04 fev, 2020

Livro – A Garota que Você Deixou pra Trás

Durante a Primeira Guerra Mundial, o jovem pintor francês Édouard Lefèvre é obrigado a se separar de sua esposa, Sophie, para lutar no front. Vivendo com os irmãos e os sobrinhos em sua pequena cidade natal, agora ocupada pelos soldados alemães, Sophie apega-se às lembranças do marido admirando um retrato seu pintado por Édouard. Quando o quadro chama a atenção do novo comandante alemão, Sophie arrisca tudo a família, a reputação e a vida na esperança de rever Édouard, agora prisioneiro de guerra.

Quase um século depois, na Londres dos anos 2000, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa com paredes de vidro. Ocupando lugar de destaque, um retrato de uma bela jovem, presente do seu marido pouco antes de sua morte prematura, a mantém ligada ao passado. Quando Liv finalmente parece disposta a voltar à vida, um encontro inesperado vai revelar o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória. Ao mergulhar na história da garota do quadro, Liv vê, mais uma vez, sua própria vida virar de cabeça para baixo. Tecido com habilidade, A garota que você deixou para trás alterna momentos tristes e alegres, sem descuidar dos meandros das grandes histórias de amor e da delicadeza dos finais felizes.

Meu primeiro livro da Jojo foi “Como Eu Era Antes de Você” e infelizmente foi uma certa decepção pra mim, apesar da ideia ser ótima, eu senti que faltou emoção por parte da autora e acabou que não me encantou como eu esperava. Mesmo assim, eu decidi que daria uma segunda chance pra Jojo, só que nunca mais acabei lendo outro livro dela, mesmo com tantos de seus lançamentos no mercado, eu sempre acabava escolhendo outra história. Até que minha amiga querida Sheila, acabou me convencendo a dar outra chance novamente e me indicou este livro aqui. Ela também me indicou “Paris Para Um” que é um livro de contos (que ainda estou lendo) e recomendou que eu lesse o ultimo conto antes de começar essa história e foi o que fiz.

“A Garota que Você Deixou pra Trás” tem para mim, uma escrita… Ok, eu não diria a escrita, mas um comprometimento totalmente diferente e muito maior dessa vez por parte da Jojo se comparado com “Como Eu Era Antes de Você”. Foi uma história que me fisgou logo nas primeiras páginas. A narrativa é ambientada em duas épocas: Primeira Guerra Mundial e nos dias atuais (mais precisamente em 2002) e conta a história de Sophie e Liv respectivamente e como a vida das duas se cruzam através de um quadro mesmo após passado quase 100 anos e que a autora conseguiu mesclar certinho as vidas, as épocas, sem deixar nenhum fio solto pra trás.

É um livro muito emocionante. Tocante e ao mesmo tempo delicado quando se aborda alguns assuntos que envolvem perdas e lutos de duas personagens com épocas completamente diferentes uma da outra. Obviamente pra mim, a história de Sophie foi muito mais impactante, afinal de contas, ela estava numa época de guerra, e por muitos momentos eu não gostei de algumas atitudes de Liv, mas compreendi que todo o esforço e teimosia dela valeu a pena principalmente pra se ter a verdade e honrar o nome de Sophie acima de tudo.

Então, dito tudo isso, quero agradecer a Sheila por me trazer de volta ao mundo dos livros da Jojo porque agora eu vou ler os outros dela e inclusive já comprei seu ultimo laçamento, então posso dizer que também Jojo e eu fizemos a pazes, vai ganhar as 5/5 das xícaras:

Juliana Esgalha

Tags: ,

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

  • Avatar
    Sheila
    fevereiro 04, 2020

    Mulher, me sinto honrada por estar mencionada aqui! Essa indicação foi apenas um singelo agradecimento por ter me indicado outra autora incrível e que amamos com todas as forças!