26 fev, 2020

Livro: P.S.: Ainda Amo Você

Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários.
Em “Para todos os garotos que já amei”, Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em “P.S.: Ainda amo você”, Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam.
Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.

Segundo livro da trilogia da Lara Jean. Acho que gostei mais do segundo livro do que do primeiro. Senti uma Lara Jean mais madura, mais segura, embora muitas vezes ela ainda falhe nesses pontos, mas sinto que ela amadureceu mais. E entrou um personagem novo: John Ambrose McClaren que eu gostei demais dele. Apesar de Lara a Peter se acertarem, eu SEMPRE tenho uma desconfiança com Peter e acabei me tornando mais Team John Ambrose McClaren.

Essa trilogia, o que posso dizer até o momento é que se trata de um romance bem levinho, com pitadas de divertimento, nada muito espetacular, mas gostoso de ler. O que gostei foi que a autora conseguiu manter a qualidade da história sem perder a mão com esse segundo livro, acho importante isso porque te motiva a querer continuar e ver o desenrolar das coisas. É previsível em alguns momentos, eu sei, mas é ao mesmo tempo bem envolvente.

Em P.S.: Ainda Amo Você há uma personagem que gostei muito: Stormy. Achei que ela deu um “quê” mais reflexivo para a história, é ela quem faz alguns questionamentos e dá alguns conselhos sobre como deixar as coisas acontecerem mais naturalmente e a levar uma vida mais leve. Além disso ela teve um papel importante, pois é a avó de John Ambrose McClaren. Enfim… É uma história levinha, envolvente e bem gostosinha de ler, não espere super acontecimentos, nem reviravoltas malucas. Pra mim será 5/5 porque é o que eu procurava pra desopilar a mente:

Juliana Esgalha

Tags: ,

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.