19 set, 2018

Por quê todos deveriam assistir Anne With An E?

É fato que neste blog, de uns bons tempos pra cá, eu escreva muito mais sobre livros a seriados. O que não quer dizer que eu não ame mais os seriados porque de todas as programações que assisto na tv, 90% são seriados. Eu tô há semanas pra escrever sobre Anne With An E – um seriado maravilhoso que a Netflix colocou na grade há um tempinho e que está na segunda temporada, mas só agora consegui falar sobre, portanto se você quer começar um seriado que ainda tem poucas temporadas eu recomendo fortemente Anne.

Meses atrás, alguém que não me lembro quem, me recomendou: “Ju, assiste Anne, você vai amar a história e a personagem ama livros assim como você!” e isso foi o suficiente pra me convencer de começar (eu ainda tô com um monte de seriados pra botar em dia, então as vezes fico um pouco relutante em começar mais um).

A história é do livro “Anne of Green Gables de L.M. Montgomery” e o roteiro já foi adaptado para vários filmes que basicamente conta a história de uma menina orfã de 13 anos que depois de muito passar por vários perrengues é adotada por um casal de irmãos, ambos são solteiros. Anne, sua infinita imaginação e intelecto, vai transformar a vida de sua família adotiva e da cidade que lhe abrigou, lutando assim pela sua aceitação e pelo seu lugar no mundo.

Eu me apaixonei pela série logo no primeiro episódio porque logo na primeira cena, Anne cita uma frase de Jane Eyre – grande clássico de Charlotte Bronte que eu amo de todo coração. Aliás o seriado todo é envolvido com o lado doce, dramático (muito! rs) e super romântico de Anne, é uma menina que vê o mundo e as coisas de uma forma muito mais poética, bonita e delicada e isso faz com que ela também sofra em muitas situações, mas que ensina a nós mesmos a enxergar tudo com melhores olhos. Além do que o seriado aborda temas muitos fortes como: feminismo, racismo, LGBT, bullying de uma maneira muito delicada, MAS muito FORTE ao mesmo tempo. Engraçado que são temas ainda tão atuais pra gente no mundo de hoje, mas que vem de uma história que foi publicada em 1908. Pensem em tudo isso com uma dose maravilhosa de filosofia, literatura e imaginação que faz a gente refletir sobre muitas, muitas coisas. A fotografia e caracterização é algo que vale muito a pena ser mencionado porque é extremamente bem feita e bonita. Mas sobretudo é a coragem e a delicadeza que faz esse seriado, valer a pena de ser assistido.

Eu estou na segunda temporada e ontem eu assisti o episódio 7 – “Memory Has a Many Mood as the Temper” e para mim, até o momento, foi o mais emocionante de todos. Acho que desde a ultima temporada de This is Us (Deus, como eu choro ehehe) que eu não me emocionava tanto e fiquei tão chorany com esse que fui dormir pensando nele.

Se você, assim como eu, já assiste uma porrada de seriados e precisaria de uma vida extra e dias de 50 horas pra acompanhar tudo, coloque Anne With An E na sua interminável lista mesmo assim porque vale a pena. Se você quer assistir um seriado incrível, mas que ainda não tenha muitas temporadas: Assiste Anne. As produções do Netflix na sua grande maoiria das vezes, nunca me decepcionam e esse é o tipo de obra que a gente tem mais é que passar pra frente e incentivar todo mundo a ver, para que a história continue a ser produzida.

Juliana Esgalha

Tags: ,

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.