17 set, 2019

Livro: Uma Carta de Amor

“Traduzidos para 50 idiomas, os livros de Nicholas Sparks já venderam mais de 100 milhões de exemplares no mundo.

“O sucesso de O diário de uma paixão não foi mera sorte. Mais uma vez Nicholas Sparks oferece uma história de amor comovente, maravilhosamente escrita e extremamente romântica. Sua forma de narrar os obstáculos que as pessoas enfrentam nos
relacionamentos é sensível e cheia de esperança.” – Booklist

Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém.

Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Lá, Theresa encontra na praia uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro.

Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada
Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo
especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.”

Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte.

Quando o conhece, descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também.

Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.”

Acho que pelo segundo livro lido de Nicholas Sparks já posso dizer que eu virei fã deste autor. Eu amo um romance água com açúcar, eu amooo um drama dos bons e amo reviravoltas que me pegam de surpresa, principalmente aquelas que não precisam necessariamente se tratar de um final feliz. Esse livro é basicamente isso.

Um romance bem gostoso de ler, apenas com a ressalva de que em alguns momentos tive a sensação que a história caiu um pouco na mesmice, mas eu estava fluindo tão bem com a leitura que quando percebi, já estava no final! E aí o autor vem e te dá um soco no estômago.

Theresa é uma personagem cativante, independente e forte. Garret é bem legal também, um fofo, um homem digno de se apaixonar, mas achei ele um pouco paranoico em alguns momentos. É lógico que entendo a dor da perda dele e tudo mais, mas ele estava carregando um fardo de luto maior do que poderia suportar e isso por sua própria escolha, o que em alguns momentos me irritava um pouco na história. É um livro muito comovente que fala sobre o amor verdadeiro, destinos, sobre se dar uma chance de ser feliz, perdas e recomeços. Pra quem ama esse tipo de romance é um prato cheio, super recomendo! 5/5 xícaras:

P.S. Sei que tem o filme também que é com Kevin Costner e Robin Wright. Aqui o trailer.

Juliana Esgalha

Tags: ,

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.