11 jul, 2019

Livro: As Coisas que Fazemos por Amor

“Caçula de três irmãs, Angela DeSaria já tinha traçado sua vida desde pequena: escola, faculdade, casamento, maternidade. Porém, depois de anos tentando engravidar, o relacionamento com o marido não resistiu, soterrado pelo peso dos sonhos não realizados.

Após o divórcio, Angie volta a morar na sua cidade natal e retorna ao seio da família carinhosa e meio doida. Em West End, onde a vida vai e vem ao sabor das marés, ela conhece a garota que mudará a sua vida para sempre.

Lauren Ribido é uma adolescente estudiosa, bem-educada e trabalhadora. Apesar de morar em uma das áreas mais decadentes da cidade com a mãe alcoólatra e negligente, a menina sonha cursar uma boa faculdade e ter um futuro melhor.

Desde o primeiro momento, Angie enxerga em Lauren algo especial e, rapidamente, uma forte conexão se forma: uma mulher que deseja um filho, uma menina que anseia pelo amor materno. Porém, nada poderia preparar as duas para a repercussão do relacionamento delas. Numa reviravolta dramática, Angie e Lauren serão testadas de forma extrema e, juntas, embarcarão em uma jornada tocante em busca do verdadeiro significado de família.”

Mais uma vez uma história de Kristin Hannah que foi arrebatadora pra mim. Nessa história temos diversos aspectos em um só tema: uma mulher que deseja muito ser mãe e não consegue, uma mãe que renega seu filho, uma mãe protetora, uma mãe jovem… Kristin Hannah escreve com o coração e essa história foi incrível do começo ao fim. A vidas de Angie e Lauren se cruzam de uma maneira totalmente inesperada, ambas se completam e se ajudam a enfrentar os problemas que cada uma está passando sem se dar conta do quanto isso irá mudar suas vidas.

Angie é a caçula de 3 irmãs vinda de uma família de italianos enorme, cheia de amor e muito unida. Lauren é uma menina batalhadora e responsável, sua mãe é a sua única família, mas infelizmente é uma péssima mãe que renega o amor a própria filha. A narrativa aborda assuntos delicados sobre maternidade, escolhas e é um livro cheio de dramas e reviravoltas que te prende do começo ao fim. Este livro fala sobre relações entre mãe e filhos. Sobre família. Fala sobre a cura pelo poder do amor, sobre segundas chances e recomeços. Fala sobre resiliência.
É uma leitura densa e eu não esperava menos se tratando de Kristin Hannah. Esta é mais uma história que recomendo forte à vocês. Ah, minha mãe começou a ler O Rouxinol, depois eu digo o que ela achou.

5/5:

Juliana Esgalha

Tags: ,

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.