18 dez, 2018

Sobre o Journal e Papelaria

Vai completar um mês desde que comecei o meu primeiro Art Journal. Pra quem quer saber mais, tem um post explicando tudo aqui. Desde então, criar nele tem sido uma experiência MUITO legal pra mim. Exercito minha criatividade, me ajuda (muito) a relaxar e re(descobri) o mundo da papelaria que – eu já sabia, mas tinha me esquecido – de como é infinitamente maravilhoso!

Como hoje em dia tem coisas legais e maravilhosas pra você estimular a criatividade e por as ideias em prática, né? Eu não sabia que tinha tanta coisa assim e tenho que me segurar ao máximo pra não comprar coisas demais no impulso, é legal você ter um monte de coisinhas pra rechear o journal, mas pense sempre em comprar somente aquilo que você tem certeza que vai realmente usar (lápis de cor, canetinhas, adesivos), eu evito muito de comprar, por exemplo, canetas só porque são bonitinhas e que muito provavelmente apenas vão servir mais de enfeite, pense sempre se primeiro você irá realmente irá usar.

Tá compensando comprar no Ebay, Ali Express e sites gringos de papelaria que entregam aqui, mesmo com aquela taxa-roubo de 15 reais que os Correios cobram por cada encomenda internacional, vale comprar a maioria dos produtos justamente pelo grande atrativo de preço mais baixo, mas atenção: isso é mais viável desde que você compre mais itens de um mesmo vendedor e pesquise antes o quanto custa aqui e o quanto custa lá fora.

Por exemplo: Washitapes. Numa papelaria hypezinha do shopping uma caixinha com 4 estava pela bagatela de R$ 60,00 (eu quase cai dura!), sendo que o mesmo estilo eu encontrei nesses sites pela média de 15 reais (com 4 rolinhos também, os unitários são ainda mais baratos), além do que em lojas como Daiso, Almini e a famosa 25 de março dá pra encontrar coisas bem legais também, eu gosto de ir nesses lugares e ficar por horas e horas, o problema é que ultimamente está me faltando tempo pra isso.

Esses são apenas alguns dos meus últimos criadinhos:

E duas coisas que vale muito a pena ter pra quem se emerge no mundo dos journals são:

– Uma Polaroid. A minha é a Instax da Fuji, é legal porque você pode fazer fotos bem legais e já sai na hora mesmo, pro journal dá um toque super vintage. Comprei no Black Friday por um preço bem bacanudo.
– Uma mini impressora de fotos pra imprimir as fotos do celular. Eu comprei uma da HP, a Sprocket e o legal é que além de poder imprimir as fotos (né?), é super compacta e pequenina, então dá pra levar pra qualquer lugar.

Lembrando que eu estou dizendo que é legal ter se você faz um journal, não que isso seja obrigatório – eu detesto quem fala “ah você tem que ter tal coisa” só pelo simples impulso do consumo, até mesmo porque criatividade não tem limites e independe dos gadgets que você esteja usando pra complementar.

Separe também um cantinho pra você criar em paz e guardar suas coisas sempre bem bonitinhas e organizadas, em casa eu tô dividindo a mesa de escritório com o marido e está dando super certo, como vocês podem ver tem espaço até pro gato:

View this post on Instagram

Domingo #homeoffice #papelaria

A post shared by Juliana Esgalha (@juesgalha) on

Juliana Esgalha

Tags: ,

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.