, agora é esperar (ansiosamente) por mais novidades sobre a turnê da Madonnita, já que ainda (eu disse AINDA) não há nada oficialmente confirmado aqui no Brasil, mas parece que a América do Sul já está na lista. #TODASGRITA.

E esse ano eu já baixei a lei: DESSA VEZ EU VOU, môbeim!!!!

31 jan, 2012

Capa do Álbum MDNA e W.E.

Capa do Álbum MDNA e W.E.

Fortes rumores de que Madonna esse ano fará sua turnê aqui (e dessa vez eu vou), eu super, mega, blaster ansiosa esperando pela estréia do filme W.E – filme produzido por ela que ainda por cima rendeu a Madonna o Golden Globe para melhor canção original por Masterpierce (e que Elton John ainda está se cortando os pulsos por isso) e fazia tempo que Madonna não fazia uma baladinha assim, a música é linda!

Enfim, saiu a capa nova no seu novo álbum o MDNA:


E aí o que acharam? Eu gostei, mas não amei, sabe? Enfim… O que importa mesmo é o conteúdo, uma vez que o ultimo álbum que me agradou de verdade foi o Confessions on a Dancefloor, mas acho que dessa vez o MDNA vai vir com tudo.

E já que o assunto é Madonna, ela foi capa da Harper’s Bazaar do mês de dezembro junto com a atriz Andrea Riseborough – protagonista de W.E., olha que luxo:


E pra quem ainda não viu o trailer de W.E. que por sinal é baseado numa história real, eis aqui na intrega, estreia no dia 30 de março:

27 set, 2011

Playlist de Viagem

Playlist de Viagem

Música é algo que sempre fica marcado na vida de qualquer pessoa (seja pro lado bom como também pro lado ruim), tem aquela música que te marca por um amor, outra dos tempos de escola ou até mesmo aquela música que você adora, mas que passou a odiar porque colocou como toque no despertador do celular (isso já aconteceu comigo) mmmeheueheueh.


Hoje, como já estou em ritmo louco de viagem (15 dias), fiz uma lista de músicas que pelo menos para mim tem a cara de tudo isso: viagem, férias (principalmente aquela viagem que você está planejando há tempos), passeios, lugares e afins. Pra falar a verdade essa lista começou com 10 músicas apenas, aí perguntei no twitter se seria interessante aumentar pra 20 e todo mundo apoiou, aí eu exagerei mais um pouco e aumentei pra 40… Ainda não contente, uma semana depois coloquei mais 10 músicas e virou um top list de viagem com 50 músicas! Tá bom já, néam?

E informo: são músicas bem legais que dá pra ouvir em qualquer ocasião – festinha, relax, no carro, no bus, fazendo exercício, lavando a louça. Percebam que alí tem um mix que vai desde Beatles à uma baladinha dos anos 90 como Haddaway (nuuóóóóssa), mas que pra mim é tudo PLAYLIST DE VIAGEM!!!

Segue aí as 30, 40 (na verdade) 50 músicas para se curtir numa viagem, clique em cima da fita k7 (super moderno, ui) vacation playlist que em seguida você será direcionado pra outra tela e poderá ouvir todas músicas:


Se não abrir a outra tela, é só clicar aqui.

P.S. Geeeeeente, desculpa mas eu não consegui tirar a opção de começar a tocar automático nessa bodega, então todas vezes que vocês entrarem no blog, não se assustem se começar a tocar Beatles, é só ir lá e pausar o raio do botão, quem souber como tira isso do automático, me ensina, porfá!. Resolvi ehehehhe!

26 set, 2011

O fim do R.E.M

O fim do R.E.M

Nessa ultima quarta-feira o R.E.M anunciou o fim da banda que já tinha 31 anos de carreira. e juro, como fiquei triste. R.E.M é uma das minhas bandas preferidas (e sempre vai ser) e ainda sonhava em ir a um show deles algum dia (kuén, kuén, kuén), mas né… Agora é tarde demais. Lembro que eu tinha a fita k7 (porra faz tempo) do álbum “out of time” e com certeza “losing my religion” foi de cara a primeira música que me faz apaixonar por essa banda! O UOL fez uma matéria muito legal relembrando os 10 momentos mais marcantes da carreira deles, muitos momentos que até então eu mesma desconhecia, dá só uma olhada, vale a pena ler:


E pra terminar algumas das minhas músicas preferidas deles:


R.E.M vai deixar muitas saudades!!!

Uma das coisas grandiosas sobre estar no REM foi o fato de que os registros e as canções que escrevemos significaram tanto para os nossos fãs quanto significaram para nós – Peter Buck

23 ago, 2011

News: Madonna

News: Madonna

Essa semana duas grandes noticias sobre a Madonna bombaram na internet, a primeira delas é de uma suposta turnê em 2012 aqui no Brasil patrocinado pela Sminorff, cujo projeto se chama The Smirnoff Nightlife Exchange Project que irá selecionar um dançarino para a próxima turnê da Madonna.

A turnê ainda não tem nome mas tem previsão para julho de 2012 e segundo a notícia Madonna passará pela America do Sul, incluindo o Brasil, no site MadonnaOnline tem bastante informação a respeito!



Eu sinceramente ainda estou pagando pra ver, só vou acreditar mesmo quando tiver perto ou quando for oficialmente confirmado por parte do site oficial dela, lembram quando todo mundo confirmou e fez um puta blábláblá acreditando que ela vinha e depois todos nós ficamos chupando o dedo? Pois é!

Outra notícia que começou a bombar foi o lançamento do seu próximo álbum previsto para abril do ano que vem, com o primeiro single lançado em fevereiro. Quem divulgou essa informação foi o jornal Examiner, mas não confirmações oficiais sobre os produtores. E, é através desse álbum (ainda sem nome) que ela vai começar sua turnê. Ok, então vamos ver o desenrolar disso tudo!