Farellones no Chile

Este é, finalmente, o ultimo post sobre nossa viagem ao Chile, quem quiser boas dicas sobre o deserto do Atacama aqui tem bastante informações, sobre o Chile aqui também tem boas dicas da nossa viagem anterior, mas hoje vou falar sobre o Parque Farellones que é bem pertinho de Valle Nevado e fica a mais ou menos uns 50 minutos de Santiago. Na rua do flat em que ficamos, encontramos uma agência – a Snow Tours que faz esses passeios de montanha e em vinícolas também, há diversas outras agências pelo centro da cidade que vendem esses tours, mas escolhemos essa pois estava com um bom feedback dos viajantes e era pertinho da gente, além de disponibilizarem o transporte que te busca e te deixa na porta do hotel, há também o serviço de aluguel de roupas, caso você não esteja devidamente preparado para o frio nesse tipo de lugar.

No nosso passeio estava incluso Valle Nevado + Farellones, porém, durante o caminho a nossa guia Denise, que é brasileira e muito gente boa, nos deu uma dica de ouro: quem estava indo com a intenção de esquiar, Valle Nevado era uma boa opção, contudo, quem queria se esbaldar na neve, passear ou fazer algum outro tipo de passeio, Farellones era o mais indicado e essa foi a minha real intenção, eu já teria minha cota de aventura no Atacama e esquiar não estava nos meus planos. Então, eu, Rick e mais algumas pessoas descemos em Farellones e o resto do grupo foi pro Valle Nevado e voltariam por volta da hora do almoço. Portanto, não conhecemos o Valle Nevado, mas eu e Rick passamos um dia incrível em Farellones.

A entrada no Parque, se eu não estou enganada, custa $20.000 pesos Chilenos (cerca de R$100,00) e honestamente não acho caro porque além de um lugar super lindo, com vistas maravilhosas, essa entrada dá o direito de fazer todas as atividades disponíveis dentro do parque, menos esquiar e as aulas de esqui (isso tem valor separado), você pode ficar o dia todo lá, sair do parque e voltar também, ir milhões de vezes em todas as atividades que quiser. Tem muita coisa legal pra fazer lá: passeio de bike, trineo (mais conhecido como skibunda e eu não gostei desse por motivos de: medo de descer naquela pranchinha), tubing (descer a neve com uma boia), snowboard, ski, tirolesa, teleférico, além dos cafés que ficam tanto na parte de cima como na parte de baixo do parque. Eu já tinha visto neve, mas nunca tinha estado em um lugar com tanta neve pra poder aproveitar, teve aquela nevasca tímida nesse ultimo inverno de Londres que passamos o ano novo, teve neve no Etna, mas foi tudo muito rápido, portanto se a sua intenção é literalmente brincar na neve, rolar na neve e fazer atividades na neve, Farellones é uma ótima escolha.

Como estivemos lá em Agosto, ou seja, ainda bem invernão no Chile, o parque estava completamente coberto de neve, as fotos são um pouquinho de como foi maravilhoso esse dia:

Aonde comer? Há cafés com serviço de restaurante no parque, mas por dica da nossa guia, nós fomos no restaurante de um hotel que fica um pouco mais acima, saindo fora do parque mesmo; comida honesta, preço justo e um ótimo vinho. Não lembro de quanto gastamos, mas eu sei que em Valle Nevado pra comer ou só  beber um café é muito mais caro que Farellones, tanto que a galera que foi pro Valle, decidiu almoçar em Farellones.

Apesar de muito frio, pegamos um dia lindo e sem vento e isso conta muito porque deu pra aproveitar bastante, no final do dia o frio ficou mais forte e também começou a ventar bastante, então, além de ir bem paramentado na vestimenta, é bom também checar as condições do clima antes, coisas que não podem faltar:

– Botas de Neve (se for impermeável melhor ainda, a minha não era, mas segurou de boa)
– Calça (e de preferência com uma segunda pele por baixo, eu por exemplo sinto muito frio nas pernas)
– Luvas (se você esquiar, escolha pelas impermeáveis, a minha é de lã mesmo)
– Casacão (daqueles pra neve mesmo, eu ainda usei uma segunda pele e um moletom por baixo)
– Gorro (parece que não, mas não dá pra ficar sem)
– Cachecol (não consigo andar no frio intenso sem um)
– Óculos escuros (imprescindível!!!! não dá pra ficar naquela neve branca de doer sem um óculos escuro)
– Protetor solar (pro rosto, o sol queima sim)
– Protetor labial (e use muito, porque tudo congela e tudo resseca)
– Água pra hidratar

Não foi o nosso caso, mas caso você não tenha algum desses itens, você pode alugar antes com a agência que você fechou o passeio, não tenho ideia de valores, mas sei que não é caro, durante a subida pra esses lugares é muito comum sentir um pouco do mal da montanha (olha ele aqui de novo), no nosso transfer, dois rapazes passaram mal, então, como precaução, eu recomendo tomar um café da manhã BEM leve.

Valle Nevado ou Farellones? Eu não estive no Valle, mas sei que é incrivelmente lindo e que vale muito a pena conhecer também, contudo, as opções pra comer são mais caras e se você tem intenção de esquiar, Valle Nevado é uma ótima escolha. Agora se você não faz questão de esquiar, mas quer aproveitar bastante o dia fazendo outras atividades na neve, Farellones é a melhor opção.

0 comentários Comentário

Adicione um comentário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *