Arquivo

agosto 2014

Posts em agosto 2014.

Literatura de Cordel no meu bairro

Hoje, descendo a pé de manhã pro trabalho, fiquei encantada com o que vi numa rua bem próxima de casa: Literatura de Cordel – em TODAS as arvores e na rua TODA, é de encher os olhos de alegria de qualquer pessoa! Foram feitas por alunos de uma escola próxima e fiquei apaixonada pelo trabalho e pela delicadeza, afinal de contas, passar por uma rua que está forrada de poesia em um sábado monocromático como hoje, é daquelas pequenas felicidades da vida que dinheiro nenhum paga.

literatura

Processed with VSCOcam with m3 preset

Processed with VSCOcam with m3 preset

meu novo papel de parede

Pois é. Inspiração não me faltou com papéis de parede. No sábado coloquei um na parede da minha sala de jantar e ficou mais bonito do que eu imaginava. O papel é um estilo retrô da Papel e Parede, o envio foi rápido e eles tem umas padronagens lindas e pra todos os gostos.

Todos são auto adesivos e eu fiz a aplicação junto com o Rick no sábado de manhã, você vai colocando e passando aquela pá de aplicação, sabem? Não tem segredo. Acontece que minha parede não é 100% alinhada e reta, coisa que obviamente só fui descobrir na hora da aplicação do papel e isso dificultou um pouco nosso trabalho. Tecnicamente por ser auto adesivo é mais fácil de aplicar, mas acredito que se a folha fosse um pouquinho mais grossa, teria sido mais fácil. Deu um pouco de trabalho, mas não é um bicho de 7 cabeças e eu amei o resultado final, vejam:

foto 1

foto 3

Processed with VSCOcam with m3 preset

foto 5

Ainda vou ver se consigo dar uma “gambiarra” com o pedaço que sobrou pra ver se ajeito o canto direito da parede, que como não é exatamente alinhada, ela mostra a linha de um teco da parede branca como vocês pode principalmente observar na ultima foto. E aqui nesse post, vocês podem observar de como antes era sem o papel. Tô muito feliz com o resultado e principalmente porque eu consegui decorar minha casa exatamente do jeito que eu sempre imaginei. No meu IG tem mais fotos.

Backpacker: Londres pela 3a vez

E pra não dizer que não falei em Londres – o meu lugar preferido no mundo, é com essa cidade incrível que estou fechando os posts aqui no blog do meu mochilão de 2014. Viajamos bastante entre março e abril, foram dias loucos, divertidos, maravilhosos… Conheci tanta coisa e trouxe tanta experiência e vivência na minha bagagem que isso nem com palavras eu consigo explicar, mas meu coração pode muito bem sentir. Quando planejamos essa viagem, nós sabíamos que iríamos passar por muitos lugares: descemos, subimos, fomos pra um lado, pro outro, demos a volta e fomos mais longe ainda, mas eu queria que esse mochilão terminasse em Londres. Na verdade, conforme fomos montando o roteiro eu não me importava se Londres estivesse no começo ou no final do nosso trajeto, mas eu fazia questão que simplesmente estivesse e tudo, graças a Deus, deu muito certo.

londres

Ficamos mais uma vez na casa do Marcelo, só que dessa vez ele ficou junto com a gente, não estava com nenhuma viagem marcada ao Brasil ehehehe. Visitamos o Wandy e o Romeo que nos fez um almoço maravilhoso, passeamos com o Lau e nos divertimos bastante. Visitamos a cidade de Windsor também que é aonde fica a residência real da Rainha, infelizmente dentro do castelo não podia tirar fotos, mas vale muito a pena conhecer. Aliás, qual castelo que não vale a pena visitar, não é? Londres pra mim é um paradoxo; ao mesmo tempo que me sinto em casa em qualquer lugar da cidade que eu vá, por outro lado é sempre uma novidade pra mim. É claro que conheci mais coisas dessa vez – pela terceira vez diga-se de passagem, mas outros lugares eu fiz questão de ir novamente e sempre dá aquele frio na barriga gostoso como se aquele sonho, que está sendo realizado mais uma vez, fosse uma novidade.

Acredito que todo mundo tenha algum lugar preferido no mundo e isso não importa a distância: pode ser do outro lado do planeta ou pode ser bem pertinho da sua casa, a distância ou o lugar é o de menos, o que vale é despertar seu amor. Acredito também que quando viajamos, intimamente procuramos parte de nós por todos os lugares que passamos, não que necessariamente nos falte alguma coisa, mas é como se algo nos somasse em algum pedaço do mundo e automaticamente também, nos sentimos como parte de tudo que está ao nosso redor, de algum momento, de alguma história, pra essa busca que é sempre incansável e que nos mantém vivos. Buscamos em viagens o aprendizado, a experiência, a vivência, o conhecimento por algo que quase sempre, ainda nem fazemos ideia do que nos espera… Buscamos o sentido da vida, buscamos os valores que se aprende em cada passo, com as histórias pra contar e a satisfação de sempre poder dizer que tudo vale a pena e sempre ter a motivação de achar que pode mais… Porque quem viaja sempre quer mais. Com viagens você aprende a se conhecer melhor, testa seus limites e descobre que sempre pode ir além do que imagina.

A felicidade vem de tudo que você conhece, mas ela sai de dentro de você. Viajar pra mim é isso, na verdade, é muito mais do que eu consiga expressar mas é com essas palavras que quero terminar os vários posts que fiz sobre esse ultimo mochilão. Conheci e vivi muita muita coisa em 38 dias batendo as asas, voltei super cansada fisicamente, mas com uma mala cheia de tanta coisa boa que não trocaria por nada nesse mundo. Vou deixar o vídeo que criei dias atrás com fotos (desculpa, tá meio porquinho porque ainda não sei fazer nada muito elaborado), a música foi trilha sonora da viagem toda e não poderia ter escolhido uma melhor pra dias tão felizes.

minha loja no enjoei.com

Essa semana, com a ajuda de uma amiga, criei uma lojinha no Enjoei.com. Algumas coisas que estavam em casa, além de eu nunca ter usado, estavam ocupando um espaço que eu poderia estar aproveitando com outras coisas, enfim… Entre algumas coisinhas que já estou vendendo, há tempos estou querendo vender a minha Semi Pro da Sony que está há um tempão encostada e em ótimo estado, mas não levo nas viagens porque pra carregar, ela não é prática e como estou querendo [tipo… MUITO] uma GoPro, não teria necessidade de ficar com essa da Sony. Fiquei feliz que anunciei à noite e no outro dia já vendeu, acho que eu tive sorte mesmo, mas o fato é que gostei dessa ideia de vender o que não uso mais e é claro, que esteja em bom estado.

Quer ver minha lojinha? Clica aqui.

eunoenjoei

Sempre vou deixar o link disponível na barra de menus e na side bar do lado direito, quem quiser comprar alguma coisa e tiver alguma dúvida, pode me escrever. 🙂