Saudades em uma foto

O quanto que uma única foto pode dizer sobre a nossa evolução do que éramos e de como somos hoje? O quanto que uma foto pode trazer de lembranças dos tempos que não voltam mais? Não sei exatamente mensurar isso, mas posso garantir que é bastante coisa. Ontem um amigo meu me marcou numa foto que quando vi, um filme passou na minha cabeça.

aolandia

Esse é a foto do meu primeiro emprego (registrado), no meu primeiro dia de trabalho. Foi no começo de 2000, um pouquinho depois de eu ter entrado para a faculdade em 1999. Eu trabalhei na AOL, como muitos de vocês sabem e que infelizmente foi uma empresa de internet que não deu certo aqui no Brasil. Mas eu aprendi muito em todos os dias e anos que trabalhei lá, nossa, e como aprendi. Fiz muitos amigos também – essa é a parte mais legal e nostálgica dessa foto e por incrível e mais estranho que possa parecer – quando se fala em amizade verdadeira dentro do ambiente de trabalho, eu posso dizer que lá eu tive amigos de verdade. Sempre que alguém dessa época é marcado em alguma foto, todos – sem exceção, lembram sempre com muito carinho e saudades dos tempos que a gente trabalhava como loucos, mas nos divertíamos muito mais.

Meu codinome Jubalinha nasceu ali dentro, minha primeira internet discada, minha primeira conta de email. Meu blog literalmente nasceu ali dentro também; por ideia de um amigo que era meu companheiro de equipe e sentávamos um ao lado do outro – divididos apenas pelas baias e que, nos raros momentos de quase nenhuma ligação a gente ficava batendo papo, contanto histórias e dividindo experiências. Quantas festinhas, quantas histórias engraçadas dentro e fora do trabalho, quantas amizades cada um conquistou e posso dizer que éramos uma grande família, é claro, apenas com a parte boa que uma família proporciona.

Não tenho mais o mesmo contato com todos, mas estamos sempre por perto da maneira que cada um pode: uns casaram, tiveram filhos, uns continuam trabalhando na área, outros seguiram uma linha de profissão totalmente diferente, alguns estão morando fora e mesmo que inevitavelmente a vida tenha traçado uma rota diferente na estrada de cada um, são pessoas que se todos nós um dia nos encontrássemos, seria aquela sensação de como se fosse ontem e que deixaria o coração de todo mundo quentinho.

O que uma foto pode transmitir? Toda a saudade de tempos que não voltam mais, mas principalmente a gratidão por ter passado gente tão do bem no nosso caminho.

“E se os sonhos e as recordações se misturam, é assim mesmo que deve ser, porque todos merecem ser heróis.” Kevin Arnold – Anos Incríveis

Juliana Esgalha Post por